sábado, 18 de setembro de 2010

Download_Cyndi_Lauper_Playlist_The_Very_Best_Of_Cyndi_Lauper_(2010)

Lista de Músicas

01 Girls Just Want To Have Fun (3:56)
02 Money Changes Everything (5:03)
03 Sisters Of Avalon (With Ani DiFranco And Vivian Green) (5:28)
04 Change Of Heart (4:25)
05 She Bop (3:48)
06 I Drove All Night (4:13)
07 All Through The Night (4:29)
08 Time After Time (With Sarah McLachlan) (4:18)
09 Into The Nightlife (4:02)
10 When You Were Mine (5:04)
11 Hot Gets A Little Cold (3:38)
12 True Colors (3:48)
13 Above The Clouds (With Jeff Beck) (3:58)
14 My First Night Without You (3:01)

Jornal O Estado de SP em PDF, Sabado, 18 de Setembro de 2010

Comissão de Ética só agora pune Erenice por esconder parentes:
Por esconder por cinco meses a existência de uma rede de parentes instalados em órgãos públicos e em escritórios de advocacia que fizeram funcionar a máquina de lobby instalada na Casa Civil, a ex-ministra Erenice Guerra foi ontem, um dia depois de ser obrigada a pedir demissão, "punida" com uma censura ética. A "punição" não tem efeito prático, não a impede de retornar ao serviço público nem de ocupar cargos de confiança. A censura foi aplicada porque Erenice, após assumir a Casa Civil, em abril, ignorou as três notificações da Comissão de Ética, exigindo que apresentasse ao órgão a Declaração Confidencial de Informações (DCI), na qual constariam sua variação patrimonial, atividades paralelas à atividade pública e situações que suscitam conflito de interesse - o que também inclui familiares.

O questionário, por exemplo, perguntou se Erenice tinha parente até quarto grau, em linha reta, colateral ou por afinidade, que exercia atividades em áreas afins à atuação da Casa Civil e pedia para identificá-los.

A omissão de Erenice manteve nas sombras a figura de seu filho, Israel Guerra, ex-funcionário da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), dono da Capital Assessoria, que operava na intermediação de negócios de áreas que passavam pelo crivo da Casa Civil. Erenice também omitiu que dois irmãos eram ligados ao escritório Trajano & Silva Advogados, palco de negócios feitos por Israel.

Na gestão de sua mãe, Israel facilitou a vida da empresa de transporte aéreo Master Top Linhas Aéreas (MTA) nos Correios, pelo qual recebeu R$ 120 mil de um contrato que ultrapassaria R$ 5 milhões.

Veja também:

blog Comissão de Ética está reunida para discutir caso Erenice

- Pivô do escândalo: 'O Stevam é um avião na Casa Civil'

- Filho de Erenice cobrou 5% de empréstimo no BNDES, diz empresário

- É a segunda demissão na Casa Civil em três dias

- Dilma: 'Onde está a prova de que eu esteja envolvida?'

- Serra: 'É um mau exemplo para o Brasil'

- Marina: 'Espero que não seja o fim da investigação'

- Escândalo 'tira o brilho' da candidatura de Dilma, diz jornal

- Dora Kramer: À deriva

video Eugênio Bucci comenta demissão da ministra no 'Política às 5'

especial Veja a íntegra da carta de demissão de Erenice para Lula

especial Leia o contrato feito entre empresa do filho de Erenice e a EDRB

especial Especial: o lobby da família Guerra

Formato: PDF
Tamanho: 66 Mb

Download Seal – Commitment (2010)



Músicas:

01. If I’m Any Closer
02. Weight Of My Mistakes
03. Silence
04. Best Of Me
05. All For Love
06. I Know What You Did
07. The Way I Lie
08. Secret
09. You Get Me
10. Letting Go
11. Big Time

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Revista Mundo Estranho – Setembro de 2010


Papel de parede do dia - 216

Clique para ampliar

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 17 de Setembro de 2010

Após saída de ministra, irmão e filho de Erenice Guerra são demitidos: Irmão da ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, José Euricélio Alves de Carvalho foi exonerado nesta quinta-feira, 16,da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) a pedido do governo do Distrito Federal. O governador Rogério Rosso (PMDB) também determinou nesta tarde à Companhia Imobiliária do Distrito Federal (Terracap) a exoneração de Israel Dourado Guerra, filho de Erenice. Em nota, o GDF informou que ambos eram comissionados, isto é, ambos com empregos públicos ganhos por indicação política. No caso de Israel, foi solicitada a suspensão "quaisquer pagamentos que o ex-servidor tenha a receber naquela Companhia". Os dois, apesar de terem esses empregos públicos, são personagens de escândalos envolvendo lobby, desvio de dinheiro público e cobrança de propinas.

Segundo o governo, também foi solicitada à Corregedoria do DF abertura de procedimento administrativo "para apurar eventuais irregularidades cometidas pelo ex-empregado no exercício de suas função, que pode resultar, como penalidade, em ressarcimento ao erário dos valores recebidos como salário".

Formato: PDF
Tamanho: 29.8 Mb

Arquitetura & Urbanismo - Edição 198 - Setembro de 2010


Amateur Photographer - 18 Setembro 2010

Info Exame - Edição 295 (09/2010)


Imagens da semana, 16 de setembro

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 16/09/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Papel de parede do dia - 215

Clique para ampliar

Curso Multimídia Hardware Vol.03


CONFIGURANDO O SETUP E INSTALANDO O WINDOWS
Dividido em 9 fascículos, o Curso Multimídia Hardware – Montagem e Manutenção de Micros Passo a Passo é o mais completo do mercado. Agora trazemos o 3º fascículo pra você. Aprenda a montar e desmontar o micro, configurar e instalar o Windows e ainda resolver inúmeros problemas de uma forma simples e direta. Os CDs, totalmente multimídia, apresentam o conteúdo visto nos fascículos por vídeo-aulas, auxiliando o usuário na memorização de todos os passos, tornando o aprendizado mais fácil e agradável. O curso apresenta um conteúdo amplo e detalhado para quem pretende trabalhar na área.

Confira os fascículos anteriores:
1ºFascículo
2ºFascículo

Tamanho: 95mb
Formato: ISO (Baixe o Poweriso para emular a imagem e instalar o curso.)
Idioma: Português

Desmontando e montando um Jep em 4 minutos

Veja - Edição 2182 (15-09-2010)

Curso de Office 2010


70 videoaulas em português para você aproveitar os melhores recursos do Word, Power Point e Excel.

WORD: Edição de fotos direto no programa. Efeitos especiais em textos. SmartArt: Ilustrações, textos e molduras prontas.

POWER POINT: Vídeos direto do You Tube. Efeitos 3D e novos temas. Como gravar e assisitr no DVD,

EXCEL: Gráficos dentro de células. Novos modelos para sofisticar sua planilhas.

E muito mais novidades.

Revista Fotografe Melhor - Guia de Lentes & Acessórios


Fotografe Melhor
Guia de Lentes & Acessórios

A revista desse mês, mostra um guia quase completo sobre as principais lentes e acessórios que se encontram a venda no mercado brasileiro. Isso é muito útil não só para o fotógrafo profissional ou amador, mas também para nós que escrevemos sobre o assunto. Que jogue a primeira pedra quem sabe o significado de todas as siglas das lentes disponíveis no mercado. E só a parte de explicação das siglas já vale a compra do suplemento.

As marcas apresentadas no guia são da Canon, Nikon, Sigma e Sony. Além das lentes, também encontramos acessórios como flash, extensores e battery grips. Temos uma pequena descrição da lente, tamanho do filtro e o preço médio da lente no Brasil. Como a cotação foi feita em revendedores oficiais, os valores podem assustar os mais desavisados. Por exemplo, fica muito complicado comprar a Canon EF 200mm F/2 L IS USM pela bagatela de R$ 28.600,00. Ou a Sigma 200-500mm f/2,8 APO por R$ 90.000,00. Mas, já está valendo pela informação.

Destaque também para acessórios que não costumamos ver todos os dias, como os ring flash, os flash macro e os anéis extensores.

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 16 de Setembro de 2010

Corinthians vence e iguala em pontos com Fluminense na liderança:
O Corinthians venceu o Fluminense por 2 a 1 nesta quarta-feira à noite, no Estádio do Engenhão, no Rio, e a disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro embolou de vez. É que os dois times agora somam 41 pontos, mas o time tricolor lidera por ter um gol a mais de saldo: 16 a 15. Teoricamente, a vantagem está para o lado do time paulista, por ter ainda um jogo a disputar (está com 21 jogos, contra 22 dos cariocas). Em outros critérios, são situações parecidas: ambos tem 12 vitórias, 5 empates e 37 gols marcados. As diferenças estão no total de derrotas (5 do Flu, 4 do Corinthians) e nos gols sofridos (21 do time tricolor, 22 dos corintianos).

Uma marca a constar é o jejum que continua para o Fluminense, que não vence o time paulista há 11 jogos. Algo que pode pesar no final da competição.

Partida. Por jogar em casa, o Fluminense fez sua parte, ao estilo do técnico Muricy Ramalho. Jogadas principalmente pelo meio, com a tentativa de colocar velocidade em seus atacantes. Nisso, muitas bolas para Washington, que tentava chutar ou cabecear nas chances que teve - ou chegar no carrinho quando a bola era cruzada em projeção -, mas pouco conseguiu. Participou bastante do jogo, mas reclamou muito.

A melhor chance do time mandante - não da casa, porque o Engenhão é do rival Botafogo - foi com Deco, aos 8 minutos de partida: ele passou por dois corintianos, tocou para Conca, que devolveu de frente para o gol, mas o meio-campo luso-brasileiro chutou a bola por cima do gol, bem perto do travessão. Depois disso, a melhor foi aos 32 minutos do segundo tempo, quando Rodriguinho chutou cruzado, forte, para a defesa de Júlio César.

Fora isso, as chances mais objetivas de gols foram do Corinthians. Paciente, tentando ter o controle do jogo, em ótima partida taticamente, o time de Adilson Batista apostava principalmente nos contra-ataques (embora Bruno César, bem marcado, teve atuação apagada). Teve grandes chances com Paulinho (aos 25 minutos do primeiro tempo) e Paulo André (aos 36 minutos, cabeceando para a área em bola cruzada por Bruno César).

Formato: PDF
Tamanho: 42.8 Mb

Hustler - Dezembro 2010 + Vídeos

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 15/09/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 15 de Setembro de 2010

FHC acusa Lula de agir como 'chefe de facção'
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou ontem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem agido como "militante e chefe de facção" durante a campanha eleitoral e pregou que o Supremo Tribunal Federal (STF) atue para impedir esses excessos.Em entrevista à Rede Mobiliza, portal de internet do PSDB, FHC acusou Lula de "extrapolar" e afirmou que ele "abusa do poder político". "Eu vejo um presidente que virou militante, chefe de uma facção política, e acho que isso está errado", afirmou. "Acho até que caberia uma consulta ao STF porque, se você não tiver instrumentos para conter essa vontade política, fica perigoso." De acordo com o ex-presidente, "alguma instância tem de dizer que o presidente está extrapolando e abusando do poder político de maneira contrária aos fundamentos da democracia".

Reagindo à declaração do presidente Lula, que afirmou querer "extirpar o DEM" da política brasileira, FHC disse que Lula "é autoritário", "quer o poder absoluto" e "está em apoteose mental". "Quando o presidente diz que quer eliminar um competidor, ele quer o poder total, isso é autoritarismo. Um presidente não pode fazer isso."

Ele fez um paralelo com o ditador italiano Benito Mussolini. "Outro dia assisti a um filme sobre Mussolini, Vincere, faltou quem freasse Mussolini; Lula não tem nada a ver com Mussolini, mas o estilo "eu sou tudo e quero ter poder total" não pode, ele tem de parar."

FHC teceu comparações entre sua postura, em 2002, quando José Serra (PSDB) também concorreu à Presidência, e a de Lula, neste ano, em relação a Dilma Rousseff (PT). Ele criticou o fato de Lula misturar sua função de integrante de um partido com a de líder de uma nação. "Eu apoiei Serra, mas não fiz isso (extrapolar os limites), nunca, porque quando o presidente fala envolve o prestígio dele não como líder de um partido, mas da instituição que ele representa."

Freud. Ele afirmou que Lula tem problemas "freudianos" com ele e por isso vive "denegrindo" seu governo. "É Freud, Lula perdeu para mim duas vezes e não engoliu, quer me derrotar de novo, mas eu não sou mais candidato. (Lula) não precisa ser tão mesquinho e estar o tempo todo distorcendo dados."

Formato: PDF
Tamanho: 25 Mb

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 14/09/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Papel de parede do dia - 214

Clique para ampliar

Jornal O Estado de SP em PDF, Terça, 14 de Setembro de 2010

Denúncia de tráfico de influência na Casa Civil derruba assessor de Erenice: O Palácio do Planalto demitiu ontem - a pedido - o servidor Vinícius de Oliveira Castro, de 30 anos, assessor da Secretaria Executiva da Casa Civil acusado de integrar suposto esquema de lobby no governo federal. O afastamento do assessor, um técnico de baixo escalão do palácio, foi a medida de maior impacto tomada pela Presidência para tentar estancar a crise envolvendo a chefe dele, a ministra Erenice Guerra.
Castro foi nomeado por Erenice para um cargo de confiança com remuneração de R$ 6,8 mil em junho do ano passado. Em nota divulgada pela assessoria de imprensa da Casa Civil no começo da tarde, o assessor afirmou que repudiava "todas as acusações".

A nota informava que Castro pedira demissão. É tradição do governo "cortar cabeça" de assessores e ministros envolvidos em escândalos e publicar que apenas atendeu a um pedido de exoneração do próprio suspeito. O Diário Oficial costuma publicar, nesse tipo de caso, que a exoneração foi a "pedido".

Antes de ser nomeado para a Casa Civil, Castro atuou ao lado de Israel Guerra, filho de Erenice, na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em 2007. Mas teria sido num escritório de lobby, Capital Assessoria e Consultoria, com sede em Sobradinho, na periferia de Brasília, que os dois mais ganharam dinheiro. Eles teriam recebido, segundo reportagem da revista Veja, uma propina de R$ 5 milhões para ajudar a direcionar uma licitação dos Correios.

Vinícius Castro é filho de Sônia Castro, sócia de Israel e de Saulo Guerra, outro filho de Erenice, no escritório de lobby. A denúncia foi feita pelo empresário Fábio Baracat, do setor de transporte de carga aérea, que teria contratado o escritório para garantir um negócio de R$ 84 milhões com os Correios.

Segundo uma segunda nota, divulgada no início da noite, Castro teria se afastado para melhor se defender das acusações publicadas pela revista. "Nunca pratiquei quaisquer das condutas caluniosas relatadas na matéria", destacou na carta. "Sempre pautei todas as minhas ações com ética e probidade."

Formato: PDF
Tamanho: 33.9 Mb

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 13/09/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

11/09, em 2010, Memória e Reconstrução

Jornal O Estado de SP em PDF, Segunda, 13 de Setembro de 2010

Irmã de ministra deu aval a contrato sem licitação com o governo: Família de Erenice também operou no Ministério de Minas e Energia - Escritório de advocacia do irmão da ministra foi contratado sem licitação com aval de outra irmã, que tem cargo de confiança.
Uma irmã da ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, autorizou o governo a contratar sem licitação o escritório do próprio irmão delas. No centro do contrato está a área de Minas e Energia, um setor que tem a influência de comando de Erenice e da ex-ministra Dilma Rousseff.
Erenice foi consultora jurídica da pasta no período em que a hoje candidata do PT dirigiu o Ministério de Minas e Energia no governo Lula.

Erenice saiu de lá com Dilma em 2005, mas sua irmã, Maria Euriza Alves Carvalho, entrou como consultora jurídica da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao mesmo ministério. No dia 1.º de setembro de 2009, Maria Euriza autorizou a EPE a contratar, sem licitação, o escritório Trajano e Silva Advogados, com sede em Brasília, por um valor de R$ 80 mil. Entre os advogados do escritório está Antônio Alves Carvalho, irmão de Maria Euriza e da ministra Erenice Guerra.

Segundo reportagem da revista Veja desta semana, esse mesmo escritório é usado pelo filho de Erenice, Israel Guerra, para despachar, fazer lobby e cobrar propina de empresários que tentam negociar contratos com o governo. Para oficializar seu serviço, Israel usa uma empresa de consultoria em nome de um irmão e que tem sede na sua própria casa no Distrito Federal.

A contratação sem licitação do escritório do irmão de Erenice pelo governo foi publicada em setembro de 2009 no Diário Oficial da União. Está lá escrito: "Aprovada por Maria Euriza Carvalho - Consultora Jurídica." Até abril deste ano, pelo menos, a irmã da ministra aparecia como consultora da EPE, segundo o Diário Oficial da União.

Formato: PDF
Tamanho: 44.6 Mb

Jorian Ponomareff

domingo, 12 de setembro de 2010

Imagens engraçadas/curiosas - 12/09/2010

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Jornal O Estado de SP em PDF, Domingo, 12 de Setembro de 2010

Denúncia de lobby faz oposição pedir saída da ministra da Casa Civil: Denúncia de esquema na Casa Civil faz oposição pedir saída de ministra Documento obtido pela revista ‘Veja’ mostra que, para garantir contrato com os Correios, empresa de São Paulo contratou filho de Erenice Guerra, que na época era secretária executiva da pasta; na ocasião, quem chefiava a Casa Civil era Dilma - Reportagem da revista Veja que aponta a existência de um esquema de tráfico de influência na Casa Civil levou a oposição a pedir a demissão da ministra-chefe da pasta, Erenice Guerra. Documento obtido pela revista mostra que a empresa de transporte aéreo Via Net Express contratou firma de lobby pertencente a filhos de Erenice, para garantir contratos com os Correios. Na ocasião, a Casa Civil era chefiada por Dilma Rousseff e Erenice ocupava o posto de secretária executiva, atuando como principal auxiliar da hoje candidata do PT ao Planalto.
O presidenciável José Serra (PSDB) considerou o caso gravíssimo. "Essas denúncias devem ser apuradas e tem de haver punição para os responsáveis. E não diversionismo e ocultamento."

Ontem, Serra visitou Goiânia, onde participou de comício seguido de carreata. "A Casa Civil tem sido foco de problemas para o Brasil. Lembro que no caso do mensalão, na época do José Dirceu, foi o centro do escândalo. Depois, esteve a Dilma, que deixou seu braço direito, uma pessoa muito próxima. E, hoje de novo, o centro da maracutaia é a Casa Civil."
Para Serra, "não é possível que alguns candidatos e partidos achem natural esse processo de corrupção" no País. "Não é natural, não. Podemos mudar isso. Podemos mudar com eleição." No horário eleitoral de ontem à noite, o tucano também levou ao ar a denúncia de tráfico de influência.

Para a oposição, a denúncia serve como combustível para tentar desgastar a candidatura presidencial de Dilma, líder nas pesquisas de intenção de voto e que hoje venceria já no primeiro turno. Seus principais representantes bateram pesado na ministra e cobraram sua saída do posto.

Principal
Formato: PDF
Tamanho: 72 Mb
Cadernos: Autos & Imóveis
Formato: PDF
Tamanho: 66 Mb

O Rio de Janeiro no seu IV Centenário - 1965

Clique aqui ou na imagem acima e veja esta apresentação feita com o Microsoft Power Point. Aguarde alguns instantes enquanto as imagens são carregadas, ou, se preferir, salve-a em seu computador.

Para ver essa apresentação é necessário ter instalado o programa Microsoft PowerPoint, que está no pacote Microsoft Office, ou o programa Visualizador do PowerPoint (para download gratuito clique aqui)

Papel de parede do dia - 213

Clique para ampliar