sábado, 3 de janeiro de 2009

Robbie Maddison - Arco do Triunfo!

Como eu gostaria de ter visto isso ao vivo e a cores......

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

The Music They Made, uma colagem feita com músicas de artistas que morreram este ano

Impressões na neve

Fome da madrugada é tratada como transtorno alimentar

Mal causa desequilíbrios no sono e no apetite, mas pouca gente busca ajuda

Acordar altas horas da madrugada e correr para atacar a geladeira. Sentir água na boca no meio da noite. Perder horas de sono pensando em um saboroso brigadeiro. Não conseguir pegar no sono antes de beliscar um delicioso quitute. Alguma dessas situações é familiar para você? Então é melhor começar a prestar atenção em como anda seu sono e seu humor.

Atitudes que parecem inofensivas não só põem o regime a perder como podem estar relacionadas com problemas que vão muito além da perda de peso. O mal, descoberto em 1955 e conhecido como a Síndrome da Fome Noturna, precisa de tratamento e merece uma atenção especial.

O grupo de risco é enorme e atinge homens e mulheres entre 20 e 30 anos, mas é entre as pacientes do sexo feminino que os estragos são maiores. "A fome (3988) da madrugada é considerada um transtorno alimentar quando combinada ao desequilíbrio do sono e do humor. Geralmente, eles são causados por stress e disfunções de substâncias secretadas no cérebro: a leptina e a melatonina", afirma a nutricionista do Instituto Saúde Plena, Daniela Cyrulin. A leptina age no centro de fome e saciedade, já a melatonina é responsável pela manutenção do sono.

Sem marcar hora, a fome aparece no meio da noite (entre 20h e 6 horas da manhã) e não deixa que sono continue. "A vontade de comer é tanta que é impossível não levantar da cama, passo horas tentando pegar no sono e evitando ir até a cozinha, mas sempre acabo cedendo. Eu sei que não estou com fome, e sim com vontade de comer. Mesmo assim, não consigo evitar", diz a professora de literatura Margarida de Oliveira.

Mas, nada de pânico. A situação pode ser facilmente ajustada quando um especialista entra em ação. "Terapia, exercícios e, em último caso, os remédios para diminuir a ansiedade são empregados no tratamento. O problema é que as pessoas não reconhecem isso como uma síndrome e acabam deixando a situação se prolongar por anos", diz a nutricionista.

No regime
A síndrome oferece diversos riscos para a saúde e para o regime. "A doença é considerada inimiga das dietas (3727), podendo até mesmo levar a obesidade, já que as pessoas acometidas por esta síndrome consomem muitas calorias durante a noite (cerca de 50% do total de calorias que são consumidas durante todo o dia) e comem principalmente alimentos como frituras e doces, muito calóricos. Assim, os riscos de adquirir diversas doenças ligadas à má alimentação, como gastrite, também crescem".

O principal problema que envolve a fome da madrugada está relacionado com o desconhecimento dela. "Quando a pessoa não percebe que está enfrentando um problema de saúde ela deixa a síndrome virar um ciclo vicioso, causando falta de fome pela manhã, longos períodos de jejum durante o dia, falta de energia e alterações de humor. Tudo isso contribui ainda mais para a fome no meio da noite",explica Daniela Cyrulin.

Solução
Procurar ajuda nos primeiros sinais de fome no meio da madrugada é a melhor solução para evitar doenças e ainda colaborar com o regime. "Recomendo às pessoas que sofrem com esta síndrome o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, ou seja, médico, terapeuta e nutricionista. A evolução do tratamento depende da reeducação alimentar e de mudanças de comportamento", finaliza a nutricionista.
Fonte Minha Vida

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Roupas de porcelana

Clique na imagem para detalhes

Fotografias congeladas


Verme bizarro

2008 em fotografias

Sebastian's Voodoo

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Imagens engraçadas/curiosas - 29/12/200


Via Knuttz/Ueba

Gato inútil








Revista Corpo a Corpo Edição 239 -Novembro 2008

História de Portugal em 7 minutos e 17 segundos

SCI-FI - Edição 128 - Outubro 2008

Invisível

O maior avião controle remoto do mundo

17 exemplos de origamis *muito* bonitos

Um museu online dedicado à cérebros anatomicamente perfeitos, mas feitos em tecido

F1 Jaarclip 2008

Revista Veja - Edição n. 2093 - 31 de Dezembro de 2008 - Retrospectiva 2008


Só de olhar as veias entopem

Clique e confira. Por sua conta e risco....eheheheh

SET - Ed. 256 - Outubro 2008

15 impressionantes fotógrafos submarinos

Revista Isto é - 24/Dezembro/2008 - Edição n. 2042

DJ Earworm - United State of Pop 2008 (Viva La Pop)

Revista Istoé Dinheiro - 24/Dezembro/2008 - Edição n. 586


domingo, 28 de dezembro de 2008

SCI-FI - Setembro 2008

Limpeza Alternativa*

A Terra está poluída. O ar, a água, o solo e, conseqüentemente, os alimentos estão contaminados pelos efeitos nefastos das ações humanas, que vão desequilibrando o ambiente.

Precisamos reverter este quadro, pensando, com responsabilidade, nas nossas escolhas e ações. Vivemos numa nave única, um planeta que já dá mostras evidentes de que, diante de tantas agressões, o equilíbrio torna-se mais difícil a cada momento. Precisamos, então, de repensar, refletir e reorientar as nossas escolhas.

Uma fonte importante de poluição ambiental, que afeta tanto a nossa saúde como a saúde do planeta, é a escolha do que usamos para limpar a nossa casa. Na sua maioria, os produtos de limpeza são fabricados com substâncias derivadas da indústria petroquímica, reconhecidamente uma das maiores fontes de poluição das águas e da atmosfera. Os líquidos coloridos e perfumados escondem vários componentes nocivos.

Será que precisamos mesmo desses produtos? Por que não utilizar soluções mais naturais e econômicas? Depende de nós diminuirmos a quantidade de elementos tóxicos que chegam às águas, ao ar e ao solo da Terra, através dos ralos das nossas cozinhas e casas de banho, e também do ar da nossa própria casa. A cada dia chegam ao mercado produtos de limpeza mais fortes e teoricamente mais eficientes, mas que são fontes de desequilíbrio, e de doença, para o organismo humano e para o planeta.

A Agência de Proteção ao Meio Ambiente dos Estados Unidos afirma, em relatório, que a poluição do ar interior das casas é um dos problemas de saúde ambientais mais importantes do país. A maioria das casas possui uma concentração por aérea de substâncias químicas nocivas de 2 a 70 vezes mais alta do que os ambientes externos, porque os produtos de limpeza e de higiene libertam vapores tóxicos quando são usados. Foram detectadas 150 substâncias químicas nas casas, com as quais as pessoas entram em contacto sem os cuidados e a proteção dos laboratórios (luvas, máscaras, óculos, etc.), já que são as mesmas substâncias químicas manuseadas em laboratórios. E este quadro é o mesmo no Brasil.

Por isso, quando pensar em limpar a casa, pense também na saúde do seu corpo e do planeta, escolhendo produtos simples e naturais, que não aumentem ainda mais a poluição existente. Assim podemos limpar não apenas a nossa casa, mas também ajudar a limpar o planeta.

Soluções Alternativas:

Limpar Tudo: Solução de quatro colheres de sopa de bicarbonato de sódio num litro de água morna. Adicionar uma colher de sopa de vinagre branco, ou sumo de limão, para dissolver a gordura.
Desentupir a pia: Dissolver no ralo um punhado de bicarbonato de sódio, algumas colheres de vinagre branco e água a ferver.
Limpar o forno: Misturar bicarbonato de sódio, sal, água quente e vinagre, e passar com uma esponja. Remover com um pano.
Limpar os vidros: Passar uma solução com água e vinagre, e depois usar jornal para dar brilho.
Desodorizante de ambiente: quatro colheres de sopa de vinagre num pratinho colocado sob um móvel. As plantas também funcionam como ótimos purificadores do ar.
Para encerar: Misturar uma parte de óleo vegetal, como a linhaça, com outra parte de sumo de limão ou vinagre, e aplicar com uma flanela.
Para limpar carpetes: Fazer uma solução de água com vinagre branco.
Para lustrar móveis: Fazer uma solução de uma parte de sumo de limão e duas partes de óleo vegetal. Dar brilho com uma flanela.
Desinfetante sanitário: Misturar bicarbonato de sódio com vinagre.
Limpar pratas: Mergulhar o objeto num recipiente com água morna, uma colher de chá de bicarbonato de sódio e uma colher de sal. Dar brilho com um pano macio.
Limpar cobre: Esfregar uma mistura de limão e sal, lavar e secar com um pano bem limpo.
Limpar bronze: O sumo de limão clareia qualquer peça de bronze, que deve ser enxaguada em seguida.
Limpar objetos dourados: Utilizar, esfregando, limão ou uma mistura de água e vinagre em partes iguais.
Limpar objetos de latão: Polir as peças com molho inglês e, para conservar o brilho, esfregar azeite.
Limpar fórmica: Para tirar manchas de tinta esferográfica, e deixar a fórmica limpa, esfregar com álcool ou com uma solução de água com vinagre.
Espantar moscas e mosquitos: Folhas de louro, eucalipto e manjericão, maceradas em água ou espalhadas pelo ambiente.
Evitar traças: Usar cânfora, em vez de naftalina. É tão eficiente e menos tóxica.
Afastar pulgas: Lavar os animais de estimação com água e sabonete (de preferência, feito com óleo de nem, que possui uma ação repelente sem ser tóxica). Enxugar. Aplicar a seguinte solução para manter as pulgas à distância: duas colheres de sopa de alecrim fervidas num litro de água. Espalhar também pela casa folhas de erva-de-santa-maria e poejo.
Afastar os parasitas das plantas: Colocar no liquidificador três cebolas, uma cabeça de alho, duas pimentas-malagueta e uma colher de sabão em barra. Bater com meio litro de água e espalhar esta mistura nas plantas. Pode-se também colocar alguns dentes de alho num pouco de água (se possível, de chuva) e deixar impregnar por cerca de dez dias. Usar, então, em um spray, para pulverizar as plantas.
Amaciador de roupa: Ao enxaguar a roupa, colocar meio copo de vinagre branco na última água. Além de amaciar, o vinagre realça as cores e impede que manchem.
Pasta de limpeza: Em vez de desperdiçar os restos de sabão (de preferência, biodegradável), reaproveite-os numa excelente pasta de limpeza. Basta deixar os restos de sabão de molho num pouco de água (o necessário para formar uma pasta) e, depois, misturar uma colher de vinagre e duas colheres de açúcar. Está pronta a sua pasta de limpeza!
Adubo natural: Um verdadeiro adubo para as plantas pode ser obtido com substâncias normalmente desprezadas e desperdiçadas. A água onde cozinha as batatas (sem sal e fria), a água da lavagem do arroz, os restos de chá preto, borra do café - tudo isso funciona como um excelente adubo. Da mesma maneira, as cascas de batata e de cenoura podem ser colocadas diretamente nos vasos para ajudar o desenvolvimento das plantas.
Passar bem: Produtos que facilitam a passagem de roupa contêm, geralmente, muitas substâncias tóxicas e perigosas. A solução feita com uma colher de sopa de polvilho dissolvida num litro de água cumpre o mesmo objetivo, ao ser aplicado nas roupas a serem passadas, sem poluir.
Pesticida natural: Ferver folhas de ruibarbo, durante meia hora, em quatro litros de água. Acrescentar uma colher de chá de sabão de coco, para a mistura aderir às folhas e expulsar os pulgões.
Tira cheiros: Numa divisão recém-pintada, o cheiro da tinta fresca desaparecerá mais depressa se deixar no ambiente uma bacia cheia de água com algumas rodelas de cebola ou folhas de laranjeira.
Tirar 'ruído': Se a porta estiver a ranger, fazer uma mistura de raspa de grafite (ponta de lápis) e algumas gotas de óleo de cozinha. Colocar aos poucos nas dobradiças, fazendo um movimento de abrir e fechar a porta, para que a mistura penetre bem nas dobradiças.
Tirar manchas: Manchas de gordura são retiradas com uma mistura de água quente com sabão e umas gotas de detergente (de preferência, biodegradável). Lavar e, se restar algum vestígio, polvilhar talco e deixar por algumas horas; esfregar um pedaço de cebola também resolve. Manchas de frutas e doces desaparecem com álcool ou vinagre branco, e manchas de tinta de escrever devem ser lavadas com leite. Na falta do leite, também pode ser usado um punhado de sal umedecido com limão e colocado sobre a mancha, lavando-se em seguida. Manchas de café desaparecem esfregando imediatamente, e com paciência, uma pedrinha de gelo até que a mancha suma.
Tirar umidade: Colocar um recipiente com pedaços de carvão no fundo dos armários, ou então pendurar pedaços de giz. Sempre com o cuidado de não sujar as roupas.
Fórmula mágica: A velha combinação de água quente e sabão (de preferência, biodegradável) continuam a ser o melhor detergente. Limpa pisos de cerâmica, ladrilhos e azulejos, tira manchas de parede e a gordura das superfícies. E, melhor ainda, não ajuda a poluir a Terra.
*Recebi por E-mail.

El campo en lienzo por Robert Ducan.

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui).

Corpos Pintados

Os Nonatos - O planeta movido a internet

Rochas de chapada do Ceará contam lenda de amor proibido

Pedras impressionam pela semelhança com animais e figuras humanas.
Novecentos metros acima do nível do mar, formação das rochas é diferente.

A beleza natural das rochas e montanhas da Chapada de Ibiapaba, no Ceará, atrai turistas e moradores da região por seus mistérios e lendas. Em Guaraciaba do Norte (CE), as pedras impressionam pela semelhança com animais e figuras humanas talhadas com o passar dos anos.

Veja o site do Via Brasil

Já na cidade de Tianguá (CE), as formações rochosas são encontradas dentro da cidade e, segundo estudiosos, a área representa um pouco da história da região.“Essa região foi muito usada, há algumas décadas, dentro de um corredor onde os caçadores atuavam. Eles usavam o local para se reabastecer com seus animais”, afirma Amaury Pinto, professor de história.

Por estar cerca de 900 metros acima do nível do mar, as rochas do planalto do Ibiapaba são diferentes de outras formações rochosas do Ceará. “A grande maioria das pedras do estado tem formação cristalina e, em Ibiapaba, elas têm formação sedimentar, ou seja, as rochas são formadas em camadas sobrepostas umas às outras”, diz o geólogo Cláudio Souza.

Em Viçosa do Ceará (CE), as pedras do chamado Castelo de Pedras, segundo a lenda local, representam letras que contam a história de um amor proibido. “Segundo a lenda, o local já foi um povoado indígena e, no processo de catequização, quando os jesuítas aqui vieram, um deles teria se apaixonado por uma índia. Eles tiveram um romance proibido e Deus, em forma de castigo, desceu sobre o local e transformou tudo em pedras “, afirma a educadora ambiental Francivan Vieira.
Fonte G1

Era só o que faltava





E não é que prenderam o Papai Noel...