sábado, 24 de abril de 2010

Inauguração do Circuito de Motocross Jurinha Lobão hoje

Publicada: 24/04/2010
JornaldaCidade.Net

Aracaju (24 abr) - O governador Marcelo Déda inaugura, neste sábado, 24, às 16h, o Circuito de Motocross Luiz Roberto Aragão Lobão (Jurinha Lobão) e abre o Campeonato Sergipano de Motocross. A ocasião contará com a apresentação de show musical da banda sergipana Sibberia, além das ações do projeto ‘Ruas de Lazer e Cidadania’, da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Seel), que levará atividades de esporte e lazer às crianças que estiverem no local.

Resultado de um investimento de cerca de R$ 200 mil, a pista de motocross construída pelo Governo do Estado já é vista como a melhor de todo o Norte e Nordeste, principalmente pela sua localização à beira mar. Após a inauguração, a Federação Sergipana de Motociclismo (FSM) ficará responsável pelo uso e conservação do espaço, que irá receber não apenas eventos esportivos, como também projetos de inclusão social atrelados à prática esportiva

A pista ganhou o nome do professor sergipano Jurinha Lobão, um dos maiores tenistas brasileiros e amante do motociclismo, morto aos 49 anos em um acidente de moto em 2007. Jurinha lobão conquistou títulos nacionais e até internacionais, levando o nome de Sergipe para todo o mundo. A inauguração contará com a presença da irmã do homenageado, Joana Angélica Lobão Silva.
Fonte: Jornal da Cidade

O Estado de SP em PDF, Sábado, 24-04-10

Serra tem mais preparo que Dilma contra crise, diz Ciro Gomes: Deputado diz que pode encerrar vida política e critica o presidente nacional do partido e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e o vice-presidente da legenda, Roberto Amaral. Afirma que os dois 'não estão no nível que a História impõe a eles' Após a reunião com a cúpula do PSB que sacramentou o fim de sua candidatura à Presidência, o deputado Ciro Gomes (CE) criticou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e disse que o tucano José Serra é mais preparado que a petista Dilma Rousseff para enfrentar uma eventual crise cambial no futuro."Lula está navegando na maionese", disse Ciro, na noite de quinta-feira, em entrevista ao portal de internet iG. "Ele (o presidente) está se sentindo o todo-poderoso e acha que vai batizar Dilma presidente da República. Pior: ninguém chega para ele e diz: "Presidente, tenha calma". No primeiro mandato eu cumpria esse papel de conselheiro, a Dilma, que é uma pessoa valorosa, fazia isso, o Márcio Thomaz Bastos (ex-ministro da Justiça) fazia isso. Agora ninguém faz."

Ontem à noite, Ciro voltou à carga. Em entrevista ao telejornal SBT Brasil, reclamou do fato de o presidente não ter discutido diretamente com ele a questão eleitoral. "Por que o presidente não trata esse assunto comigo, cara a cara, francamente?"

Também criticou José Dirceu por bombardear suas pretensões presidenciais. "O Zé Dirceu esteve no Ceará, na casa do meu irmão, que é governador, para dizer, de forma muito delicada, que o PT retiraria o apoio à candidatura dele (à reeleição) se eu fosse candidato a presidente."

No programa, ele também apontou o que vê como falhas na campanha de Dilma, como o fato de a petista desembarcar em Minas Gerais quando o Estado ainda se recuperava do trauma que foi a disputa entre Serra e Aécio Neves no PSDB. "A Dilma desce lá e vai visitar o túmulo do Tancredo. E aí a turma já mete na testa dela, e não é culpa dela, que o PT se recusou a apoiar Tancredo no Colégio Eleitoral." Na sequência, lembrou Ciro, a pré-candidata do PT seguiu para o Ceará sem falar com ele ou com o governador Cid Gomes.....

Formato: PDF
Tamanho: 51 Mb

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 23/04/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

WSJ - Imagens da semana - 19 a 22 - Abril

Uma palavra: Eyjafjallajökull

Papel de parede do dia - 111

Clique para ampliar

O Estado de SP em PDF, Sexta, 23-04-10

PSB combina 'saída honrosa' para Ciro desistir da disputa:
Sucessão. Durante encontro em Brasília, comando do partido combina com deputado que proposta de candidatura presidencial será formalmente submetida aos diretórios regionais da legenda, que são em sua maioria favoráveis ao apoio à petista Dilma Rousseff - O comando nacional do PSB deu ontem ao deputado Ciro Gomes a saída política honrosa que ele desejava para que o partido possa abandonar definitivamente sua candidatura presidencial sem provocar uma crise interna na legenda. Em reunião com o presidente do partido e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e com o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, ficou combinado com Ciro que a proposta de candidatura presidencial será submetida aos diretórios regionais da legenda e discutida na próxima terça, na reunião da Comissão Executiva Nacional.
A maioria dos diretórios regionais vai declarar apoio à proposta de aliança em torno da petista Dilma Rousseff e selará a retirada de candidatura de Ciro. A manobra atende ao desejo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que quer o PSB coligado oficialmente ao PT.

Mas, mesmo sendo derrotado nessa consulta formal, o processo de apuração da opinião dos integrantes do PSB dará a Ciro o discurso de que sua saída da disputa foi decisão tomada pela maioria e não um sinal de interferência externa de Lula ou falta de prestígio interno.

Até lá, o deputado manterá o discurso de que pretende, sim, concorrer ao Planalto. Na noite de ontem mesmo, Ciro divulgou nota oficial afirmando que jamais desistirá da candidatura presidencial, como chegou a ser divulgado durante a tarde.

No texto, ele negou que tenha retirado sua candidatura à Presidência da República. Ciro afirmou que continua candidato, que considera sua postulação importante para o PSB e para o País, e que jamais desistirá de concorrer ao Planalto.

A reunião de ontem foi provocada pelas críticas públicas feitas por Ciro ao PSB, cobrando uma posição sobre a candidatura presidencial e reclamando que o partido precisava pensar grande para poder crescer.

Alianças. Na conversa, Ciro reafirmou sua disposição de disputar a eleição presidencial. Ouviu dos dirigentes que a maior parte do PSB prefere não ter candidatura própria para facilitar a montagem das alianças regionais, unificando seus palanques com o PT, na maioria dos casos. O partido terá candidatura própria ao governo em dez Estados.

Formato: PDF
Tamanho: 43 Mb

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 22/04/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Papel de parede do dia - 110

O Estado de SP em PDF, Quinta, 22-04-10

Banco Mundial alerta para risco de superaquecimento da economia do Brasil: WASHINGTON - Algumas economias latino-americanas correm risco de superaquecimento, alertou o Banco Mundial nesta quarta-feira, antevendo um crescimento para a região como um todo de 4%.
A previsão do banco, que controla uma variedade de auxílios e programas de desenvolvimento na América Latina e Caribe, está em linha com a estimativa para este ano e 2011 apresentadas pelo FMI também nesta quarta-feira.
O relatório do banco destacou os riscos no Brasil, que se recuperou de forma rápida da crise ajudado por custos trabalhistas menores, incentivos fiscais industriais e entrada de investidores estrangeiros.

"As pressões inflacionárias no mundo estão nas nações emergentes", disse Augusto de la Torre, economista-chefe para a região, a jornalistas antes do encontro do Banco Mundial e do FMI esta semana em Washington.

"Uns poucos países da região podem começar a enfrentar riscos de superaquecimento econômico, com expectativa de aumento nas pressões inflacionárias nos próximos meses", afirmou o relatório do banco.

A previsão da instituição é de que o Brasil cresça 5,5% no ano.

Um dos desafios para a região é como lidar com mais entrada de capital à medida que bancos centrais começam a apertar a política monetária. No ano passado o Brasil precisou elevar os impostos sobre investimentos estrangeiros em ações e renda fixa para conter um rali em sua moeda local.

"Exatamente por conta do ritmo mais rápido de recuperação econômica... que os países na América do Sul podem precisar elevar os juros antes dos países ricos, é por isso que teremos um aumento na entrada de capital na região".

Formato: PDF
Tamanho: 38 Mb

Revista Veja | 21 de Abril de 2010 | Edição 2161

Download_CD_Akon_Stadium_(2010)

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 21/04/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Cenas do Sudão

Papel de parede do dia - 109

Clique para ampliar

O Estado de SP em PDF, Quarta, 21-04-10

Consórcio bancado pelo governo vence Belo Monte:O consórcio liderado pela estatal Chesf, montado de última hora por interferência direta do Palácio do Planalto, venceu ontem o leilão da Hidrelétrica de Belo Monte (PA). A vitória foi selada depois que o grupo se comprometeu a vender a energia que será produzida por um preço 6,02% abaixo do teto fixado pelo governo, que já era considerado baixo por empresas do setor. Depois de 30 anos da divulgação do primeiro projeto da usina, prevista para ser uma estatal ainda no governo militar, a construção da terceira maior hidrelétrica do mundo contará com 80% de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), desconto de 75% no Imposto de Renda e controle operacional de uma subsidiária da Eletrobrás, apesar de oito das nove empresas integrantes do consórcio serem da iniciativa privada. A construtora Queiroz Galvão, entretanto, poderá deixar o grupo, antes mesmo da homologação do negócio.

A vitória do consórcio Norte Energia contrariou as expectativas do mercado, que apostava na vitória do grupo liderado pela construtora Andrade Gutierrez. A oferta da Chesf, entretanto, foi pelo menos 5% menor que a do grupo rival. Há duas semanas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que faria Belo Monte com ou sem a participação de empresas privadas. A preocupação do Planalto era evitar o adiamento do leilão, que poderia ter efeitos negativos na campanha da ex-ministra Dilma Rousseff.

Liminar. Até o início da tarde, o leilão corria o risco de não ser realizado por causa de uma liminar concedida na segunda-feira pela Justiça Federal do Pará. Depois que a medida foi derrubada pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 1.ª Região, foram necessários apenas sete minutos para que a usina fosse leiloada. A divulgação do resultado, entretanto, só foi feita quase três horas depois, por causa de outra liminar, que também acabou sendo cassada.

Apesar do imbróglio, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, disse estar convicto da segurança jurídica do leilão. "Fomos absolutamente conservadores. Já tínhamos terminado o leilão quando soubemos da nova liminar." Na expectativa de que o grupo da Chesf não seria agressivo, o consórcio liderado pela construtora Andrade Gutierrez ofereceu um valor pela energia da usina próximo do preço-teto de R$ 83 por MW/h, o que sacramentou sua derrota.

Formato: PDF
Tamanho: 28 Mb

terça-feira, 20 de abril de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 20/04/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Mais imagens do vulcão Eyjafjallajokull

Clique na imagem para ver todas as fotos

Papel de parede do dia - 108

Eita coceirinha do cabrunco!!!!

O Estado de SP em PDF, Terça, 20-04-10

Justiça susta leilão de Belo Monte e diz que debate foi 'encenação': A Justiça Federal do Pará suspendeu ontem, pela segunda vez em menos de uma semana, o leilão da Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), que seria realizado hoje na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O juiz Antonio Carlos Almeida Campelo, da subseção de Altamira, considerou que a legislação ambiental não foi respeitada e que as audiências públicas realizadas para discutir os impactos da obra serviram apenas como "meras encenações". A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com recurso no Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª região, com sede em Brasília. Até ontem à noite não havia uma decisão do presidente do TRF, desembargador Jirair Meguerian.

A decisão de Campelo foi tomada na análise de uma ação apresentada pelo Ministério Público Federal no Pará, que também foi o autor da primeira medida judicial contrária ao leilão. Em seu despacho de 50 páginas, o juiz afirmou que as audiências públicas para discussão do projeto se transformaram em "meras encenações para cumprimento dos normativos legais".

O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, disse que já foram apresentados "argumentos suficientes" para todas as questões levantadas pelo juiz. Na avaliação do advogado, a postura dos grupos contrários ao projeto é "incongruente" quando afirmam que não houve audiências públicas em número suficiente. "O debate de Belo Monte ocorre há 30 anos."

Mesmo que a AGU consiga derrubar a liminar, o governo continuará correndo riscos. Isso porque há outras duas ações impetradas na Justiça. Uma é do próprio Ministério Público e outra da ONG Amigos da Terra - Amazônia Brasileira. Nessa última, o argumento usado é que o edital elevou em 30% o tamanho do reservatório previsto na licença prévia.

Polêmica. A polêmica sobre a construção da hidrelétrica se arrasta desde o fim da década de 1970. Apesar disso, o presidente Lula incluiu a obra no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O Palácio do Planalto pressionou os órgãos ambientais para acelerar a concessão da licença prévia - sem a qual a usina não poderia ir a leilão - e se esforçou nas últimas semanas para garantir ao menos dois consórcios na disputa.

Formato: PDF
Tamanho: 23 Mb

Binboa Vodka - Stopmotion

China - Fórmula 1 - 2010

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 19/04/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

New Zealand House & Garden - Maio 2010

Wellington Andrade

Publicada: 18/04/2010
Texto: Osmário Santos / Foto: Maria Odília

Wellington Gomes Andrade nasceu a 23 de novembro de 1954, na cidade de Aracaju/SE. Seus pais: José Gomes de Andrade e Maria de Lourdes Andrade. O pai foi guarda municipal e sua mãe assumiu, juntamente com seus 15 filhos, as despesas da casa e educação de todos eles. Dela Wellington tem a criação, bondade, gentileza, amor, carinho e educação.

A mãe morava na avenida Hermes Fontes e das famílias da vizinhança era a mais pobre. Para a sua alimentação e de seus filhos, sempre contava com o que sobrava dos pratos dos moradores na proximidade da casa.

Na época a Hermes Fontes não tinha asfalto, as pessoas estendiam roupas na frente da casa e até criavam galinhas, como registra Wellington.

A mãe trabalhava em casa e era zeladora da igreja presbiteriana de Aracaju, na rua de Estância.
Criado pela ela mãe e pela avó no seu tempo de menino, confessa que nunca gostou de brincar de bola de gude nem futebol com os irmãos. Brincava de pular corda junto com as meninas da área em que morava e com elas outras brincadeiras na porta de casa.

No Grupo Escolar Manuel Luiz, na praça da Bandeira, estuda o então curso primário.
Ingressa no Colégio Estadual Costa e Silva, onde faz o ginásio. Em seguida, matricula-se no Colégio Atheneu Sergipense, onde estuda os dois primeiros anos do curso científico. Marcou presença no grêmio estudantil, mas sem nenhum interesse político. Terminou o curso mais adiante, na cidade de Recife. “Eu via alguém que achava bonito, mas não podia achar ninguém bonito por preconceito e descriminação. Quando disse na época no grupo em que estudei o curso primário que um garoto era bonito, me bateram e fiquei impedido de sair de casa. Só podia ir para o colégio com a minha professora. E naquela época não sabia o que era isso”.

Da sua passagem pelo Costa e Silva, como lado negativo revela que foi à polícia batendo nos
estudantes por conta de uma greve.

A ida para morar em Recife aconteceu graças a um convite que recebeu de uma senhora de família evangélica. “Estudava no Colégio Barbosa Lima, juntamente com os três filhos dessa senhora”.

Ao final do segundo grau, por não ter condições financeiras, não dá prosseguimento aos estudos.

Quando criança, pegava carrego na feira que funcionava aos sábados, na praça da Bandeira. Assim aconteceu por muitos anos.

Não passava toda a semana parado na espera de uma nova feira. Quando não estava na escola, saía pela cidade à procura de pauzinho de picolé para os trabalhos artesanais que fazia, como jarros, cinzeiros e outros. Lavava pauzinho por pauzinho e quando seco aplicava verniz e toda paciência, dedicação, atenção e criatividade na trabalho de artesão, complementado com a venda pelas ruas de Aracaju. Tudo que recebia passava para a mãe e o mesmo faziam todos os irmãos.

Para ganhar um pouco mais e com menos esforço, começa a trabalhar na casa lotérica “O Bolão”, instalada na rua João Pessoa, hoje calçadão, de propriedade do senhor Manuel. “Foi o meu primeiro emprego e até me deu condições de comprar uma televisão para a casa de minha mãe. Por lá passei cinco anos”.

Sempre procurando o melhor, conquista emprego no Cartório do 1º Ofício, de Luiz Santana, com a irmã Vanda Santana. “Uma outra lição de vida que durou oito anos. A cada dia que passa você aprende a viver na vida. Aprendi muito e muito. Dona Vanda até hoje me ama. Gosta muito de mim. Não só ela, como toda a família. Até me chamaram para voltar a trabalhar no cartório”.

Admira as pessoas que estiveram ao seu lado e que ensinaram a viver a vida. “Primeiro agradeço a Deus por estar hoje onde estou”.

Na Construtora Odebrecht, em seu canteiro de obras, na cidade de Rosário do Catete, mais outra experiência profissional, na condição de auxiliar administrativo. Para tanto, muito valeu seu curso de datilografia no Instituto IBM, quando começou a trabalhar no Cartório do 1º Ofício. Conta que no trabalho pela Odebrecht era o secretário do chefão da Petromisa.

Depois de cinco anos como funcionário da famosa construtora, é aprovado por concurso público para a Petrobras e passa a trabalhar na Petromisa, onde atua por cinco anos, como auxiliar de escritório. Com o fechamento da Petromisa, no governo Collor, graças às amizades conquistadas na área política consegue emprego na SMTT, onde emplaca 12 anos de trabalho, nas assessorias jurídica e de transporte. “Foi quando Lula ganhou as duas eleições e passamos a trabalhar na Petrobras, na Bahia, na cidade de São Sebastião do Passé, como auxiliar administrativo Júnior”.

Quando menino e adolescente, dedicou-se primeiramente à Igreja Católica e depois à Evangélica e desenvolveu várias atividades e cargos. “Várias atividades culturais, recreativas, eventos, fui secretário da mocidade, fui professor de classe em Recife”.

Por motivo de preconceito e descriminação não só com ele como com os demais homossexuais sergipanos, funda o Grupo Dialogay de Sergipe. “Depois de ser chamado pederasta por um pastor evangélico, fiquei dolorido, fiquei frustrado e fundei o grupo. Estamos completando esse ano 30 anos do movimento pelos direitos humanos de todos e de todas. Lutamos muito. Em Sergipe fui o primeiro e o segundo mais antigo do Brasil, porque o primeiro é o Luiz Mott, da Bahia. Me orgulho de ser o que sou. Me orgulho de trabalhar e ajudar meus familiares. Me orgulho de promover os direitos humanos para todo o povo de Sergipe e da Bahia”.
Fonte: Jornal da Cidade

O Estado de SP em PDF, Segunda, 19-04-10

Neymar dá novo show e Santos está na final do Campeonato Paulista: SÃO PAULO - O Santos nem precisava, mas venceu o São Paulo por 3 a 0 neste domingo, 18, e está na final do Campeonato Paulista. Com dois gols, Neymar comandou a vantagem da sua equipe, que podia perder por até dois gols de diferença na Vila Belmiro para liquidar de vez o adversário. Paulo Henrique Ganso ainda fechou a conta.







Atacante Neymar empurra a bola com a mão para marcar o primeiro gol do Santos na Vila
Em busca do resultado, Ricardo Gomes mexeu na equipe. O técnico tirou os laterais Jean e Júnior César para promover as entradas de Cicinho e Richarlyson, que voltou depois de sete partidas. No ataque, a grande surpresa: o artilheiro Washington deu lugar ao veloz Fernandinho. Dono da vantagem, o técnico Dorival Júnior decidiu reforçar o seu meio-campo com Wesley e Arouca na marcação.

"Hoje temos um time mais veloz. As duas equipes estão acostumadas a impor o ritmo sobre os adversário. Pode ser uma partida de muitos gols", disse Ricardo. Do outro lado, Júnior até compartilhava a opinião. "Não dá para pensar na vantagem. Ela só vale no último minuto. Podemos ter tantos gols quanto no Morumbi (3 a 2 para o Santos).

Mas a formação tática das equipes não refletia o jogo apresentado. Em tese mais ofensivo, o São Paulo via o time da casa tomar as iniciativas. Por duas vezes, Robinho esteve frente a frente com Rogério Ceni e chegou até a reclamar de um pênalti não marcado.

O time tricolor só começou a levar perigo mesmo quando a grande substituição da tarde decidiu jogar. Fernandinho caiu pela ponta-esquerda e por lá esboçou algumas jogadas de efeito. Faltava a melhor conclusão em gol.

"A gente tem que ter mais tranquilidade. Estamos afobado para tocar a bola. Falta só fazer o primeiro gol", disse Hernanes, na saída para o intervalo. Do outro lado, Robinho pedia o mesmo. "O time está bem, a marcação está muito boa, mas falta caprichar na finalização."

Formato: PDF
Tamanho: 25 Mb

domingo, 18 de abril de 2010

Papel de parede do dia - 107

Clique pata ampliar

Revista Maxim Brasil Luiza Brunet Março 2010

O Estado de SP em PDF, Domingo, 18-04-10

Consumo em ritmo chinês surpreende e pressiona juros: A demanda dos brasileiros - que inclui consumo das famílias, gastos do governo e investimentos das empresas - está crescendo em ritmo chinês. O desempenho surpreendeu a maioria dos analistas e deixou o mercado de juros nervoso. Bancos e consultorias já projetam uma alta maior da taxa básica de juros (Selic) na reunião de abril do Comitê de Política Monetária (Copom).
No segundo semestre de 2009, a demanda doméstica já crescia a uma taxa anual de 10,5%, de acordo com levantamento do ex-diretor do Banco Central (BC) e economista-chefe do Santander Brasil, Alexandre Schwartsman. A série elaborada por ele revela que é o ritmo mais forte em 15 anos.

Segundo especialistas, tudo indica que, no primeiro trimestre de 2010, o crescimento manteve a mesma toada, na pior das hipóteses. Mas há quem diga que estaria hoje ao redor de 13% ao ano, similar ao chinês - de janeiro a março, a demanda doméstica da China cresceu 13,1%.

Por isso, nas últimas semanas, muitas instituições revisaram para até 7% a projeção de crescimento do PIB em 2010. Antes, trabalhavam com uma expansão de 5% a 5,5% da economia.

Consumo. Segundo cálculos da consultoria MB Associados, serão despejados na economia este ano R$ 244 bilhões a mais em consumo e investimento. As famílias vão consumir R$ 141 bilhões a mais, a administração pública vai elevar os gastos em R$ 34 bilhões, e as empresas vão investir R$ 68 bilhões mais. Em todo o governo Lula, o consumo das famílias cresceu cerca de R$ 500 bilhões - o que ajuda a explicação a sensação de bem-estar e a popularidade do presidente.

As projeções do mercado são que a demanda doméstica deve crescer 10% este ano. Se isso ocorrer, existe uma chance do consumo dos brasileiros terminar o ano em ritmo mais acelerado até que na própria a China.

Principal
Formato: PDF
Tamanho: 48 Mb
Cadernos Autos & Imóveis
Formato: PDF
Tamanho: 52 Mb