sexta-feira, 3 de julho de 2009

Imagens engraçadas/curiosas - 03/07/2009


Via Knuttz/Ueba

Bêbes patinadores da Evian

Iraque a um passo da Soberania

Fugindo depois de um acidente

Está quente lá fora...

A arte de Sander van Heukelon

Revista Hot Bike - Julho/2009 - Vol 41 - Ed. n 09


Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 03 de Julho de 2009

Sarney oculta da Justiça Eleitoral casa de R$ 4 milhões:
Imóvel localizado em área nobre do Lago Sul não foi incluída na declaração de bens do presidente do Senado - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ocultou da Justiça Eleitoral a propriedade da casa avaliada em R$ 4 milhões onde mora, na Península dos Ministros, área mais nobre do Lago Sul de Brasília. De acordo com documentos de cartório, o parlamentar comprou a casa do banqueiro Joseph Safra em 1997 por meio de um contrato de gaveta. Em nenhuma das duas eleições disputadas por ele depois da compra - 1998 e 2006 - o imóvel foi incluído nas declarações de bens apresentadas à Justiça Eleitoral.

Sobre a ausência da casa nas declarações registradas na Justiça Eleitoral, a assessoria de Sarney informou ao Estado, por escrito, que ocorreu um "erro do técnico que providencia a documentação do presidente Sarney junto aos órgãos competentes". Afirmou ainda que o imóvel consta das "declarações anuais de Imposto de Renda do presidente, entregues também ao TCU com frequência anual".

Dois documentos do próprio senador, arquivados no Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), deixam dúvidas sobre a declaração da casa à Receita Federal. Num dos documentos, apresentado na campanha de 2006, Sarney listou seus bens, mas sem nenhuma referência à casa de R$ 4 milhões em Brasília. Ao final, ele escreveu de próprio punho que aquela lista de bens declarados à Justiça Eleitoral é a reprodução fiel de sua declaração à Receita. "De acordo com minha declaração de bens à Receita Federal em 2006", registrou o presidente do Senado no rodapé, que leva sua assinatura.

Formato: PDF
Tamanho: 25.8 Mb

Citroen GT

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 02 de Julho de 2009

Lula enquadra PT para ajudar Sarney, que acena com renúncia:
Peemedebista espera volta do presidente ao Brasil para decidir se deixa ou não o comando do Senado. A manobra de Sarney foi a senha para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciasse uma operação de "enquadramento" do PT para salvar o aliado. Horas depois de decidir engrossar o coro pelo afastamento de Sarney - alvo de denúncias reveladas pelo Estado -, o PT voltou atrás. Às 22h15 de ontem, ao deixar a casa de Sarney, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) selou o tom da resistência à renúncia: "Foi importante a decisão do PT (o recuo). O que está em jogo é 2010".

O líder da legenda no Senado, Aloizio Mercadante (SP), capitaneou a visita, na noite de ontem, da bancada dos "arrependidos" à casa de Sarney. "A renúncia é uma possibilidade que ele pode vir a tomar. Mas, no nosso ponto de vista, não é a melhor escolha, porque a crise não pode ser atribuída a ele. Desses 14 anos de atos secretos, ele foi presidente por quatro anos. Não é justo", disse Mercadante, ao fim do encontro.

Respaldado pelo PT, Sarney avisou, como novo fôlego, que só decidirá sobre sua permanência ou não no posto depois de uma conversa reservada com Lula. No início da noite de terça-feira, o presidente já havia escalado a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) para falar com Sarney e pedir explicitamente que ele não tomasse nenhuma decisão sobre afastamento do cargo antes da conversa marcada para hoje - Lula participava do encontro da União Africana, na Líbia.

Formato: PDF
Tamanho: 32 Mb

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 01 de Julho de 2009

DEM pede afastamento de Sarney e PT busca solução ntermediária:
Foi uma terça-feira infernal para o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). No final da manhã, o PSOL protocolou na Mesa Diretora uma representação contra ele e o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL). Logo depois, os 14 senadores do DEM fecharam posição em favor do afastamento de Sarney até que todas as denúncias contra ele sejam apuradas. Ao final da tarde, com as manifestações do PDT, do PSDB e de três peemedebistas, Sarney contabilizou 36 senadores (44% do total) contra a sua permanência no comando do Senado.

O PMDB divulgou nota dizendo que os senadores, "conscientes de suas responsabilidades", continuarão a apoiar o presidente Sarney e a Mesa Diretora, que estão "implementando grandes mudanças" em nome da "modernização" e da "transparência" do Senado. Mas, antes da solidariedade, o PMDB também disse que "apoia integralmente a apuração de todos os fatos com repercussão jurídica necessária, a fim de preservar o Senado como instituição respeitada pela sociedade". O PMDB levou cinco horas para divulgar a nota, que boa parte da bancada considerou fraca - o nome de Sarney só aparece na décima linha.

Até peemedebistas que assinaram a nota de apoio ao senador sugeriram o afastamento. "Se eu estivesse em uma situação dessas, pelo menos pediria uma licença, ainda que corresse risco de não voltar", disse o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Pedro Simon (RS) e Jarbas Vasconcelos (PE) também se opõem à permanência de Sarney na presidência.

Formato: PDF
Tamanho: 29 Mb

Espalhe

terça-feira, 30 de junho de 2009

Imagens engraçadas/curiosas - 30/06/2009


Via Knuttz/Ueba

What Digital Camera | Junho 2009

SuperBikeMagazine | junho 2009

Samparkour

'Teve briga para ficar com ele', diz dono do cão que viajou em suspensão de carro

Cachorro foi adotado por funcionário da oficina e foi chamado de Fox.
'Ele não come ração, só carne e outras comidas', diz dono.

Fox, que não gosta de ração, foi adotado por funcionário
da oficina mecânica (Foto: Arquivo Pessoal)

“Do jeito que ele veio, não dá para acreditar que sobreviveu”, diz o mecânico Luzimar Albini Júnior, de 44 anos. Ele foi um dos funcionários de uma oficina mecânica em Curitiba que, na última quarta-feira (24), encontraram o cachorro que viajou cerca de 300 quilômetros escondido em um espaço na suspensão dianteira de um carro.

Segundo o mecânico, que é conhecido na oficina como “Totó”, o cachorro ficou preso entre o semieixo e a balança, peças da suspensão. “Essas partes se movimentam a todo instante, ele poderia ter caído na estrada. Só conseguiu se manter lá porque se firmou mordendo uma peça de plástico que protege o para-lama”, afirma Albini.

O cachorro, que recebeu o nome de Fox, foi encontrado enquanto os mecânicos faziam a manutenção do veículo, após a viagem de Guarapuava (PR) a Curitiba. “Ele estava bem quieto, não dava para saber se estava vivo. Depois foi levantando aos poucos e começou a se firmar nas patas. No começo teve dificuldade, porque estava bem fraco.”

Adoção
Funcionários da oficina levaram Fox a um veterinário, que examinou e medicou o animal. Depois começou a disputa para levá-lo para casa. “Teve briga para ficar com ele, mas a maioria dos que queriam morava em apartamento. Como eu moro em casa, ficou decidido que eu iria levar. Mesmo assim, depois, quiseram sequestrar o Fox”, diz o instalador de acessórios Emerson do Nascimento, de 30 anos, que se tornou dono de Fox.

O dono diz que o cachorro já se acostumou com a nova casa. “Ele é bem inteligente. Quando escuta o barulho do meu carro chegando, começa a latir e, assim que eu entro, vem abanando o rabo, querendo brincar. Se eu não brincar, o bicho não dorme”, afirma.

Além de pedir a atenção do dono, Fox já deu outro recado: não come qualquer coisa. “De preferência carne, e outros tipos de comida, mas nunca ração. Tentei misturar ração à comida para ver se passava, mas ele separou a ração e comeu o resto”, diz Nascimento.

O dono ainda não sabe se Fox deve ficar em sua casa. Ele diz que pretende levar o cachorro para o sítio da mãe. “Lá vai ter bastante espaço para ele correr e brincar. Por mais que ele tenha espaço na minha casa, não é a mesma coisa. Mas ainda não tenho certeza. Se ele se acostumar na minha casa, vai ficar por lá, mesmo”, afirma.
Fonte G1

Carangueijo que adora se camuflar

Museu da ULBRA - Canoas - RS

O Museu de Tecnologia da ULBRA (Universidade Luterana do Brasil) está situado em Canoas, na grande Porto Alegre, em um Campus Universitário de enormes proporções. Instalado em quatro andares, onde se encontram cerca de 250 veículos completamente restaurados, relógios, rádios antigos, eletrolas etc. Fica aberto o ano todo, em local aprazível, com dois restaurantes, lanchonetes etc. Um passeio imperdível para quem se interessa pela criação humana.

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui)

Glastonbury 2009

Jornal O Estado de SP em PDF, Terça, 30 de Junho de 2009

Deposição de Zelaya é ilegal, diz Obama:

Líder americano afirma que presidente de Honduras deve retomar o poder e condena "interferência externa" no país
Numa dura reação contra o golpe militar desfechado no domingo em Honduras, o presidente americano, Barack Obama, qualificou ontem de "ilegal" a situação no país e exortou os hondurenhos à retomada da estabilidade e da democracia, com o retorno do presidente deposto, Manuel Zelaya.

Em comunicado, o presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que o "golpe foi ilegal" e acredita que Zelaya continua sendo presidente de Honduras. Ele acrescentou que "está preocupado" com as notícias sobre a "detenção e expulsão" de Zelaya. "Peço a todos os atores sociais e políticos em Honduras que respeitem as normas democráticas. Qualquer tensão ou disputa deve ser resolvida pacificamente por meio de um diálogo livre de interferência externa", disse Obama. "Não queremos retornar ao passado obscuro. O presidente Zelaya foi eleito democraticamente e não havia terminado ainda seu mandato. Para nós, ele segue como presidente de Honduras."

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, afirmou, em entrevista coletiva, não ter dúvida de que a situação evoluiu para um golpe, apesar de o governo de facto recém-instalado insistir na legalidade da destituição de Zelaya.

Formato: PDF
Tamanho: 19 Mb

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Imagens engraçadas/curiosas - 29/06/2009


Via Knuttz/Ueba

Prosa & Verso (O Globo - 27/06/2009)

Digital (O Globo - 29/06/2009)

Boa Chance (O Globo - 28/06/2009)

Revista O Globo - Edição 257 (28/06/2009)

Revista da TV (O Globo - 28/06/2009)

Isto É Gente - Edição 511 (29/06/2009)


Cirurgias plásticas não são presentes de aniversários

A cirurgia é um procedimento que deve ser levado a sério

Você provavelmente não vai estranhar se ouvir a história de que a filha de um casal de amigos pediu aos pais, como presente de aniversário de 15 anos, uma lipoescultura, uma alteração no nariz e o aumento das mamas... Pois como este pedido está se popularizando entre as adolescentes, as festas de debutantes poderão estar com os dias contados.

Segundo no ranking mundial de cirurgias plásticas e referência quando o assunto é profissional especializado, o Brasil realizou, em 2006, 700 mil intervenções, 15% em adolescentes entre 14 e 16 anos, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Esse índice ficava em torno de 5%, há 10 anos. As estatísticas apontam ainda que, do total, 70% mulheres e 60% eram operações estéticas.

A globalização, a Internet, o padrão de beleza de Hollywood, as facilidades de pagamento e a massificação da indústria de cosméticos são apontados como os fatores para intervenções cada vez mais precoces... Mas para não deixar que um desejo juvenil se torne uma obsessão para muitas jovens que querem mudar tudo a qualquer custo, precisamos constatar se o corpo desta adolescente ainda pode sofrer alguma mudança e se há riscos para o seu desenvolvimento.

Lipoaspiração com menos de 16 anos é puro modismo ou ilusão que haverá uma mudança do contorno corporal muito grande. No caso das próteses mamárias, muitas vezes não se leva em conta o risco do procedimento e o desenvolvimento da adolescente, que só deverá estar completo após 16 ou 18 anos. A intervenção nas mamas só deve ser feita precocemente em situações extremas, como malformações e assimetrias muito grandes.

A rinoplastia também não deve ser feita antes dos 18 anos, a não ser por uma dificuldade respiratória causada, por exemplo, por um desvio de septo nasal. Esta é uma das cirurgias que envolve um grande componente emocional, é a que tem maior impacto na auto-imagem.

O que eles querem mudar
Embora alguns procedimentos cirúrgicos tenham indicação médica - como correção das chamadas orelhas em abano, retirada de cicatrizes -, a vaidade é a principal motivação dos jovens que optam pelas plásticas no país. Colocação de próteses mamárias, redução de seios e lipoaspiração estão entre os procedimentos mais procurados pelas meninas. Embora a demanda seja um pouco menor, a rinoplastia (cirurgia do nariz) é bastante procurada também. No caso dos meninos, um dos problemas mais comuns é a ginecomastia, o aumento das glândulas mamárias decorrente dos hormônios da puberdade. Nesse caso, apesar do incômodo, é melhor esperar passar dos 16 anos porque na maior parte das vezes a regressão ocorre sozinha. Uma cirurgia antes pode ser precipitada.

Expectativa x resultados reais
O aumento da procura de jovens por cirurgias plásticas decorre da valorização excessiva da aparência e da padronização da beleza, um fenômeno mundial e global. É algo que afeta diretamente a adolescência, mas não é exclusiva dela. Há um estímulo muito grande para que as pessoas se encaixem num padrão. As diferenças, ao invés de serem valorizadas, são atacadas como um defeito.

E o adolescente está muito mais vulnerável a esta pressão social, porque está em formação ainda, sob a influência da ditadura de comportamentos padronizados. A ansiedade de corresponder a esses padrões faz da cirurgia plástica uma forma mais rápida de conseguir o corpo sonhado. A adolescência é uma fase de urgência, em que tudo precisa ser muito rápido, por isto a orientação da família é tão importante.

As cirurgias plásticas em adolescentes têm de ser autorizadas pelos pais. A decisão precisa ser bem pensada, ainda mais quando o motivo é só estético. Se o resultado não for o que o adolescente espera, pode haver danos psicológicos. O adolescente não tem preparo para suportar esse tipo de frustração. Cabe aos pais não deixar que o filho tome uma decisão tão importante por impulso.

Mesmo se o jovem ficar empolgado com a idéia que tem sobre o resultado da cirurgia, Ruben Penteado acredita que o jovem precisa ter maturidade para compreender as mudanças reais que acontecem no pós-operatório, somente assim ele saberá respeitar as orientações médicas antes de optar pela plástica.

Outra questão que precisa ser considerada é a baixa capacidade de frustração do jovem em relação a adultos, que já têm essa capacidade mais desenvolvida. Se a cirurgia plástica não vier acompanhada de mudanças nos hábitos de vida, a cirurgia pode ser perdida rapidamente.

Idade ideal?
Desde que o jovem seja saudável e todos os exames pré-operatórios sejam realizados, não existe uma idade exata a partir da qual as cirurgias plásticas possam ser realizadas. É preciso considerar o desenvolvimento físico e emocional de cada paciente.

Em casos de mamas chamadas gigantes, ou seja, quando notadamente as mamas têm um tamanho desproporcional ao corpo, a cirurgia plástica pode ser feita mesmo precocemente, entre os 14 ou 15 anos, uma vez que comprometem o bom desenvolvimento postural da jovem e limitam as atividades físicas. Já em relação às queixas de mamas pequenas, só se indica a cirurgia precocemente, antes dos 18 anos, para implante de próteses mamárias nos casos em que por uma alteração no desenvolvimento das mesmas ocorra uma assimetria muito grande. Mesmo assim, ainda existe a possibilidade de nova intervenção ao final do período de crescimento para ajustar o resultado.

Quanto às lipoaspirações, na minha opinião, elas estão praticamente contra indicadas na adolescência, pois podemos perder a oportunidade de incentivar o adolescente a adotar hábitos saudáveis como uma boa alimentação e a prática de atividades físicas.

Em relação à rinoplastia ou rinosseptoplastia, o procedimento está indicado em qualquer idade sempre que se detectar uma dificuldade respiratória causada, por exemplo, por um desvio de septo nasal. Em casos meramente estéticos, penso que convém aguardar os 18 anos.

Mas, e quanto aos riscos?
Cirurgicamente, uma pessoa de 16 anos está sujeita aos mesmos riscos que uma de 50 anos. O importante é individualizar a indicação da cirurgia, para que, em cada caso, o resultado melhore a qualidade de vida do paciente. Apesar disso, é importante registrar um alerta: a cirurgia plástica em jovens exige cuidados especiais. Nessa fase, há inúmeras mudanças hormonais e é preciso estar com o corpo totalmente formado para se submeter a uma cirurgia. As plásticas de redução e aumento de mamas com caráter puramente estético, por exemplo, são indicadas apenas quando a menina está com 80% a 90% do total de seu crescimento. Essa análise pode ser feita por meio da idade óssea e da estatura dos pais e parentes de 1º grau.

Mesmo seguindo todas essas regras, no entanto, a avaliação criteriosa do cirurgião plástico sempre será fundamental, pois em muitos casos pode haver exceções e outras orientações.

Ruben Penteado é cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, diretor do Centro de Medicina Integrada www.medintegrada.com.br
Fonte Minha Vida

A arte de MIchaella van Vuuren

35 exemplos de belíssimas fotografias em macro

Vivid Sydney 2009 - Show de luzes

Jornal O Estado de SP em PDF, Segunda, 29 de Junho de 2009

Brasil, de virada, vai buscar o tri:

Brasil conquistou pela terceira vez o título da Copa das Confederações com um futebol objetivo, como defende o técnico Dunga, o primeiro a abraçar o zagueiro e capitão Lúcio, autor do gol da virada, o gol do título, na vitória sobre os Estados Unidos por 3 a 2, ontem, em Johannesburgo. Luís Fabiano fez os outros dois gols e se tornou o artilheiro da Copa, como prometera, com média de um gol por partida.

A zebra passeou na terra dos leões nos 45 minutos iniciais da decisão. Os Estados Unidos, ainda sob o impacto de terem eliminado a Espanha na semifinal, eram velozes nos contra-ataques e surpreenderam o Brasil, até então apático, sem iniciativa e dependente de Kaká.

Era o meia recém-contratado pelo Real Madrid que tentava criar alguma coisa. Kaká está a todo instante nos comerciais de TV e em painéis publicitários espalhados pela África do Sul. Seu nome estava na camisa 10 da maior parte da torcida brasileira presente ao Ellis Park Stadium. Enfim, Kaká era a esperança do vira-vira.

Ele incentivou o time nas duas vezes em que Julio Cesar se viu em desespero. Na primeira, Dempsey recebeu lançamento livre de Spector e só escorou. Na outra, Donovan driblou Ramires e chutou forte. O placar de 2 a 0 para os EUA esfriou mais ainda o público - a temperatura chegou a 5 graus durante o jogo e os sul-africanos, em peso, apoiavam o Brasil.

Quem esperava por Kaká, viu Luís Fabiano, o Fabuloso, dominar bem a bola e chutar de esquerda logo no minuto inicial pós-intervalo. O gol mudou o jogo. A equipe impôs sua melhor qualidade técnica e não deixou espaços para o time americano.

Formato: PDF
Tamanho: 20 Mb