quinta-feira, 3 de abril de 2008

Férias!!!!!!!

Estarei de FÉRIAS a partir de hoje!!!

Estou viajando para ver meus filhos
que estão bem longe...


O Blog sai de FÉRIAS junto comigo!!!!

Até a volta e fiquem com "DEUS"!!!!!!!

Imagens engraçadas/curiosas - 03/04/2008


Via Knuttz/Ueba

52 papéis de parede de motocicletas

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 03 de Abril de 2008


Via DownloadsCopyleft

Gazeta Mercantil em PDF, Quinta, 03 de Abril de 2008


Via DownloadsCopyleft

Tatuagens Impressionantes

Via Knuttz/Ueba

Tatuagens em dentes!?!?

Via Knuttz/Ueba

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Papéis de parede


Reza para mau olhado



Faixas bem boladas na estrada de Salinas - Bahia


Marie Claire - Abril 2008


By Luciana Duarte

Imagens engraçadas/curiosas - 02/04/2008


Via Knuttz / Ueba

Revista SuperBike Magazine - Janeiro 2008 à Maio 2008



Parte 01


Parte 02



Gostou??? Comente!!! Não gostou??? Comente também...

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 02 de Abril de 2008


Via DownloadsCopyleft

Gazeta Mercantil em PDF, Quarta, 02 de Abril de 2008


Via DownloadsCopyleft

Madruguinha - Uma história de vida (Trailer)

Paraglider controle remoto

Este paraglider é movido por um motorzinho Mabuchi que lhe garante velocidades entre 10 e 16 km/h e pode decolar do solo ou ser lançado manualmente. É montado rapidamente, fácil de controlar e permite manobras arrojadas. Seu único problema é o tempo de vôo, que é de no máximo 5 minutos, mas nada que um ou duas baterias extras não dêem jeito.



Vejam ele em ação:

Fonte

Sci-Fi - Março 2008


By Luciana Duarte

Em todo o país, cinco mil carros apreendidos pela polícia apodrecem

Segundo a PRF, burocracia impede leilão dos veículos.
De acordo com o Contran, carros só podem ser leiloados se estiverem livres de dívidas.

Mais de cinco mil carros apreendidos em todo o país pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e que poderiam ir a leilão estão apodrecendo lentamente em pátios espalhados pelo Brasil, segundo a própria PRF.

Veja o site do Jornal da Globo

O motivo de tanto desperdício e prejuízo é, de acordo coma visão da PRF, a disputa burocrática entre vários órgãos do governo.

Todo dia, motoristas são parados na estrada com problemas de documentação ou manutenção e têm o carro apreendido. Foi o que ocorreu, por exemplo, com o técnico de segurança Ovídeo Soares da Silva. Ele teve que deixar o carro num pátio porque deixou de pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). “A dívida do carro, na realidade, é o IPVA de duzentos e poucos reais. Até amanhã eu pago”, diz ele.

Num pátio da PRF, perto de Brasília, há 540 carros. A maioria dos veículos está pronta para ir a leilão. A venda é autorizada pela Justiça quando o dono não regulariza a situação no prazo de 90 dias. Mas um carro importado, avaliado em R$ 25 mil, está há mais de dois anos estacionado e estragando. Entre multas e IPVA, os débitos chegam a R$ 9 mil e ele não pode ser vendido.

Na prática, o leilão demora ou nem acontece. Com isso, mais de cinco mil carros que poderiam ser leiloados apodrecem em todo o Brasil. O destino parece mesmo ser a decomposição e a desvalorização.
Fonte G1

terça-feira, 1 de abril de 2008

Dengue

Meus Amigos.,

Como todos sabem, estamos em tempos de dengue; toda informação é importante! Vamos ajudar a combater o mosquito transmissor da dengue.
Se você tem alguma material a respeito da dengue, me envie que coloco aqui no Blog.

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação da Petrobras feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui).

Info Etc (O Globo - 31/03/2008)

Gazeta Mercantil em PDF, Terça, 01 de Abril de 2008


Via DownloadsCopyleft

Revista Marie Claire - Março 2008


By Luciana Duarte

Jornal O Estado de SP em PDF, Terça, 01 de Abril de 2008


Via DownloadsCopyleft

Imagens engraçadas/curiosas - 01/04/2008


Via Knuttz/Ueba

Sinal Vermelho

System of Vila - Chaves Suey

segunda-feira, 31 de março de 2008

Concurso milionário elege camelo mais lindo das arábias

‘Galãs’ do deserto concorrem a US$ 9,5 milhões e cem carros.
Jurados analisam focinho, pescoço, orelha, pêlo e corcovas
'Galãs' como este da foto disputam prêmios milionários no concurso de beleza para camelos. (Foto: AFP)

Mais de dez mil camelos de diversas partes do Golfo Pérsico disputarão nesta semana o concurso do mais belo animal do deserto.

Além de alimento para o ego dos proprietários, a competição dará também prêmio em dinheiro: US$ 9,5 milhões (R$ 16,5 milhões), no total. Cem carros também serão distribuídos entro os vencedores.

O concurso é parte do festival anual dos camelos que, neste ano, ocorre em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes. O objetivo da festa, segundo os organizadores, é celebrar e preservar a herança cultural da região e relembrar a importância do camelo para a formação do povo árabe.

Camelos do Bahrein, Kuwait, Oman, Qatar e Arábia Saudita vão mostrar seus dotes diante dos juízes, que decidirão quais serão os proprietários contemplados com os prêmios. Os juízes têm de analisar a forma do focinho, o tamanho do pescoço, a firmeza das orelhas, o brilho do pêlo e a
inclinação das corcovas.

Abu Dhabi, emirado riquíssimo graças ao petróleo, produziu o primeiro camelo puro-sangue de laboratório e é pioneiro no uso de "jóqueis-robôs" nas corridas de camelo.
Fonte G1

Dengue - Fique por dentro




O que é
Por incrível que pareça, o dengue mata menos do que a gripe, segundo as estatísticas. E, no entanto, assusta bem mais. Muito se deve ao verdadeiro boom de notícias que cercam a epidemia. E, de fato, isso tem razão de ser. Afinal, o inseto transmissor contamina cerca de 100 milhões de pessoas a cada ano, matando 24 mil delas em todo o mundo. É isso mesmo: trata-se de um problema mundial, já que o Aedes aegypti marca presença nas regiões tropicais.

A Venezuela, por exemplo, já enfrentou uma epidemia de dengue hemorrágica, a forma mais grave da doença. E já há registros do mal até no sul dos Estados Unidos. No Brasil, a região mais
atingida é a Sudeste, que concentra cerca de 75% dos casos.A febre hemorrágica costuma ser fatal em 5% dos casos. As epidemias causadas pelos quatro tipos de sorotipos da dengue têm se tornado cada vez mais freqüentes e maiores nos últimos 20 anos. Desde 2002, a dengue é endêmica, ou seja, constante, na maioria dos países tropicais do Pacífico Sul, Ásia, Caribe, América e África. Além disso, na maioria dos centros urbanos destas regiões houve uma multiplicação dos tipos de vírus da dengue em circulação (hiperendemia), o que aumentou a transmissão da dengue e o risco de se contrair a variação hemorrágica desta doença.

Não é possível prever de forma acurada quais áreas específicas poderão ser atingidas pela dengue no futuro, mas é previsível que nas áreas tropicais a doença siga com um grau elevado de transmissão.

Contágio
O dengue é causado por um vírus, que pode ser de quatro subtipos 1, 2, 3 ou 4. A infecção por um deles gera imunidade contra essa forma. Por aqui, por enquanto, só há registros das três primeiras. Mas esse vírus não é transmitido de pessoa para pessoa: o contágio se dá basicamente pela picada do mosquito Aedes aegypti. É que as fêmeas precisam de uma proteína do sangue humano para desenvolver seus ovos. Por isso, pode-se dizer que elas picam por uma questão de sobrevivência. O problema é que, em troca, deixam o vírus no corpo da vítima, que pode ter sido herdado dos pais ou obtido ao picar alguém infectado.
Esses mosquitos, que têm hábitos diurnos, se proliferam em qualquer acúmulo de água limpa inclusive plantas como a bromélia. No calor, a fêmea coloca ali de 40 a 50 ovos, que dois dias depois eclodem e liberam larvas. Elas levam até dez dias para se tornarem insetos adultos.

De nada adianta trocar a água dos recipientes, pois os ovinhos conseguem sobreviver grudados às paredes. E pior: podem permanecer mais de um ano assim, até que um novo acúmulo de água permita o seu desenvolvimento!

Dengue na gravidez
Existe pouca informação publicada a respeito dos riscos da dengue para mulheres grávidas. Apesar de muitas epidemias, nenhuma má formação congênita foi verificada depois de surtos da doença. Um pequeno número de casos reportados recentemente sugere que, se a mãe estiver infectada com o vírus da dengue perto do nascimento do bebê, a criança poderá nascer infectada também ou adquirir a doença no momento do parto.

Controle
Não existe vacina contra a dengue. Por isso o único meio de controlar a doença é evitar a proliferação do mosquito, com as dicas conhecidas: evitar o acúmulo de água em embalagens vazias como garrafas e latas, cobrir caixas d´água, trocar a água dos vasos por terra, desobstruir calhas, cobrir o lixo, não deixar pneus a céu aberto, enfim, evitar todo e qualquer lugar que acumule água.

Em lugares com muita umidade, o uso de repelentes é recomendado. Os produtos mais eficientes. são os que contêm N,N-diethylmetatoluamide (DEET).
Produtos com paracetamol são recomendados para conter a febre. Remédios à base de ácido acetilsalicílico (como aspirina) e antiinflamatórios não-esteróides devem ser evitados por conta de suas propriedades anti-coagulantes. Os pacientes infectados devem descansar e beber muito líquido. Nos casos graves, aplicações intravenosas imediatas são necessárias para manter a pressão sanguínea em níveis adequados. Os sinais vitais precisam ser monitorados com freqüência. A hipertensão arterial é uma complicação mais freqüente do que a forte hemorragia na ersão mais perigosa da doença.

Sintomas
A doença é relativamente benigna já que em 95% dos casos não ameaça a vida do paciente. Os sintomas são febre alta, dor de cabeça, dor nas juntas, nos músculos e atrás dos olhos, fraqueza, falta de apetite. Depois de três ou quatro dias podem surgir manchas vermelhas pelo corpo e coceira. Também pode haver um leve sangramento pelo nariz ou nas gengivas. A grande maioria dos casos começa a melhorar em quatro ou cinco dias, recuperando-se totalmente em dez.

Mas uma pequena minoria pode apresentar um agravamento do quadro depois de três dias, ou quando a febre começa a ceder. O paciente tem
uma queda de pressão, que pode estar acompanhada de dores abaixo das costelas, suores frios, tonturas e desmaios. Isso é sinal da forma mais grave, a hemorrágica. Surgem ainda sangramentos em vários órgãos e a vítima entra em estado de choque. Normalmente essa forma aparece em quem já teve dengue uma vez.
Os sintomas aparecem de forma repentina, após o período de incubação do vírus, que pode durar de 3 a 14 dias (o mais comum é que ele leve de 4 a 7 dias). São eles: febre alta, forte dor na parte da frente da cabeça, dor muscular e nas juntas.

Diagnóstico
O diagnóstico da doença é basicamente clínico, isto é, através do exame físico e da história do paciente. Existem exames que identificam exatamente qual vírus infectou o paciente, mas eles costumam apontar o resultado em cerca de 15 dias, quando a vítima normalmente já está curada. Por isso ninguém espera saber qual vírus está por trás da encrenca para começar o tratamento, que consiste basicamente em manter o paciente sem febre, em repouso, à base de antitérmicos e fazendo reidratação oral.

Os remédios à base de ácido acetilsalicílico são proibidos pois aumentam a chance de hemorragias. A pessoa deve ser cuidadosamente acompanhada
para o caso de o quadro se agravar. Nessa situação, é indispensável procurar um serviço médico com urgência.

Glossário
Ácido acetilsalicílico: tipo de analgésico/antitérmico que deve ser evitado sob qualquer suspeita de contaminação

Anticorpos: proteínas produzidas pelo organismo em resposta a uma invasão de intrusos. Eles conseguem detectar e destruir o corpo estranho.

Antitérmicos: medicamentos usados para evitar o aumento da temperatura

Larvas: estágio de desenvolvimento de certos seres vivos, caso do Aedes aegypti. Elas ficam na água enquanto completam seu processo de desenvolvimento.

Imunizar: criar anticorpos contra alguma doença

Fonte Minha Vida

Chave para dieta saudável é respeitar o organismo, aconselha nutricionista

Dia 31 de março é o Dia Nacional da Nutrição.
Especialista fala ao G1 sobre benefícios da dieta do Mediterrâneo.

As mudanças para dietas mais saudáveis precisam respeitar os hábitos e os gostos de cada pessoa. Esse é o conselho a professora de nutrição Aureluce Demonte, da Unesp (Universidade Estadual Paulista), neste 31 de março, Dia Nacional da Nutrição.

Nos últimos anos têm crescido a procura pela chamada “dieta mediterrânea”, que, como o próprio nome explica, vem dos povos que vivem na região do mar Mediterrâneo -- o que inclui espanhóis e italianos, mas também norte-africanos, turcos e sírios.

Tudo começou, explica Demonte, com pesquisas populacionais que mostraram que as pessoas que vivem nessa área têm expectativas de vida mais elevadas, mesmo aquelas que vivem em grandes metrópoles e levam uma vida mais estressante.

Os especialistas acreditam que isso tem muito a ver com a alimentação. Devido ao clima do Mediterrâneo, as pessoas costumam comer muito peixe, muitas frutas e, coisa mais rara aqui no Brasil, oleaginosas, como castanhas e avelãs, e muito azeite de oliva. Além disso, eles também costumam tomar vinho (com moderação) durante as refeições.

Segundo Demonte, essa combinação faz muito bem para a saúde, porque protege contra problemas cardíacos e retarda o envelhecimento. É algo extremamente positivo, mas que envolve também uma série de questões culturais e comportamentais que são difíceis de copiar no Brasil.

“Há poucas coisas mais complicadas do que mudar um hábito alimentar. A pessoa gosta de comer as coisas que ela gosta de comer e pronto. É possível adequar muitas coisas, mas não dá para a pessoa mudar completamente da noite para o dia”, explica ela. “A dieta mediterrânea envolve, por exemplo, alto consumo de azeite de oliva. Alto mesmo. Eles usam azeite para tudo, para cozinhar carnes, para temperar saladas, tudo. E, embora os brasileiros tenham em geral o hábito de consumir algum azeite, dificilmente nos o usamos nessas quantidades tão grandes”, afirma.

De acordo com Delmonte, quem quer se beneficiar da saúde do Mediterrâneo precisa exercitar o equilíbrio e adequar a dieta aos seus hábitos alimentares normais. “Se a pessoa simplesmente comer um pouco de azeite por dia, já ajuda. Comer mais frutas, procurar comer castanhas. Tomar uma taça de vinho de vez em quando”, orienta. “A chave é se respeitar e respeitar o seu organismo. Mudanças radicais de uma hora para a outra não se mantêm ao longo do tempo; a pessoa invariavelmente acaba voltando para seu comportamento anterior”, diz a professora.

Delmonte explica que a melhor maneira de ter uma alimentação saudável não é se prender a receitas fixas e a dietas mirabolantes. “Enquanto a pessoa segue as ‘regras’ da dieta, tudo bem. Assim que ela ‘escapa’, volta a se alimentar como antes. É isso que faz surgir o famoso efeito sanfona”, explica.

O melhor a ser feito é buscar o equilíbrio no dia-a-dia. Em casos mais graves, como de obesidade, vale a pena procurar um especialista em nutrição.
Fonte G1

Morre lentamente


Morre lentamente
Quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem destrói o seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente
Quem se transforma escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto, quem não muda as marcas no supermercado, não arrisca vestir uma cor nova, não conversa com que não conhece.

Morre lentamente
Quem evita uma paixão, quem prefere o "preto no branco" e os "pingos nos is" a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Morre lentamente
Quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho; quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho; quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente
Quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o simples ato de respirar...
Estejamos vivo, então!
Pablo Neruda
Picture by Chester Elmore
Via Amigos do Freud

Imagens engraçadas/curiosas - 31/03/2008


Via Knuttz/Ueba

Magali - A Volta ao Mundo em 80 Garfadas - Nº 2

Para Renata na Nova Zelândia

By Luciana Duarte

Jornal O Estado de SP em PDF, Segunda, 31 de Março de 2008


Via DownloadsCopyleft

Tailandeses ‘engordam’ 28 elefantes para torneio de pólo

Animais ganharam tratamento especial e foram alimentados com muitas frutas.
Torneio começa nesta segunda-feira (31) e termina domingo (6).

28 elefantes ganharam um tratamento especial na Tailândia. Os proprietários “engordaram” os animais com uma mesa repleta de frutas. Os elefantes irão participar de um torneio de pólo em Chiang. (Foto: Pornchai Kittiwongsakul/AFP
Várias mesas e muitas frutas alimentaram os elefantes, na Tailândia. Torneio de pólo começa nesta segunda-feira (31) e termina no domingo (6). (Foto: Pornchai Kittiwongsakul/AFP)

Fonte G1