terça-feira, 29 de julho de 2008

Escolha bem as panelas e as vasilhas plásticas para preservar os alimentos

Descubra se a panela de ferro combate anemia ou o plástico favorece o câncer

Você já parou para pensar nos utensílios que usa no dia-a-dia para preparar suas refeições? Se ainda não fez isso, está na hora. A sua panela favorita ou aquela vasilha plástica usada para esquentar o almoço no microondas nem sempre são tão inofensivas quanto parecem. É verdade que ainda faltam pesquisas mais profundas sobre o tema, mas sabemos que alguns cuidados são necessários para preservar as vitaminas dos alimentos, por exemplo , afirma Andréa Esquivel , nutricionista clínica especialista em alimentos funcionais.

Numa entrevista sem alarmismos, ela apresenta uma série de curiosidades sobre as panelas de alumínio, inox ferro e barro, além de dar dicas para você aproveitar ao máximo os nutrientes que consome. Em geral, não temos nenhuma preocupação grave quanto aos utensílios. Caso contrário, já teríamos metade de população morta ou com câncer terminal , tranqüiliza a especialista.

1. O recipiente interfere nas propriedades nutricionais dos alimentos?
Não. Mas manter alimentos armazenados em utensílios de alumínio ou ferro pode pôr em risco alguns nutrientes, como vitamina C e vitamina E, que se oxidam na presença de ferro ou alumínio.

2. As panelas de ferro realmente ajudam no combate de anemia?
É muito pouco de ferro que se desprende das panelas e que pode ser absorvido. Portanto, não devemos considerar que o uso dessas panelas pode servir como fonte do nutriente. Devemos incluir na alimentação opções que contenham ferro, garantindo o fornecimento do mineral ao organismo.

3. Há algum material que pode prejudicar a saúde?
É muito difícil afirmar que uma pessoa ficou doente por causa do mau uso de um utensílio ou de determinado material. A legislação já determina quais os materiais podem ser adequados, sem riscos.

4. Esquentar os congelados em recipientes plásticos faz mal?
Algumas pesquisas hoje indicam que este procedimento faz com que substâncias dos recipientes plásticos migrem para o alimento, mas dizer que isso faz mal é outra coisa. Ainda não existem estudos que comprovem essa idéia.

5. As vasilhas plásticas que vão ao microondas têm potencial cancerígeno?
As substâncias que migram do plástico ao alimento quando aquecidos possuem potencial carcinogênico. Mas ainda não sabemos se essas substâncias são absorvidas e, menos ainda, se isso ocorre em quantidade realmente ameaçadora. Na dúvida, no entanto, prefira usar recipientes de louça ou refratários.

6. Quais as vantagens das panelas de inox em comparação às de alumínio?
O inox é um pouco mais caro, mas apresenta várias vantagens: mantém a temperatura por mais tempo, é mais fácil de limpar e mais versátil. Alguns alimentos não podem ser feitos em panelas de alumínio porque oxidam e escurecem (caso do purê de maçã, por exemplo). Mas não podemos dizer que o alumínio migra das panelas para o alimento, causando uma doença. Sabemos que há migração e sabemos que o alumínio é tóxico ao organismo. Mas não sabemos se ele será absorvido pelo intestino e, isso ocorrendo, se o organismo irá sofrer com ele ou eliminá-lo antes de fazer mal.

7. As panelas de barro oferecem algum risco á saúde?
Não, elas podem inclusive deixar migrar alguns minerais bons para a saúde. Mas isso é muito pouco e também não interfere no cálculo nutricional.

8. A tintura usada em algumas embalagens (com a dos lanches industrializados) pode fazer mal?
A legislação obriga as indústrias a produzir embalagens para alimentos dentro de normas técnicas que impeçam que estes corantes façam mal a saúde.
Fonte Minha Vida

Nenhum comentário: