sábado, 25 de outubro de 2008

Chocolate Camasutra








Taste of Home Magazine - October/November 2008

Comecei a folhear essa revista e quase desmaio. Babei, simplesmente incrível as imagens dos pratos. Ah, se eu soubesse cozinhar...

80 pages PDF 13.7 Mb
Taste of Home America s No. 1 cooking magazine takes a commonsense approach to family-pleasing meals with family-tested favorites, hints on cooking for one or two, as well as meals on a budget for big families and more.

"I love this magazine and in each issue, I usually find one or two recipes that my friends and family will be asking for again and again! Each issue is made up of recipes contributed by cooks from all over the country, so you know a couple of things right away: 1) the recipes are doable by ordinary folks in ordinary kitchens using utensils and ingredients most people have readily at hand, and 2) this is some good cooking, because these are family recipes that in many cases have been handed down across the generations. Even though most of these recipes are made entirely from scratch (even the cakes!), they are still remarkably easy to do (and I say that as a confirmed fumblefingers in the kitchen! If I can cook these receipes, anyone can!) This is not the kind of fancy pants cooking you're going to encounter in many of the more high-end cooking magazines, this is American (or Canadian) food prepared the way most people cook in their homes. And it makes for some good eating! Each issue is built around a theme or two, usually recipes that use a featured ingredient announced in the previous months' issues, like strawberries or chicken. But there are lots of other recipes that feature the full range of dishes, from breakfast to dinner, to budget cooking and grilling, to late night snacks and children's parties. In every issue there is also usually a section that focuses on healthy foods and lists the nutritional content of the featured dishes. There are also dozens of handy kitchen and cooking tips in each issue, I have learned things I never would have thought of doing and it has made my cooking life so much easier. And the best part? No ads! Taste of Home is like belonging to a recipe club that sends you a beautiful, glossy, picture-packed magazine very month! If you like home cooking, get this magazine, you'll love it!"

Libere a celulite que há em você

Hora do almoço no fast food do shopping. Eu estava enfiando o primeiro sushi de salmão na boca quando uma das amigas disparou: “Vou botar silicone na bunda!”. O hashi de madeirinha quase arrancou as minhas amídalas. Pensei: “Caramba, nem na hora de comer a gente tem sossego”.

Juro, adoraria esquecer, pelo menos 30 minutos por dia, a minha celulite e a forma horizontal que a minha traseira se tornou, expandindo para os lados. Mas fica difícil porque o sol e meu espelho estão lá por testemunhas e porque trabalho com oito mulheres paranóicas. A verdade é que morro de vergonha da cara de lua, quando vista do telescópio Humble, que a minha bunda insiste em querer mostrar para o mundo.

É claro que já não vou à praia faz tempo e é claro que desço de top e calça na piscina do prédio e só tiro a calça quando já estou refestelada na cadeira. Mas e na hora do sexo?

O que fazer já que não dá para usar roupa e nem um lençol com buraco como antigamente? Quantas e quantas vezes não levantei, depois da transa, andando como uma retardada, uma pata choca, até o banheiro, escondendo o bumbum com as mãos, pro cara não ver o lado B da mulher que aquele acabou de comer. Imagina o que o sujeito deve pensar? Ou talvez nem pense. Uma vez transei com um moço parecido com o Aragorn, do Senhor dos Anéis. Nessa época, a traseira estava boa, mas a barriguinha...

De vestido eu me sentia o próprio churrasquinho Jundiaí, com as carnes fartas fincadas na minha coluna vertebral. O que eu fiz pra dar uma disfarçada? Joguei um pedaço de lençol em cima da pança. O cara virou e me disse: “Por que você está escondendo a sua barriga?”. Fiquei com cara de idiota, sem resposta. Situação típica em que a emenda é ridiculamente pior que o soneto. Mas fazer o que? Eu tenho vergonha. Todo mundo tem vergonha. Até hoje eu não sei o que eles pensam de celulite e nunca tive saco de ler as respostas nas revistas femininas. Porque eu sei que todo mundo mente, como eu sempre menti quando um homem me perguntava se o tamanho do pinto influencia no prazer. “Não, claro que não”. Mentira deslavada. Fazer o que...

Mas a loucura é tanta que há uma semana, comecei a sair com um cara legal, que conheci no orkut. Aí, a Santa Paranóia começou a aparecer no altar lá de casa. “Caramba, como vou transar com essa bunda assim?”. E fui correndo comprar uma tal de bermuda anticelulite que prometia acabar com 60% da maldita em 1 mês. Um mês??? Como vou esperar um mês pra fazer sexo com ele? Porque todo mundo sabe que, quanto mais a gente rala e não rola, mais o cara fica com dor no saco e mais ele fica com raiva da gente.

Mas fui usando a bermuda, nesses dias calorentos de primavera, e assando bem as minhas pernas e a pobre “perseguida” que nem tem nada com isso. Domingo passado não teve jeito, ele veio em casa e transamos gostosamente. Ele de cuecas pretas até as coxas. Eu, de calcinha verde de florzinhas e celulite. Não deu nem tempo de acender as velas pra disfarçar, mesmo porque, na hora, juro que esqueci da nóia e invadi cada poro da pele desse homem. E vice-versa.
Gisela Rao
Via Amigos do Freud

Sacrota - Yemen

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui).

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Imagens engraçadas/curiosas - 24/10/2006


Via Knuttz/Ueba

Watchmen - Trailer

Atravessando o canal do Panamá em 75 segundos

O vôo de beija-flores [Inglês]

Tome cuidado quando for mexer no guindaste menino!!!





Isto É Gente - Edição 477


A arte surreal em belas imagens de Hermin Abramovitch.

Maleonn

Revista Info - Edição 272

Bancando o Aleijado

Clique na imagem abaixo e vejam o que as pessoas são capazes de fazer para ganhar um trocadinho sem fazer nada.

A vida de uma abelha rainha, fotografia em macro

10 monumentos que são tocados, beijados ou acariciados, para garatir boa sorte... [em inglês]

50 impressionantes e lindas fotos submarinas

Clique na imagem abaixo e confira.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Imagens engraçadas/curiosas - 22/10/2008

Via Knuttz/Ueba

Revista Isto é - 22 de Outubro de 2008 - Ed n. 2033

Depois e Antes

Até eu com Photoshop fico bonito...

Hotel Design - Setembro 2008


Moto escolar.

Se você tem alguma foto de moto diferente e quiser que eu coloque aqui no blog, basta me enviar: totinhoaju@gmail.com

Conserte a cor dos fios quando a tintura não deu certo

Escureça ou clareie os cabelos sem risco de deixá-los verdes ou ficar careca

São diversas opções de cores que prometem deixar o visual deslumbrante. O problema é quando o resultado final não sai como o esperado: claro demais, escuro demais, o contraste com a pele não fica bom... Pronto, está instalado o desespero.

Posso passar outra tintura por cima? Consigo voltar para minha tonalidade natural? Como eliminar as mechas? Vou danificar os fios? A saraivada de dúvidas metralha seus pensamentos e fica difícil saber como agir. "Mas sempre existe solução, mesmo que seu cabelo tenha ficado verde, um bom profissional dá jeito", afirma a cabeleireira Maria Lucia dos Santos, do espaço Maria Bonita.

Sem dúvida, o melhor de tudo é evitar o problema, prestando atenção na escolha do tom. "A maioria das embalagens oferece um antes e depois, baseado na cor da tintura. Mas é preciso reparar também na cor do seu próprio cabelo, pois ela interfere diretamente nos resultados", afirma a cabeleireira. "Este é o erro que muitas mulheres ainda cometem".

Mas se, mesmo assim, a tonalidade não se encaixou com seu visual, é possível alterar o tom, sem oferecer muitos riscos para os cabelos. "Não aconselho passar duas tinturas no mesmo dia, o melhor é esperar duas semanas e partir para uma cor diferente. Para evitar problemas maiores, converse com uma profissional, ela pode dar a melhor dica de cor, para você não se arriscar novamente".

Problema mesmo enfrenta quem decide voltar para a cor natural dos fios. O processo é bem mais difícil e, provavelmente, só vai acontecer depois de muita paciência. "Voltar para a cor natural dos fios é uma tarefa praticamente impossível, mesmo para uma profissional. Para isso acontecer, é preciso deixar os fios crescerem completamente e ir cortando a parte pintada. Mas existem maneiras de se aproximar da tonalidade da cor natural, mexendo na pigmentação dos cabelos".

Uma das dicas da profissional é optar pelas luzes, que mudam bastante a cor dos cabelos, e podem ser feitas logo após a tintura. "Quando minhas clientes não gostam do resultado final da tintura, sempre sugiro que apliquem luzes por cima já que elas podem ser feitas logo após a tintura e mudam bastante o resultado, podendo escurecer ou clarear os fios, dependendo do desejo de cada uma".

Mas não adianta partir para as mechas, sem pensar na tonalidade que elas vão oferecer. "As mechas também são difíceis de tirar. Escurecê-las é até possível, mas acabar de vez, só cortando aos poucos", diz Maria Lucia dos Santos.

Pintei de preto, e agora?
Um dos maiores problemas ligados à tintura está ligado aos tons mais escuros, eles são bem mais difíceis de serem revertidos, e a descoloração pode se tornar um risco enorme para a beleza e a saúde dos fios. As tinturas mais escuras, na maioria das vezes, precisam passar por um sistema de descoloração para serem eliminadas. Hoje existem produtos e técnicas que oferecem menos riscos, mas o melhor é procurar uma profissional competente, só assim é possível ter garantia de fios saudáveis , diz a cabeleireira.

Fonte Minha Vida

Vai de Pizza BigMac?

Dia Animal no Mundo

Revista Exame - Edição 929


O que cada um possui

Um rico resolve presentear um pobre por seu aniversário e ironicamente manda preparar uma bandeja cheia de lixo e sujeiras.

Na presença de todos, manda entregar o presente, que é recebido com alegria pelo aniversariante. O aniversariante gentilmente agradece e pede que lhe aguarde um instante, pois gostaria de poder retribuir a gentileza.

Joga fora o lixo, lava a bandeja, enche-a de flores, e devolve-a com um cartão, onde diz:

"Cada um dá o que possui."

Assim, não se entristeça com a "ignorância" das pessoas, não perca sua serenidade. A raiva faz mal à saúde, o rancor estraga o fígado e a mágoa envenena o coração. Domine suas reações emotivas. Seja dono de si mesmo. Não jogue lenha no fogo de seu aborrecimento. Não perca sua calma. Pense, antes de falar, e não ceda à sua impulsividade.

"Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra"