sábado, 1 de novembro de 2008

Origem de alguns ditados populares*

JURAR DE PÉS JUNTOS:
- Mãe, eu juro de pés juntos que não fui eu.
A expressão surgiu através das torturas executadas pela Santa Inquisição, as quais o acusado de heresias tinha as mãos e os pés amarrados (juntos) e era torturado para dizer nada além da verdade. Até hoje o termo é usado para expressar a veracidade de algo que uma pessoa diz.
MOTORISTA BARBEIRO:
- Nossa, que cara mais barbeiro!
No século XIX, os barbeiros faziam não somente os serviços de corte de cabelo e barba, mas também, tiravam dentes, cortavam calos, etc, e por não serem profissionais, seus serviços mal feitos geravam marcas. A partir daí, desde o século XV, todo serviço mal feito era atribuído ao barbeiro, pela expressão "coisa de barbeiro". Esse termo veio de Portugal, contudo a associação de "motorista barbeiro", ou seja, um mau motorista, é tipicamente brasileira.
TIRAR O CAVALO DA CHUVA:
- Pode ir tirando seu cavalinho da chuva porque não vou deixar você sair hoje!
No século XIX, quando uma visita iria ser breve, ela deixava o cavalo ao relento em frente à casa do anfitrião e se fosse demorar, colocava o cavalo nos fundos da casa, em um lugar protegido da chuva e do sol. Contudo, o convidado só poderia por o animal protegido da chuva se o anfitrião percebesse que a visita estava boa e dissesse: "pode tirar o cavalo da chuva". Depois disso, a expressão passou a significar a desistência de alguma coisa.
À BEÇA:
- O mesmo que abundantemente, com fartura, de maneira copiosa. A origem do dito é atribuída às qualidades de argumentador do jurista alagoano Gumercindo Bessa, advogado dos acreanos que não queriam que o Território do Acre fosse incorporado ao Estado do Amazonas.
DAR COM OS BURROS N'ÁGUA:
A expressão surgiu no período do Brasil colonial, onde tropeiros que escoavam a produção de ouro, cacau e café, precisavam ir da região Sul à Sudeste sobre burros e mulas. O fato era que muitas vezes esses burros, devido à falta de estradas adequadas, passavam por caminhos muito difíceis e regiões alagadas, onde os burros morriam afogados. Daí em diante o termo passou a ser usado para se referir a alguém que faz um grande esforço para conseguir algum feito e não consegue ter sucesso naquilo.
GUARDAR A SETE CHAVES:
No século XIII, os reis de Portugal adotavam um sistema de arquivamento de jóias e documentos importantes da corte através de um baú que possuía quatro fechaduras, sendo que cada chave era distribuída a um alto funcionário do reino.
Portanto eram apenas quatro chaves. O número sete passou a ser utilizado devido ao valor místico atribuído a ele, desde a época das religiões primitivas. A partir daí começou-se a utilizar o termo "guardar a sete chaves" para designar algo muito bem guardado.
ONDE JUDAS PERDEU AS BOTAS:
Existe uma história não comprovada, de que após trair Jesus, Judas enforcou-se em uma árvore sem nada nos pés, já que havia posto o dinheiro que ganhou por entregar Jesus dentro de suas botas. Quando os soldados viram que Judas estava sem as botas, saíram em busca delas e do dinheiro da traição. Nunca ninguém ficou sabendo se acharam as botas de Judas. A partir daí surgiu à expressão, usada para designar um lugar distante, desconhecido e inacessível.
PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA:
A história mais aceitável para explicar a origem do termo é proveniente das tradições hebraicas, onde os bezerros eram sacrificados para Deus como forma de redenção de pecados.
Um filho do rei Absalão tinha grande apego a uma bezerra que foi sacrificada. Assim, após o animal morrer, ele ficou se lamentando e pensando na morte da bezerra. Após alguns meses o garoto morreu.
PARA INGLÊS VER:
A expressão surgiu por volta de 1830, quando a Inglaterra exigiu que o Brasil aprovasse leis que impedissem o tráfico de escravos. No entanto, todos sabiam que essas leis não seriam cumpridas, assim, essas leis eram criadas apenas "para inglês ver". Daí surgiu o termo.
RASGAR SEDA:
A expressão que é utilizada quando alguém elogia grandemente outra pessoa, surgiu através da peça de teatro do teatrólogo Luís Carlos Martins Pena. Na peça, um vendedor de tecidos usa o pretexto de sua profissão para cortejar uma moça e começa a elogiar exageradamente sua beleza, até que a moça percebe a intenção do rapaz e diz: "Não rasgue a seda, que se esfiapa."
O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER:
Em 1647, em Nimes, na França, na universidade local, o doutor Vicent de Paul D`Argenrt fez o primeiro transplante de córnea em um aldeão de nome Angel.
Foi um sucesso da medicina da época, menos para Angel, que assim que passou a enxergar ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imagina era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou para a história como o cego que não quis ver.
ANDA À TOA:
Toa é a corda com que uma embarcação reboca a outra. Um navio que está à toa é o que não tem leme nem rumo, indo para onde o navio que o reboca determinar.
QUEM NÃO TEM CÃO CAÇA COM GATO:
Na verdade, a expressão, com o passar dos anos, se adulterou. Inicialmente se dizia quem não tem cão caça como gato, ou seja, se Esgueirando, astutamente, traiçoeiramente, como fazem os gatos.
DA PÁ VIRADA:
Mas a origem da palavra é em relação ao instrumento, a pá. Quando a pá está virada para baixo, voltada para o solo, está inútil, abandonada decorrentemente pelo homem vagabundo, irresponsável, parasita.
NHENHENHÉM:
Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, eles não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer ``nhen-nhen-nhen``.
VAI TOMAR BANHO:
Em "Casa Grande & Senzala", Gilberto Freyre analisa os hábitos de higiene dos índios versus os do colonizador português. Depois das Cruzadas, como corolário dos contatos comerciais, o europeu se contagiou de sífilis e de outras doenças transmissíveis e desenvolveu medo ao banho e horror à nudez, o que muito agradou à Igreja. Ora, o índio não conhecia a sífilis e se lavava da cabeça aos pés nos banhos de rio, além de usar folhas de árvore para limpar os bebês e lavar no rio as redes nas quais dormiam. Ora, o cheiro exalado pelo corpo dos portugueses, abafado em roupas que não eram
trocadas com freqüência e raramente lavadas, aliado à falta de banho, causava repugnância aos índios. Então os índios, quando estavam fartos de receber ordens dos portugueses, mandavam que fossem "tomar banho".
ELES QUE SÃO BRANCOS QUE SE ENTENDAM:
Esta foi das primeiras punições impostas aos racistas, ainda no século XVIII. Um mulato, capitão de regimento, teve uma discussão com um de seus comandados e queixou-se a seu superior, um oficial português. O capitão reivindicava a punição do soldado que o desrespeitara. Como resposta, ouviu do português a seguinte frase: "Vocês que são pardos, que se entendam". O oficial ficou indignado e recorreu à instância superior, na pessoa de dom Luís de Vasconcelos (1742-1807), 12° vice-rei do Brasil. Ao tomar conhecimento dos fatos, dom Luís mandou prender o oficial português que estranhou a atitude do vice-rei. Mas, dom Luís se explicou: Nós somos brancos, cá nos entendemos.
DAR COM O PAU:
O substantivo "pau" figura em várias expressões brasileiras. Esta expressão teve origem nos navios negreiros. Os negros capturados preferiam morrer durante a travessia e, para isso, deixavam de comer. Então, criou-se o "pau de comer" que era atravessado na boca dos escravos e os marinheiros jogavam sapa e angu para o estômago dos infelizes, a dar com o pau. O povo incorporou a expressão.
ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA:
Um de seus primeiros registros literário foi feito pelo escritor latino Ovídio (43 a.C.-18 d.C), autor de célebres livros como A arte de amar e Metamorfoses, que foi exilado sem que soubesse o motivo. Escreveu o poeta:
"A água mole cava a pedra dura". É tradição das culturas dos países em que a escrita não é muito difundida formar rimas nesse tipo de frase para que sua memorização seja facilitada. Foi o que fizeram com o provérbio portugueses e brasileiros.
*Recebi por E-mail.

XXIV - ENCONTRO NACIONAL DE COROS DE SERGIPE - ARACAJU

Meu Amigo Waldemar Neto que canta no Coral da Petrobras, está participando deste evento que está acontecendo no Teatro Tobias Barreto, aqui em Aracaju e tirou algumas fotografias. Clique na imagem abaixo e confira. Se você esteve por lá também, tirou alguma foto e queira compartilhar, me envie que acrescento.

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Conhecer os sintomas do infarto é essencial para evitar o pior

Dor no peito, náuseas e formigamento estão entre os sinais que seu corpo dá

Dores no peito, formigamento no braço e aperto na garganta são alguns dos sintomas de um dos problemas de saúde mais comuns no Brasil, hoje em dia: cerca de 300 mil pessoas sofrem um infarto, anualmente, segundo dados da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo. O problema surge quando existe uma artéria contraída ou obstruída, parcial ou totalmente. Como o músculo cardíaco requer um constante abastecimento de sangue rico em oxigênio para se nutrir, as artérias coronarianas proporcionam ao coração essa fonte de abastecimento. Se algo dá errado, o infarto (ou ataque do coração) acontece.

Os riscos são grandes e aproximadamente 50% dos casos terminam em morte súbita. Conhecer os sintomas de um infarto e procurar ajuda é muito importante para garantir sucesso no tratamento e evitar a morte súbita afirma a cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein, Denise Hachul.

O problema está em separar esses sintomas para não entrar em pânico à toa. Os verdadeiros sintomas de infarto são dor ou aperto no peito; irradiação para pescoço ou dorso; sensação de sufocação ou aperto na garganta; dor, peso ou formigamento no braço especialmente esquerdo; náuseas, sudorese e, menos freqüentemente, palpitações, tontura e desmaio. São eles que precisam ser levados a sério , diz a cardiologista.

Mas nada de desespero, a cardiologista também explica que nem tudo que sentimos, mesmo que ligados aos verdadeiros sintomas do infarto, representa um risco para saúde. Nem toda dor no peito acontece por conta do infarto do miocárdio. No entanto, se o indivíduo for portador de fatores de risco como hipertensão, diabetes, tabagismo e colesterol desequilibrado, ele deve permanecer alerta aos sintomas".

Se houver fatores de risco, qualquer sinal deve ser levado em consideração. No caso de dores no peito desencadeadas durante esforços ou emoções ou acordar à noite com um dos sintomas descritos acima, o indivíduo deve imediatamente procurar ajuda médica para realizar exames .

É importante ressaltar que os sintomas só podem ser realmente diagnosticados quando existem exames específicos para isso. Pacientes saudáveis que não apresentam fatores de risco às vezes podem ter dor no peito, que pode ser provocada por alterações osteo-articulares ou musculares, esofágicas ou gástricas, sem nenhuma correlação com o coração. Mas somente avaliação médica com eletrocardiograma e exames laboratoriais pode identificar a causa das dores ou das insuficiências .

O ideal é se precaver desse mal, e para isso, basta alguns cuidados bem simples, como deixar o sedentarismo e o tabagismo bem longe de você. Mas, mesmo tomando esses cuidados, busque ajuda sempre que sentir necessidade. A rapidez no atendimento faz toda a diferença em reação ao sucesso do tratamento , diz a cardiologista do hospital Israelita Albert Einstein Denise Hachul.

Porque isso acontece?
Os sintomas são um sinal do corpo que avisam que algo não vai bem e isso acontece em diversas ocasiões. No caso do infarto do miocárdio, as dores surgem pela falta de oxigênio no coração. A dores que caracterizam o infarto acontecem pela interrupção do sangue, que não consegue chegar de maneira adequada ao coração, isso ataca alguns pontos nervosos do corpo. É a irradiação da própria dor que causa os principais sintomas, como o formigamento ou peso nos braços, a dor no peito e o aperto na garganta , diz a cardiologista.
Fonte Minha Vida

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Imagens engraçadas/curiosas - 30/10/2008


Via Knuttz/Ueba

Revista Isto é Dinheiro - 29/Outubro/2008 - Edição n. 578


Revista Isto é - 29/Outubro/2008 - Edição n. 2034


Seal - Soul 2008

O novo álbum do cantor Seal é uma coleção de versões de clássicos do estilo musical que dá nome a sua nova produção, Soul. Entre as 11 músicas incluídas estão I ve Been Loving You For Too Long (Otis Redding), Here I Am (Al Green), e If You Don't Know Me By Now (Harold Melvin and the Blue Notes).

Urso dançarino se recupera após ser abandonado por circo no Ceará

Dimas sobe em mesa todos os dias e age como se estivesse dançando.
Segundo Ibama, ele teve as garras dianteiras retiradas e dentes extraídos.

Urso foi abandonado por circo às margens de rodovia, em Sobral
(Foto: Divulgação/Zoológico de Canindé)

O urso “Dimas”, encontrado há duas semanas abandonado às margens da BR-222, em Sobral (CE), se recupera bem no Zoológico de Canindé (CE). Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o animal foi encontrado por moradores de Sobral depois de ser abandonado pelo circo em que se apresentava, provavelmente como dançarino. O urso tinha uma lesão em um dos olhos e estava há dias sem se alimentar adequadamente.

De acordo com a equipe do Ibama que recolheu o urso, ele teve todas as garras dianteiras retiradas quando ainda era filhote e seus dentes extraídos, restando apenas os molares. O animal também tinha uma corrente apertada no pescoço, que foi removida pelos veterinários e biólogos que o atenderam.

Dimas está provisoriamente no Zoológico de Canindé, que é administrado pela paróquia da cidade.
Urso tem comportamento repetitivo diariamente, como se dançasse
(Foto: Divulgação/Zoológico de Canindé)

Segundo Alecsandra Tassoni, bióloga do zoológico, o animal apresenta, diariamente, um comportamento repetitivo. “Todos os dias ele sobe em uma mesa que colocamos dentro do ambiente onde está provisoriamente e age como se estivesse dançando. Parece que era isso o que ele fazia no circo e é como se ele estivesse acostumado”, diz.

A confirmação de que o urso ganhará um recinto adequado no zoológico deve chegar na próxima semana. Caso contrário, o urso deverá ser transferido.

“Estamos torcendo para que ele possa ficar, porque está se recuperando muito bem. Ele já se alimenta normalmente e vamos conseguir corrigir a lesão em seu olho, o que significa que ele voltará a enxergar normalmente”, diz Alecsandra.
Fonte G1

Show sobre motos.

Gazeta Mercantil em PDF, Quinta, 30 de Outubro de 2008


Praia da Rocha - Portimão - Algarve - Portugal

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui).

Tudo volta para você - Comercial legal da WWF

Super Interessante - Novembro/2008 - Edição n. 258

Portugal no topo da tecnologia





Galinha adota cães abandonados

O Instituto Materno dos Animais não deixa de surpreender. Em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, uma galinha adotou sete cãezinhos abandonados. Ela mostrou que o amor não tem espécie.

Revista Viva Mais - 24/Outubro/2008 - Edição n. 473


Revista Isto é Gente - 20/Outubro/2008 - Ed. n. 476


quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Praia do Saco

Dei uma esticada até a Praia do Saco em Estância e tirei algumas fotos. A construção da ponte Jornalista Joel Silveira está a todo vapor e na praia do saco a maré continua a derrubar casas e levar tudo em seu caminho.
Clique na imagem abaixo e confira as fotos.

Imagens engraçadas/curiosas - 29/10/2008


Via Knuttz/Ueba

Consumidor encontra bicho em lata de pêssego em calda em SC

Segundo Vigilância Sanitária, produto passará por análise fiscal.
Cliente já havia consumido doce quando mulher achou animal.
Um consumidor encontrou um animal dentro de uma lata de pêssego em calda na segunda-feira (27), em Florianópolis. “Abri a lata e consumi normalmente. Em seguida, quando minha mulher foi pegar uma porção, ela percebeu que o bicho estava entre os pêssegos em calda”, afirma Davi André Lopes de Souza.

“É um anfíbio, provavelmente uma perereca”, diz a bióloga Olívia Araújo, da Universidade Paulista de São Paulo. A bióloga fez a análise baseada na foto enviada pelo G1. “Pelo formato da cabeça e do comprimento dos membros traseiros é uma perereca. No entanto, como não conseguimos visualizar as ventosas entre os dedos pela foto, por isso não dá para afirmar que é uma perereca.”

De acordo com Souza, sua mulher ficou horrorizada com a presença do animal. Ele se queixou para a empresa e para a Vigilância Sanitária de Florianópolis.

Segundo a assessoria de imprensa da Vigilância Sanitária, após a denúncia, foi realizada uma ação para interromper as vendas do lote do produto em que foi encontrado o animal. O material passará por análise fiscal, de acordo com a assessoria.
Fonte G1

Quebrando o Recorde Mundial - Colocando Baratas vivas na boca

Só acreditei porque assisti o vídeo. Impressionante o que as pesoas são capazes de fazer.
Se tiver estômago, clique na imagem abaixo e assista ao vídeo!!!

Nova internação de Amy Winehouse - Fotos

Não sei o que dizer dessas fotos. Incrível o que a drogas fazem a uma pessoa. Lamentável.

Pearl Harbor - 7 de dezembro de 1941 - 2ª Guerra Mundial

As fotos estavam armazenadas numa velha câmera Brownie, desde 1941 e foram encontradas no armário de um marinheiro que serviu no USS Quapaw. A qualidade das fotos é surpreendente e o valor histórico inestimável, pois foram tiradas durante o ataque a Pearl Harbour.


Recebi por e-mail e não sei se são verdadeiras as informações. De qualquer forma, as imagens valem a pena serem vistas. Basta clicar na imagem acima.
Gostou??? Comente!!! Não gostou??? Comente também...

Velório de rico




As bonecas sombrias de Stephanie Alice Rogers.

Clique na imagem abaixo e veja que trabalho sensacional.

Aviões de combate

Surpreendente galeria de estereogramas! Com duas Nikons geminadas o carinha consegue dar um efeito tridimensional às fotos.

Clique na imagem para ver toda a galeria. muito legal!!!

BedTimes Stories - Trailer

Falha no Morteiro (Acidente mortal)

Belezas do micromundo. Saiu o resultado do concurso Nikon Small World.

Clique na imaem e veja que beleza.