sexta-feira, 3 de abril de 2009

Imagens engraçadas/curiosas - 03/04/2009


Via Knuttz/Ueba

La vie en rose = Olga Maria Ramos

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui)

Ápice dos protestos do G20

Além de adoçar, o mel combate infecções e melhora a digestão

Só não vale aquecer no microondas ou ele perde a ação nutritiva

Quando a tosse incomoda, você logo apela para umas colheradas de mel. Mas as propriedades deste líquido açucarado vão muito além do combate à gripe e a problemas respiratórios, segundo a nutricionista Flávia Morais, da rede Mundo Verde. "Além de adoçar os alimentos, o mel é fonte de muitos nutrientes. Por isso, é um ótimo substituto para açúcar", afirma a especialista. "Trata-se de um alimento de alta qualidade e energético. Fonte de flavonóides, proteínas, ácidos, vitaminas e enzimas tem ação imunológica, analgésica, anti-bactericida, antiinflamatória e funciona como laxante natural".

E será que você tem tirado proveito de tudo isso da melhor maneira? Confira a seguir algumas dicas e deixe sua dieta mais saborosa e nutritiva.

Dor de garganta
Quando o pigarro incomoda e fica difícil, não demore a tomar umas colheradas de mel. A nutricionista do Mundo Verde afirma que ele contém substâncias como a inibina, de ação bactericida. "Ela impede o crescimento de bactérias que causam problemas respiratórios e de garganta, além de ter ação antifúngica", diz.

Mais saudável do que o açúcar
O açúcar branco é fonte de calorias (avaliação de peso) vazias e não oferece nenhum nutriente ao organismo, além da glicose. Já o mel é fonte de fitoquímicos, vitaminas e minerais, ou sejam ele adoça e nutre ao mesmo tempo.

Mel no microondas
O mel não pode ir ao microondas. Segundo a nutricionista, se ele for aquecido acima de 40º C, ele perde seu potencial nutritivo. Caso a bebida cristalize, coloque em banho-maria ou sob o sol para torná-lo líquido novamente.

Duas colheres bastam
Para usufruir de todos os benéficos do mel, não precisa exagerar. Duas colheres de sobremesa, ao dia, são suficientes. As crianças a partir de um ano podem consumir o alimento sem risco de alergia.

Digestão mais potente
O mel tem função pré-biótica, favorecendo o crescimento da microbiota intestinal. Isso melhora o funcionamento do intestino e a absorção de nutrientes.

Cobertura para torradas
Indo ao forno, o mel perde suas propriedades nutricionais. Então, em vez de usá-lo nas receitas, pense no alimento como substituto do açúcar na hora de adoçar chás. Frutas, torradas, pães e tapiocas também ficam uma delícia com algumas gotas de mel acompanhando.

O mel e as cáries
Apesar da ação de combate às bactérias, o mel pode servir de alimento para os microorganismos que causam a cárie (como acontece com qualquer alimento fonte de carboidratos).

Diabetes, um risco
O mel é fonte de carboidratos simples e de alto índice glicêmico, portanto pessoas com diabetes devem evitá-lo (sob o risco de descontrolar as taxas de açúcar no sangue). Mas ele é mais bem aceito pelo organismo do que o açúcar. "Isso porque 40% da composição do mel é frutose, o açúcar natural das frutas, bem menos prejudicial", afirma a nutricionista Vivian Goldberger, do Emagrecentro

Coração saudável
A nutricionista do Mundo Verde cita um estudo recente, que aponta o mel como um agente que protege o organismo contra a doença coronária. "Entretanto o uso deve ser moderado para evitar a obesidade", ressalta Flávia. "O mel tem o poder de revitalizar artérias e veias, reduz os níveis de colesterol sanguíneo pelo seu poder antioxidante", a especialista do Emagrecentro.
Fonte Minha Vida

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 03 de Abril de 2009

As 20 maiores economias do mundo - representadas por 19 países desenvolvidos e emergentes e pela União Europeia - confirmaram ontem um pacote de US$ 1,1 trilhão para irrigar a economia mundial. Os líderes do G-20 prometeram triplicar o capital do Fundo Monetário Internacional (FMI) de US$ 250 bilhões para US$ 750 bilhões, com o aporte imediato de US$ 250 bilhões pelos países-membros e mais US$ 250 bilhões em Direitos Especiais de Saque (SDR, na sigla em inglês), equivalente à emissão de uma moeda, para reforçar as reservas dos países necessitados.

Para chegar a US$ 1,1 trilhão, o FMI vai captar mais US$ 500 bilhões em Novos Arranjos para Empréstimos (NAB, na sigla em inglês) de países-membros e instituições. Outros US$ 100 bilhões deverão vir de captações no mercado, que ficarão disponíveis para os bancos multilaterais de desenvolvimento. Além disso, o FMI também poderá vender parte de seu ouro para emprestar US$ 6 bilhões a países pobres.

No comunicado final do encontro realizado em Londres, os líderes do G-20 comprometeram-se a tentar superar a crise global até o fim de 2010. Até lá, a soma de programas de estímulo, isenções fiscais, emissão de moedas e de títulos já anunciados e ainda previstos vai chegar a US$ 5 trilhões. Os chefes de Estado e de governo também concordaram em aprimorar a regulamentação do sistema financeiro, inclusive para fundos de hedge; obrigar os paraísos fiscais a dar informações; reformar as instituições multilaterais, dando poder de voto a países emergentes; evitar medidas protecionistas e retomar a Rodada Doha; e aumentar a ajuda aos países pobres.

Formato: PDF
Tamanho: 18.8 Mb

Brincando com fogo

Imaginem o consumo do caminhãozinho...

Clique na imagem para ampliar








Cão se enrola no próprio pelo e acaba 'careca'

Grupo de animais considerou o caso uma forma cruel de negligência.
'É o pior caso desse tipo de negligência que eu já vi', disse porta-voz.

Uma equipe da RSPCA (entidade de proteção de animais) recebeu uma chamada um pouco inusitada na Austrália: o cão Tilly, um maltês terrier de dois anos, conseguiu ficar preso no próprio pelo, de acordo com reportagem do portal australiano "Perth Now".
Cachorro enrolado no próprio pelo.
(Foto: Reprodução/PerthNow)


O porta-voz da RSPCA, Richard Barry, considerou o caso uma forma cruel de negligência. O cachorro foi resgatado pelos agentes na última terça-feira. "É o pior caso desse tipo de negligência que eu já vi", afirmou Barry.

A RSPCA precisou praticamente raspar todo pelo de Tilly, que estava todo emaranhado quando a entidade chegou para resgatá-lo. Nas fotos, é possível ver como o cão ficou irreconhecível após ter o pelo cortado.
Cão ficou irreconhecível após ter o pelo cortado.
(Foto: Reprodução/PerthNow)

Fonte G1

kite surfing - O Melhor de Jeremie Tronet

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Imagens engraçadas/curiosas - 02/04/2009


Via Knuttz/Ueba

Vacas pegando um bronze na praia


Alivie a dor de estômago ao exagerar nas refeições

Conheça o que realmente funciona acabar com a queimação.

Às vezes, o sabor da comida não dá chance para a moderação: é tudo tão gostoso, que você exagera e... ui! Coitado do seu estômago para dar conta da digestão. Enquanto ela acontece, você sofre os efeitos e só falta se contorcer com a dor que toma conta da região do umbigo.

A melhor forma de evitar o desconforto é pegar leve na hora das refeições. Mas, quando o problema torna-se frequente, Oe melhor mesmo é consultar um especialista e entender o que anda causando as dores no estômago. "Alimentos ácidos, ingestão de bebidas alcoólicas, cigarro e nervosismo são inimigos do seu estômago", afirma o clínico geral Paulo Olzon, validando o que diz a sabedoria popular.

Utilizar antiinflamatórios e acetilsalicílicos também é contra-indicado, porque estes medicamentos diminuem as defesas do estômago contra a acidez. O médico também faz ressalvas quanto ao uso de antiácidos: o alívio que eles provocam é momentâneo, depois as dores voltam iguais ou até mais intensas.

Alimentação
O melhor remédio ainda é uma alimentação balanceada e sem exageros nas quantidades. O clínico geral e homeopata Carlos Rey lembra que, no entanto, ficar sem comer também é prejudicial. "Deixar o estômago vazio por muito tempo faz com que a gordura armazenada pelo organismo seja consumida, numa reação que causa o mau hálito", diz. Mas o papel da alimentação não termina aí. A seguir, o nutrólogo Andrea Bottoni, do Hospital e Maternidade São Luiz, e o clínico Paulo Olzon comentam algumas das receitas caseiras mais populares quando o assunto é dor de estômago.

Leite gelado. Pode aliviar a dor, mas só por uns instantes. "O leite possui algumas proteínas que neutralizam os ácidos do estômago", explica Paulo Olzon. Por ser gelado, proporciona um alívio quase que imediato. No entanto, o leite cria apenas uma máscara em volta das paredes do estômago. Conforme a digestão é realizada, a dor volta.

Água gelada. Devido à sua temperatura, da mesma forma que o leite, proporciona uma sensação de alívio. Contudo, vale ressaltar que "o gelado, em grande quantidade, pode provocar um mal-estar se ingerido rapidamente", avisa Andrea Bottoni. "Pelo clima estar muito quente, os vasos sanguíneos estão dilatados. Quando o organismo faz a digestão das bebidas geladas, há a diminuição dos vasos e isso pode retardar a digestão", afirma o nutrólogo.

Pêra. Não especificamente a pêra, mas frutas em geral podem melhorar as dores de estômago. Paulo Olzon explica que, evitando as mais ácidas (laranja, limão e abacaxi) é possível amenizar as dores, momentaneamente. Isso porque a digestão destes alimentos é mais simples e não exige a produção de tanto ácido pelo estômago para ser realizada.

Suco de Couve. É utilizado desde a década de 1940 por médicos americanos e suíços de forma benéfica contra a úlcera de estômago. Os médicos reconhecem os efeitos da planta contra a acidez em parte, isso deve-se às fibras presentes nas folhas, que protegem a mucosa gástrica contra o excesso de ácido clorídrico. Para aumentar os efeitos do suco, tente tomar sem coar. E não use leite no preparo: o cálcio presente na bebida é um indutor da acidez estomacal.

Fonte Minha Vida

Revista Época - 23/Março/2009 - Edição n. 566

Revista Isto é - 1º/Abril/2009 - Edição n. 2055

Cenas recentes do Afeganistão

Revista Photoshop Creative Brasil - Edição n. 05

30 lindas fotos de animais

Revista Dicas Info - Março/2009 - Edição 63 - Tudo sobre iPhone

Revista VIP - Edição na íntegra - Abril/2009 - n. 289

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 02 de Abril de 2009

Cúpula do G-20, hoje, em Londres, deve resultar no anúncio de US$ 1 trilhão em recursos para irrigar a economia mundial, socorrer países emergentes e em desenvolvimento em crise e estimular as trocas comerciais. Desse valor, cerca de US$ 750 bilhões seriam destinados ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e US$ 200 bilhões ao Banco Mundial (Bird), segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

O aporte no FMI deve ocorrer por vários meios. Pela linha de crédito New Arrangements to Borrow (NAB), defendida pelos Estados Unidos, seriam injetados US$ 250 bilhões. Outros US$ 250 bilhões viriam dos Direitos Especiais de Saque (SDR), ligados ao poder de decisão de cada sócio do Fundo. Essa é, de acordo com o ministro, a preferência brasileira.

Por fim, mais US$ 250 bilhões seriam originários de empréstimos diretos de governos: US$ 100 bilhões do Japão, US$ 100 bilhões da União Europeia e US$ 48 bilhões da Noruega. Os recursos se somariam aos US$ 250 bilhões que o FMI já dispõe, totalizando US$ 1 trilhão.

Formato: PDF
Tamanho: 28 Mb

terça-feira, 31 de março de 2009