sábado, 31 de maio de 2008

Ganhe uma grana extra.

Eu estou participando deste site que estou enviando o link para vocês, pois é verdade o que ele promete.
É certo que a quantidade de dinheiro ganho vai depender de certo empenho. Eu estou ainda só lendo os e-mails enviados para mim e com isso já tenho algums trocados em minha conta.
Vale a pena tentar pois qualquer coisa que venha a mais é bem vindo.
Esse é o endereço para vocês analisarem e se cadastrar : http://www.ideiamagica.com.br/pages/index.php?refid=totinho
ou se preferirem no banner abaixo:



Idéia Mágica - Ganhe Dinheiro!
qualquer coisa é só entrar em contato comigo que explico melhor.
Um Grande Abraço do Amigo.
Totinho.

500 Ferraris no áutodromo Fuji - Japão


ALENTEJANO E O TRITEOTEROL

Um casal alentejano está deseperadamente a tentar ter um filho.

Já consultaram todos os médicos, fizeram todos os exames, tentaram todos os métodos… Em vão.

Até ao dia em que ouvem falar de um super professor Americano que consegue milagres. Eles compram uma passagem para os Estados Unidos e vão consultar o tal professor.

Como eles não falam inglês e nem o professor fala português, este dá a entender por gestos que quer que eles pratiquem sexo para que ele possa diagnosticar. Inicialmente com um pouco de vergonha, o casal começa a trabalhar’.

O professor examina-os sob todos os ângulos e depois manda-os parar.

Ele vai até à sua mesa e escreve uma receita. Super feliz, o casal volta para casa.

Assim que chega, o marido vai à farmácia e pergunta:

O senhor tem Triteoterol ?

Perplexo, o farmacêutico responde:

-Triteoterol ?… Triteoterol ?… Não conheço. O senhor tem a receita ?

O sujeito dá a receita ao farmacêutico. Este lê e responde:

-O senhor não leu bem. Está escrito ‘Try the Other Hole’

Propaganda Kawasaki

Arte com balões

Maiores árvores do mundo

Destruição pelo mar na Praia de Atalaia/Aracaju/Sergipe

Fui dar um passeio de moto e fiquei impressionado com a destruição que o mar vem causando na praia de Atalaia que resolvi tirar algumas fotos.
Clique na imagem abaixo e veja....


Imagens engraçadas/curiosas - 31/05/2008


Via Knuttz / Ueba

África - Papéis de parede

Caricaturas


Suzuki GSX-600F

Science (30/05/2008)



By Antfer

100 tutoriais Adobe Photoshop CS3

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 28 de Maio de 2008


Via DownloadsCopyleft

Gazeta Mercantil em PDF, Quinta, 29 de Maio de 2008


Via DownloadsCopyleft

Imagens engraçadas/curiosas - 29/08/2008


Via Knuttz/Ueba

Vídeos do enterro do ex-Rei Momo de Aracaju

Lembram do post sobre a morte do ex-Rei Momo de Aracaju, James Jorge Silva dos Santos? Pois é. Agora vocês podem ver como foram realizadas as operações de colocação do corpo no caixão e do enterro. Incrível, realmente. Acompanhe:


Via MeuPapagaio

Garotas Pit-Stop

Australiano é inocentado 86 anos depois de ser enforcado

Homem foi acusado injustamente de estupro e assassinato de uma garotinha.
Novas análises dos fios de cabelo usados como prova mostram que ele era inocente.

Mais de 80 anos depois de passar pela forca, australiano foi considerado inocente
(Foto: Arte/G1)

Um homem enforcado em 1922 pelo estupro e assassinato de uma garota de 12 anos em Melbourne, na Austrália, foi perdoado pelo crime na terça-feira (27), depois que novos testes mostraram que as provas contra ele eram forjadas. O nome do felizardo é Colin Campbell Ross.

"É um caso trágico, em que um erro judicial resultou no enforcamento de um homem", disse o procurador-geral Rob Hulls. "O perdão é o reconhecimento de que há sérias dúvidas quanto à condenação do senhor Ross por assassinato."


A Austrália é uma forte opositora da pena de morte. O último enforcamento aconteceu em 1967, também em Melbourne. O bandido pé-de-chinelo Ronald Ryan foi executado por seu envolvimento em uma fuga da prisão, durante a qual um guarda foi morto a tiros.

Hulls disse que o caso de Ross é um aviso para aqueles que querem reintroduzir a pena de morte no país, abolida formalmente em no estado de Victoria em 1975. Ele causou polêmica desde o enforcamento, apenas 115 depois da prisão do suspeito. Testemunhas garantiam que ele estava no trabalho no momento do crime. Ross jurou inocência até o último momento.

  • Um fio de cabelo
Os promotores se basearam em fios de cabelo encontrados num cobertor na casa de Ross e numa suposta confissão que ele teria feito a um colega da cadeia - que tinha na ficha condenações por perjúrio. Os especialistas da época concluíram que o cabelo era da menina encontrada morta Alma Tirtschke.

Um pesquisador encontrou esse cabelo usado como prova em um arquivo em 1995. Novos testes acabaram provando que eles não pertenciam à vítima.

O procurador-geral Hulls pediu que o caso fosse reaberto dois anos depois. Uma comissão de juízes concluiu que o processo estava cheio de falhas.

A sobrinha de Ross, Betty Everett, que falou em nome da família, disse estar aliviada ao saber que o tio não era um assassino. "Uma sombra foi tirada do meu coração", disse ela à rádio australiana ABC.

Já a sobrinha da vítima, Bettye Arthur, declarou ao jornal "Melbourne's Age": "É uma tragédia para todos os envolvidos que o verdadeiro culpado não tenha sido pego e que um homem inocente tenha perdido a vida".
Fonte G1

Jimmy Gorecki

As lembranças de cada um

A capacidade de armazenar recordações e “filtrá-las” é uma característica específica de cada indivíduo – uma espécie de “impressão digital”. Não por acaso, a memória de trabalho (ou de curto prazo, que nos permite guardar temporariamente um número limitado de informações, como números de telefones que usamos com certa freqüência, por exemplo) varia consideravelmente de uma pessoa para outra.

De acordo com o estudo sobre esse tipo de memória desenvolvido pelos pesquisadores americanos Fiona McNab e Torkel Klingberg, o processo de seleção das lembranças que devem ser guardadas ou dispensadas pode ser comparado aos dos filtros de spam do computador. O funcionamento dessas “peneiras mentais” situadas nos gânglios basais pode comprometer ou facilitar a lembrança de números, nomes de pessoas, compromissos etc.

Filtros ineficientes causam, por exemplo, atividades desnecessárias e excessivas nas regiões cerebrais que “arquivam” as informações da memória de trabalho – as áreas parietais posteriores, situadas ao longo do topo do cérebro em direção ao dorso. Poderíamos dizer que essas regiões desempenham o papel do disco rígido do computador, mas quando se trata de memória de trabalho, é mais adequado afirmar que sua função não é tanto guardar dados permanentemente, mas sim armazena-los temporariamente da memória à qual temos acesso de forma aleatória.

É aceitável fazer um paralelo com a memória RAM (random access memory), já que as informações são mantidas enquanto estão em uso ou poderão ser usadas em breve. Embora não existam evidências válidas sobre a importância da eficiência de filtragem de itens irrelevantes da memória de trabalho é necessário ter cuidado para não negligenciar a possibilidade de que as diferenças na capacidade de RAM também afetam a memória de trabalho.

Se o tamanho da RAM realmente for importante, então a correlação entre seu tamanho e a eficiência de filtragem pode ser imperfeita. Por analogia, as velocidades máximas de sprint e as resistências dos indivíduos podem estar imperfeitamente correlacionadas, mesmo que as duas qualidades dependam de certos fatores comuns, como o estado geral de saúde.

De fato, existem evidências de que a capacidade de armazenamento da memória de trabalho é mais importante do que se supunha há alguns anos. Em 2005, os pesquisadores J. Jay Todd e René Marois, da Universidade Vanderbilt, mostraram que a atividade cerebral nas áreas parietais posteriores – RAM da memória de trabalho – tinha relação com o desempenho mnêmico. Em uma pesquisa de 2006 realizada com adultos de um grupo de controle e pacientes esquizofrênicos, o pesquisador J. M. Gold e colegas testaram a memória para os itens sobre os quais os indivíduos recebiam a informação que poderiam ignorar.

Em comparação com os indivíduos de controle, os pacientes esquizofrênicos lembraram de menos itens de toda a série – ou seja, não se recordavam dos itens que deveriam acessar, nem daqueles que poderiam ignorar. Contudo, tanto os sujeitos do grupo de controle quanto os esquizofrênicos se lembraram muito melhor de itens aos quais “prestaram atenção” do que daqueles que tiveram permissão de ignorar. Em outras palavras: a eficiência da filtragem era aproximadamente igual nos dois grupos.

Enquanto isso, um estudo de 2006, em meu próprio laboratório, constatou que a capacidade de armazenamento e a eficiência de filtragem da memória de trabalho estavam parcialmente relacionadas e eram parcialmente distintas – algo como a relação entre sprint e resistência acima sugerida. Nem todo participante com habilidade relativamente alta conseguiu filtrar itens irrelevantes com grande eficiência.O panorama dos resultados demonstra que tanto a capacidade de armazenamento quanto a eficiência de filtragem afetam a habilidade da memória de trabalho de um indivíduo.

Novos métodos de análise do cérebro não substituem necessariamente os mais antigos – assim como os automóveis não eliminaram a praticidade das bicicletas e essas, por sua vez, não substituíram as caminhadas. Há espaço para dirigir carros, pedalar e andar. De forma similar, diagnósticos por imagem são compatíveis com os métodos comportamentais e de raciocínio filosófico voltados para a investigação da mente. Em 1971, no ensaio “Art in Bits and Chunks”, o psicólogo Rudolf Arnheim, especialista em estudos sobre percepção, sugeriu que a ferramenta mais importante de um psicólogo é a poltrona. A sentença ainda soa verdadeira para a pesquisa cerebral.
Nelson Cowan
Via Amigos do Freud

Lamborghini Gallardo LP 560-4

Uma super máquina com funções inusitadas...

Coletor de número de telefones; entrada livre para clubes/casas noturnas etc etc etc.
Uma máquina para fazer inveja a muitos ferraristas (embora eu já estaria bem contente com um Vectra...).
Como eu sempre disse "com uma gostosa do lado dificilmente você consegue um Lamborghini, mas com um Lamborghini do lado...".

Multi-Touch in Windows 7

Tempestades

Chocolate para diabéticos

O chocolate, quem diria, pode fazer bem a pessoas diabéticas. Sob condições, é claro. O chocolate em questão precisa ser do tipo amargo (enriquecido com uma substância específica) e deve ser consumido em dose moderada. De acordo com uma pesquisa conduzida por cientistas alemães, o consumo de uma xícara de chocolate amargo enriquecido com ‘flavonóides’ pode ajudar diabéticos a prevenir doenças cardíacas.

O estudo, publicado na revista científica Journal of the American College of Cardiology, sugere que os compostos conhecidos como flavonóides, presentes no cacau, principal ingrediente do chocolate, seriam os responsáveis pela ação benéfica da bebida. Os flavonóides – também presentes no vinho tinto - impulsionam o aumento da produção de óxido nítrico, que atua no relaxamento e dilatação das artérias.
O consumo de chocolate amargo enriquecido com flavonóides, demonstrou ser eficaz na normalização das funções arteriais dos diabéticos.
Para realizar o estudo, os cientistas alemães desenvolveram um tipo especial de chocolate com alta concentração de flavonóides. A equipe testou os efeitos do consumo em um grupo de dez pacientes diabéticos, que tomaram um copo do chocolate enriquecido, três vezes ao dia, durante um mês. Segundo os resultados observados pela equipe, a habilidade de dilatação das artérias aumentou quase que imediatamente após o consumo da bebida.
O pesquisador ressalta, no entanto, que sua pesquisa não é sobre o chocolate, mas sobre os flavonóides. E mesmo o uso destes a favor dos diabéticos ainda precisa ser melhor estudado por especialistas.
Via Amigos do Freud

Disfunções na tireóide alteram metabolismo, mas pouco interferem no peso

A reposição hormonal, obrigatória aos pacientes, resolve a dificuldade para emagrecer

É comum que homens e mulheres que praticam atividade física e seguem uma dieta balanceada não consigam perder peso, mesmo mantendo a disciplina e a regularidade. Quando isso acontece, uma das suspeitas levantadas é uma disfunção da tireóide, porém, pesquisas médicas mostram que ela não é tão vilã no emagrecimento como se imagina.

A tireóide é uma glândula endócrina que existe para harmonizar o funcionamento do organismo. Localizada no pescoço, é responsável pela produção de dois hormônios: o T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina), que estimulam o metabolismo e interferem no desempenho de órgãos como coração e rins, chegando a alterar o ciclo menstrual.
Por toda essa importância, a glândula tireóide precisa estar em perfeita ordem. Quando isso não acontece, o próprio corpo dá o alerta. Segundo o endocrinologista Wagner Caixeta, professor do departamento de Clínica Médica da Escola de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), os tipos mais comuns de disfunção da tireóide são:
1. hipertireoidismo (liberação de hormônios em excesso, que aceleram muito o metabolismo);
2. hipotireoidismo (a glândula libera o T3 e o T4 em menor quantidade do que o necessário).

No primeiro caso, os sintomas são agitação física e mental, insônia, irritação e perda de peso. Ocorre exatamente o contrário quando o diagnóstico aponta o hipotireoidismo, que pode causar desânimo, cansaço, sonolência, pele seca, inchaço dos olhos, lentidão física e mental.

Fique por dentro
Veja algumas informações importantes sobre a glândula

- As disfunções da tireóide afetam mais as mulheres do que os homens;
- É perfeitamente possível fazer dieta e conseguir emagrecer mesmo fazendo tratamento para o hipotireoidismo;
- São poucos os casos de aumento de peso por causa da glândula. O seu funcionamento pode ficar mais lento, mas não impede que as pessoas venham a emagrecer;
- Devido à grande incidência de casos, os médicos introduziram a análise clínica que detecta as alterações na tireóide na lista dos demais exames de rotina, principalmente quando o paciente tem mais de 40 anos.

O mito do aumento de peso
Até pouco tempo atrás era comum ouvir que o hipotireoidismo causava aumento de peso. Mas, há um mito por trás disso. De acordo com João Hamilton Romaldini, professor de endocrinologia da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC Campinas) e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), logo que é diagnosticado o hipotireoidismo é indicada a reposição de hormônio. "Ela é feita com uma pílula de hormônio, que deve ser tomada diariamente, por toda vida", diz.

E, desde que bem feita a restituição, nada comprova que a glândula atrapalhe o processo de emagrecimento. "Os problemas de tireóide não têm ligação com o aumento do peso. Prova disso é que 40% das pessoas que têm hipotireoidismo são magras", explica.

Segundo Wagner Caixeta, o paciente com hipotireiodismo retém muito líquido e, por isso, tem a impressão de que está engordando. Na verdade, o aumento de peso é muito pequeno. Ele afirma que centenas de indivíduos com hipotireoidismo, após conseguirem aumentar a liberação dos hormônios e alcançarem a quantidade ideal, emagrecem apenas de 2 a 3 kg. "Eu costumo perguntar aos meus pacientes quantos litros eles perderam e não os quilos que emagreceram", brinca.

Diagnóstico fácil
Nos casos de pessoas que têm dificuldade em perder peso, apenas um especialista saberá indicar se o problema tem ligação ou não com o que, popularmente, se chama de tireóide preguiçosa. "Nada substitui um bom exame clínico", avisa Caixeta. Para obtê-los, os médicos solicitam um exame, que indicará os níveis de TSH (hormônio estimulante da tireóide) e T3 e T4.

Quando o diagnóstico aponta que a tireóide está liberando mais hormônios que o necessário, recorre-se ao uso de remédios específicos por um período que pode variar de um a dois anos. Nos dois casos, as visitas médicas devem ser regulares.
Fonte MinhaVida

The Hire - Star (BMW Movies)

Você quer falar com a Microsoft?

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Imagens engraçadas/curiosas - 28/08/2008


Via Knuttz / Ueba

Fantasias de crianças


Máquina caseira de fazer Cerveja

Clique na imagem abaixo para conhecer melhor o produto e clique aqui para ver um teste feito com ela.

Meu aniversário é em julho, ainda dá tempo.....

Bellagio Fountains


Link recebido de Meu Irmão Antonio

VolksWagem



Revista EGM Brasil - n. 75 - Maio de 2008





By Radis_2004

Isto É Gente - Edição 456 (02/06/2008)


Morreu James Jorge, ex-Rei Momo de Aracaju, pesando mais de 380 quilos

Fotos: Alberto Dutra - Jornal da Cidade

Mesmo depois de morto o ex-Rei Momo de Aracaju, James Jorge Silva dos Santos, 38 anos e mais de 380 quilos, chamou a atenção da população. No Hospital Universitário, onde estava internado desde o dia 23 de abril, pacientes, familiares de internos e funcionários voltaram a atenção para o translado do corpo de James do quarto onde estava até o caixão, feito sob medida para o Rei Momo e colocado no hall de entrada do Hospital Universitário. O motivo de tamanha curiosidade era justificável: o caixão media 1,30 metro de largura, 1,70 de comprimento e depois de fechado, mais de um metro de altura, além de 150 quilos.

A urna funerária, que custou R$ 3,1 mil e foi paga pela Prefeitura de Aracaju, começou a ser fabricada na última segunda-feira, quando os médicos do Hospital Universitário começaram a preparar a família para a perda do ente a qualquer momento. James morreu por volta das 13 horas de ontem vítima de insuficiência respiratória, problemas circulatórios e infecção generalizada. Apesar de ter ido a óbito pouco depois do meio dia, o corpo só pôde ser colocado dentro da urna cinco horas depois, já que não havia, dentro do hospital, gente com técnica e força suficiente para tal ação. Por conta disso, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe foi acionado e uma equipe completa, com 16 soldados, foi para o H.U..
Para tirar James da maca e colocá-lo no caixão foi necessária a força de uns 10 homens, número que foi dobrado na hora de colocá-lo dentro do caminhão que fez o traslado até a casa onde o ex-rei momo residia, na avenida Augusto Maynard. “Tive que deslocar uma equipe inteira para cá.

Estamos nesta operação desde as 14 horas e até o início da noite tínhamos pendentes cerca de 30 ocorrências”, comentou o tenente do Corpo de Bombeiros, José Adelmo Nascimento Feitosa. De acordo com Maysa Rodrigues Gama Santos, sobrinha do rei momo, o tio deve ser enterrado com a última roupa de rei, usada para animar os carnavais de Aracaju (em 1996) e Salvador (1997), nas cores azul e branca. O manto, brilhante e com o desenho da coroa também vai acompanhá-lo.

“Se a roupa não couber nele certamente irá por cima. Este era um dos desejos que tinha, o outro, era de que não chorássemos no dia da sua morte. Ele sempre dizia que nos queria alegres, assim como ele foi em vida”, declarou Maysa Rodrigues. Segundo ela, há uns cinco anos que o tio começou a apresentar muitos e constantes problemas de saúde, a exemplo de cansaço e dificuldades circulatórias, que de acordo com a garota consumiam mais da metade da pensão recebida pelo tio, no valor estimado de R$ 1,1 mil. Eram mais de 10 comprimidos por dia.

O peso também o fazia caminhar pouco e com muita dificuldade, mas não conseguiu tirar dele a alegria, o gosto pela comida farta e bebida. O medo, de acordo com Maysa, foi o responsável pelo tio não ter se submetido a duas cirurgias de redução do estômago, uma em 2003 e outra em 2004. “Naquela época ele tinha condição de ser operado, mas não quis por medo. Agora ele já não podia, estava difícil perder 200 quilos de maneira natural para depois ser operado”, comentou a garota. James Jorge Silva dos Santos nasceu em 13 de novembro de 1969, era o terceiro de cinco filhos e foi rei momo de Aracaju de 1990 a 1996, e em Salvador, em 1997. O velório acontece na casa onde James morava, na avenida Augusto Maynard, 107, e o enterro será às 10 horas, no cemitério Cruz Vermelha.
Copiei daqui!