sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 11/02/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Jornal O Globo em PDF, Sexta, 11 de Fevereiro de 2011

* Impasse no Egito. Ditador transfere poderes a vice, mas se mantém presidente, mergulhando o país na incerteza.

* Esportes. Pelas mãos de Gabriel. Com atuação decisiva do goleiro, seleção sub-20 vence o Equador, fica próxima da vaga em Londres-2012 mas ainda precisa vencer o Uruguai, domingo, para ser campeã sul-americana.

* Segundo Caderno. “Bravura indômita”, dos irmãos Coen, que dá nova vida ao gênero faroeste, abre o Festival de Berlim.

* Revista Rio Show. Curiosas regras de etiqueta da noite do Rio incluem forró só para descalços e bar que veta os sem camisa.

Formato: PDF
Tamanho: 20 MB

Download_Copacabana_O_Melhor_da_Música_Brasileira_(2011)

Coletânea lançada em Portugal, (não está a venda no Brasil) com as melhores músicas MPB, incluindo algumas Pop. confira!

Lista de Músicas

CD 01
01 Maria Bethania - Grito de alerta
02 Simone - Começar de novo
03 Ney Matogrosso - Yolanda
04 Chico Buarque - O que será
05 Elis Regina - Romaria
06 Caetano Veloso - Sozinho
07 Rita Lee - Lança perfume
08 Martinho da Vila - Mulheres
09 Joanna - Amanhã talvez
10 Alcione - Estranha loucura
11 Elba Ramalho - De volta pro aconchego
12 Secos e Molhados - Rosa de Hiroshima
13 Baby Consuelo - Menino Do Rio
14 Ivan Lins - Madalena
15 Nara Leao - Garota De Ipanema
16 António Carlos E Jocafi - Você Abusou
17 António Carlos Jobim - A Felicidade
18 Erasmo Carlos - De Noite Na Cama

CD 02
01 Maria Rita - Cara valente
02 Os Paralamas do Sucesso - Lanterna dos afogados
03 Zélia Duncan - Catedral
04 Barão Vermelho - Amor meu grande amor
05 Cássia Eller - Malandragem
06 Gabriel, O pensador - Sei lá
07 Cazuza - Codinome Beija flor
08 Ivete Sangalo - Se eu não te amasse tanto assim
09 Paulo Ricardo - Dois
10 Preta Gil - Sinais de fogo
11 Titas - Sonifera Ilha
12 Daniela Mercury - Nobre Vagabundo
13 Jorge Ben Jor - Pais Tropical
14 Los Hermanos - Anna Julia
15 Luka - To nem ai
16 RPM & Renato Russo - A Cruz E A Espada
17 Tie - Assinado Eu
18 Os Mutantes - Baby

Jornal O Dia em PDF, Sexta, 11 de Fevereiro de 2011

Decreto garantirá manutenção da licença de 32 mil táxis no Rio
Rio - O prefeito Eduardo Paes publica hoje decreto que põe fim à polêmica envolvendo o corte da frota de táxis na cidade. O documento garante que nenhum taxista terá sua concessão cassada e que a transferência da licença para cônjuge sobrevivente ou um terceiro está garantida. A polêmica começou com uma emenda — de autoria do vereador Jorge Felippe (PMDB) — no Plano Diretor, sancionado este mês, que determina que a capital deve ter o índice de um táxi por 700 habitantes. Atualmente, há um para cada 250 cariocas.O Plano Diretor estabelece que nenhuma nova permissão para taxista seja emitida ou transmitida até que a meta numérica seja atingida. “Os taxistas podem ficar tranquilos. Não vamos cassar a autonomia de ninguém. O decreto é para deixar todos os direitos valendo. Na prática, não vamos diminuir o número de táxis na cidade. Só não vamos deixar aumentar”, explicou o prefeito, que disse que colocou fim a um mau-entendido criado com a emenda.

A capital carioca tem frota de 32 mil veículos de praça. Se fosse atender hoje a cota de um veículo para cada 700 pessoas, a prefeitura teria que cortar 23 mil permissões. O principal argumento do município para manter o exercício da atividade sem cortes é o fato de o táxi ser atividade estratégica para o Rio durante a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

A notícia deixou aliviado quem trabalha no ramo e estava com medo de perder o direito de dirigir pelas ruas. “É bom saber que ninguém vai perder a licença. Seria muito difícil reduzir o número no Rio. Se fossem realmente fazer isso, tinham que optar pelas empresas de táxi, e não com quem tem só um. Ainda bem que a gente vai poder deixar a licença do táxi para os filhos e para a esposa. Pelo menos eles vão ter algum meio de se sustentar se acontecer alguma coisa comigo”, desabafou o taxista Fernando Ferreira, 43 anos.

Ponto final em polêmica causada por emenda

Autor da emenda que criou confusão entre os taxistas, o vereador Jorge Felippe publicou ontem em seu site que procurou o prefeito Eduardo Paes, terça-feira, pedindo-lhe que não permita a continuidade de ações na Secretaria de Transportes proibindo as transferências das permissões. “Esse direito de transferir, tanto quanto a autonomia como herança de família, tem sido e continuará sendo respeitado”, escreveu.

Para o taxista Luiz Antônio Gallo, de 42 anos, a prefeitura tinha mesmo que voltar atrás. “É uma boa medida permitir que a gente deixe a licença para a esposa. Garante algum sustento”, defendeu.

Formato: PDF
Tamanho: 28 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 11 de Fevereiro de 2011

Forças Armadas declaram apoio às medidas de Mubarak
Militares pedem a cidadãos que voltem a suas rotinas e promete não perseguir aqueles que 'rejeitaram a corrupção e pediram reformas' CAIRO - O Conselho Supremo das Forças Armadas do Egito afirmou nesta sexta-feira, 11, em comunicado, que os militares atuarão para garantir as medidas anunciadas ontem pelo presidente Hosni Mubarak. O conselho disse ainda que a população deve "voltar ao trabalho e a suas rotinas diárias". Segundo o comunicado, as Forças Armadas colocaram fim à Lei de Emergência, vigente no país desde 1981, "assim que atual situação tiver um fim".
Depois de uma reunião nesta sexta-feira do Conselho, presidido pelo ministro da Defesa Mohamed Hussein Tantawi, foi emitido um comunicado no qual também prometem não perseguir os "honoráveis cidadãos que rejeitaram a corrupção e pediram reformas".
Com o comunicado, os militares demonstram apoio à decisão de Mubarak, que frustrou os manifestantes ontem à noite, ao anunciar que entregaria parte dos poderias ao vice, mas que permanecerá no cargo até as eleições de setembro. Os militares ainda prometeram que irão garantir "eleições livres e justas".
Apesar das declarações do presidente e das Forças Armadas, dezenas de milhares de pessoas se preparam para o 18º dia de protestos pelo fim imediato do governo de Mubarak, segundo informa o Wall Street Journal.
A afirmação do Comando Supremo das Forças Armadas desta sexta-feira, chamada de "comunicado número dois", parece representar uma ruptura com a postura anterior dos militares de atuar como uma parte neutra, fornecendo segurança à população. Ontem, o comando do Exército havia até prometido "apoiar as demandas legítimas do povo", dizendo que iria tomar "medidas para proteger a nação", segundo informava o "comunicado número um" aos egípcios.

Alguns interpretaram o "comunicado número um" como uma ameaça de lançar um golpe de Estado, até que o próprio Mubarak apareceu na televisão estatal no final da quinta-feira para anunciar que ficará no cargo até as eleições presidenciais de setembro.

Protestos

Os manifestantes pró-democracia ficaram enfurecidos com a decisão do presidente e muitos pediram uma intervenção das Forças Armadas para tirá-lo do poder. Eles convocaram para hoje manifestações de protesto maiores do que as já realizadas.

No começo desta manhã, dezenas de milhares de pessoas ainda estavam acampadas na Praça Tahrir e nas ruas próximas ao Parlamento, no Cairo, enquanto grupos menores protestavam diante do palácio presidencial de Mubarak e da sede da televisão estatal. Centenas de milhares - talvez milhões - de pessoas deverão participar das manifestações ao longo do dia, após as orações muçulmanas semanais.

O Exército endossou a transferência de alguns poderes de Mubarak para o vice-presidente Omar Suleiman, ex-chefe do serviço de espionagem do país, nomeado vice no final de janeiro, em meio aos protestos. Os militares também prometeram abolir a lei de emergência, em vigor há décadas, mas apenas "tão logo as atuais circunstâncias terminem", segundo a rede de televisão Al-Jazira.

Formato: PDF
Tamanho: 39 MB

Download_Jorge_Aragão_-_Todas (2010)



Lista de Mùsicas

01 Doce amizade
02 Abuso de poder
03 É tanta essa dor
04 Vingará
05 Sim
06 Teor invendável
07 Você abusou
08 Hot-saia
09 Samba aí papai
10 Rede velha
11 O amor que eu guardei
12 Ser maravilhoso
13 História do brasil
14 Pedacinhos do céu / delicado

Coca-Cola’s World of Warcraft ‘Siege’

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 10/02/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Motorcyclist - Março 2011

Playboy - Fevereiro 2011 - Brasil PDF for iPad/PC

Jornal O Globo em PDF, Quinta, 10 de Fevereiro de 2011

* Governo corta R$ 50 bi e Mantega diz que vai doer.

* Esportes. Brasil continua freguês da França.

* Segundo Caderno. Escaladas para o mesmo festival, Silvia Machete e Cibelle têm tudo a ver.

* Revista Boa Viagem. Sede de orquestra sinfônica projetada por Frank Gehry e novos hotéis renovam Miami.

Formato: PDF
Tamanho: 20 MB

Paquistão: cotidiano

Veja - Edição 2203 (09/02/2011)

Jornal O Dia em PDF, Quinta, 10 de Fevereiro de 2011

Presidenta aperta o cinto e manda suspender concursos
Também estão suspensas este ano nomeações de aprovados em seleções já realizadas - Brasília - Pouco mais de um mês depois do início do governo de Dilma Rousseff, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou o já esperado corte no orçamento federal de 2011. O contingenciamento será de R$ 50 bilhões, equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB), maior que a soma dos cortes realizados durante os oito anos de governo Lula. Um dos principais reflexos da contenção de gastos na vida dos brasileiros será a suspensão da contratação de aprovados em concursos e da realização de concursos em 2011. Para este ano, estavam previstos concursos para, ao menos, 14,6 mil vagas. Guido Mantega garantiu que os cortes não vão afetar os R$ 170,8 bilhões previstos para investimentos, dos quais R$ 40,15 bilhões são para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), nem os programas sociais. As estatais também vão ficar de fora do pacote de contenção de gastos. A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, porém, ressalvou que os cortes não vão ser “sem dor”.

A contenção de gastos serve para o governo tentar conter o aumento da inflação. Dessa maneira, será possível diminuir a taxa de juros, atualmente em 11,25% ao ano. Outro objetivo é cumprir a meta de superávit primário (economia para pagar juros da dívida pública), de R$ 117,9 bilhões neste ano.

“Estamos revertendo todos os estímulos que fizemos para a economia brasileira entre 2009 e 2010 por conta da crise financeira internacional. Nos últimos anos, o governo concedeu subsídios e aumentou seus gastos. Isso foi muito bem sucedido, pois o País saiu rapidamente da crise. Hoje, está com a economia crescendo, com demanda forte. E já estamos retirando esses incentivos”, declarou Mantega.

Durante o governo Lula, houve dois grandes cortes no Orçamento, que, juntos, somaram cerca de R$ 22,3 bilhões. O primeiro foi de R$ 14,3 bilhões. em 2003. O segundo totalizou cerca de R$ 8 bilhões no ano passado.

Fé na análise ‘caso a caso’

A ministra Miriam Belchior destacou que cada pedido de seleção e convocação será avaliado com cautela. “Serão analisados caso a caso. Novas contratações serão olhadas com lupa”, disse. Por isso, para especialistas, áreas estratégicas como Polícia Federal (1.352 vagas), Polícia Rodoviária Federal (com seleção paralisada na Justiça e oferta de 750 postos) e INSS (2.500) devem ser preservadas.

“Creio que a ministra vá apenas reavaliar as prioridades. Com Copa e Olimpíadas, não há como pensar em mexer no efetivo da PF”, disse Paulo Estrella, da Academia do Concurso.

No entanto, seleções na Agência Nacional de Cinema, Fundação Biblioteca Nacional e Ministério das Relações Exteriores deverão estar comprometidas.

“Se o corte for geral, haverá uma pane na máquina pública. Há uma alta previsão de aposentadorias para o ano” afirmou Maria Sombra, da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos.

MENOS VOOS

Com o anúncio, a presidenta Dilma Rousseff cumpriu à risca a promessa de contingenciar gastos do Governo Federal. Miriam Belchior afirmou que se reuniu com representantes de todos os ministérios antes de anunciar os cortes, e cada um informou onde poderia contribuir para a redução de despesas.

Entre as medidas anunciadas, está a redução compulsória de 50% nos gastos com viagens e passagens aéreas neste ano. Além disso, está proibida a compra e aluguel de novos veículos e imóveis pelo governo para uso administrativo. Alguns ministérios também já testam a diminuição de gastos com água e energia.

A contenção também vai afetar o valor das emendas apresentadas por deputados e senadores ao Orçamento. Os valores ainda não estão definidos pelo governo.

“O detalhamento vai ser estabelecido a partir da discussão com os ministérios. Como em todos anos, a redução de despesas tem de ser em todas as áreas, e as emendas também estarão no cômputo geral”, explicou Miriam.

Formato: PDF
Tamanho: 22 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 10 de Fevereiro de 2011

Emendas parlamentares são alvo central do corte de R$ 50 bilhões do Orçamento - Em meio às tensas negociações com aliados para assegurar a votação do salário mínimo de R$ 545, governo anuncia economia radical; contenção dos gastos sugeridos por deputados e senadores pode chegar a R$ 18 bi dos R$ 21 bi aprovados pelo Congresso. 09 de fevereiro de 2011 | 20h 48 - BRASÍLIA - Em meio a uma tensa negociação com sua base no Congresso para garantir a aprovação do salário mínimo de R$ 545, o governo anunciou nesta quarta-feira, 9, um corte de R$ 50 bilhões em suas despesas que será cumprido, em boa parte, por emendas de parlamentares ao Orçamento de 2011. Dos R$ 21 bilhões incluídos pelo Legislativo na programação de gastos deste ano, R$ 18 bilhões, cerca de 86%, deverão ser decepados, segundo informou fonte do Palácio do Planalto. Enquanto os parlamentares ficarão com seus projetos dormindo nas gavetas dos ministérios, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sairá ileso do aperto. Ele não será reduzido, nem terá projetos adiados, afirmou ontem a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Ela, porém, não confirmou a magnitude dos cortes nas emendas.

Num claro enfrentamento das pressões do Congresso, o governo previu que o mínimo de 2011 será mesmo de R$ 545. "Não mais que isso", frisou o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Se o valor for maior, serão cortadas mais despesas. O mesmo será feito se for aprovada a revisão da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física.

Setor produtivo. O enxugamento de gastos atingirá também o setor produtivo. O Tesouro vai reduzir os volumes que repassa ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a título de subsídio. "Significa que o BNDES vai trabalhar com os juros um pouco mais elevados", explicou Mantega.

Outra má notícia para o setor produtivo é que não há previsão de desonerações de impostos este ano. A presidente Dilma Rousseff prometeu, na campanha eleitoral, cortar a carga tributária sobre o setor produtivo. O governo acenou ainda com a desoneração a folha. "Isso só será possível se houver um esforço adicional, então, nesse momento, estou descartando", disse Mantega.

Ele acrescentou que o corte "tende a ser definitivo". Se for verdade, será uma mudança de padrão em relação a anos anteriores, quando o governo iniciava o ano anunciando contenção de despesas, mas liberava as verbas ao longo do ano, amparado num aumento de arrecadação.

Se as receitas se comportarem melhor do que o esperado, o governo tem outras opções além de gastar, disse Mantega: aumentar o superávit primário (economia de recursos para pagamento de juros da dívida pública), fortalecer o fundo soberano (uma espécie de poupança para ser usada em períodos de crise) ou fazer desonerações tributárias. O dinheiro não será necessariamente usado para aumentar gastos, embora isso possa ocorrer.

O governo deu demonstrações de que o corte é para valer. Miriam Belchior anunciou uma série de medidas que não se viam na Esplanada desde o Pacote 51, editado em 1997, na esteira da crise da Ásia. Na semana que vem Dilma assinará um decreto cortando pela metade os gastos com diárias e passagens. Os ministérios estão proibidos de comprar automóveis e nem poderão comprar, reformar ou alugar imóveis. A realização de concursos e a nomeação de novos funcionários estão suspensas.

Formato: PDF
Tamanho: 35.8 MB

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 09/02/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Morre, aos 96 anos, último integrante da volante que matou Lampião

Elias Marques estava internado no Hospital Xingó, em Piranhas (AL).
Ele foi velado em sua residência, em Olho D'Água do Casado (AL).

Glauco Araújo
Do G1, em São Paulo

Volante Elias Marques (esq.) com a mulher e o
historiador João de Sousa, em foto tirada na semana
passada (Foto: Arquivo Pessoal/João de Sousa Lima)

O ex-volante Elias Marques Alencar, 96 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (9), em Piranhas (AL). Ele era o último integrante, ainda vivo, da volante que matou Lampião, em 28 de julho de 1938, na Grota de Angicos, em Poço Redondo (SE).

Ele estava internado no Hospital Xingó, em Piranhas, e morreu de falência múltipla dos órgãos. "Estive com ele na semana passada e me pareceu bem, estava disposto, apesar da idade avançada", disse João de Sousa Lima, historiador e especialista em Cangaço.
Antonio Vieira (esq.) morreu em 20 de dezembro de
2010 (Foto: Arquivo Pessoal/João de Sousa Lima)

O corpo foi velado em sua residência, no Centro de Olho D'Água do Casado (AL). Segundo Sousa, Elias fez parte da volante do tenente João Bezerra, que atacou de surpresa o bando de Lampião, formado por Maria Bonita e mais nove cangaceiros, em 1938.

Outra morte
Em 20 de dezembro de 2010, também faleceu Antonio Vieira, 98 anos, em Delmiro Gouveia (AL). Ele era soldado da volante do grupo do aspirante Francisco Ferreira e lutou ao lado de Elias Marques. Antonio foi um dos primeiros a realizar o cerco a Lampião e seu grupo.
Fonte: G1

Maceió

Velhinha do Aviôes do Forró (Sem Letra)

Amateur Photographer - 12 Fevereiro 2011

Quatro_Rodas | Edição_611_-_Dezembro 2011

Duas_Rodas | Edição_424 | Janeiro_2011


Vovó Armada com bolsa Luta com ladrões Jóias e evita assalto

Download_Música!_O_Melhor_da_Música_do_Kid_Abelha


Lista de Mùsicas

01 Como Eu Quero
02 Alice
03 Porquê Não Eu?
04 Amanhã É 23
05 Pintura Íntima
06 Grand Hotel
07 Dizer Não É Dizer Sim
08 Todo Meu Ouro
09 Educação Sentimental II
10 Lágrimas E Chuva
11 Nada Tanto Assim
12 Seu Espião
13 Solidão Que Nada
14 A Fórmula Do Amor

Ano novo Chinês

Crash Carnage #49

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Jornal O Globo em PDF, Segunda, 07 de Fevereiro de 2011

* Polícia ocupa nove favelas em menos de duas horas. Traficantes saíram antes da ação em Santa Teresa e no Complexo de São Carlos.

Esportes.Botafogo vence o Flu e lidera.

Segundo Caderno. Novas bandas de rock brasileiro cantam em inglês e despertam a atenção do mercado internacional.

Formato: PDF
Tamanho: 9.9 MB

Jornal O Dia em PDF, Segunda, 07 de Fevereiro de 2011

Ronaldinho marca, Mengão vence no aperto e se classifica:
Macaé - O momento mais esperado pelo futebol brasileiro para esta temporada ocorreu na tarde deste domingo, em Macaé. Maior contratação do País para a temporada de 2011, o meia Ronaldinho marcou pela primeira vez com a camisa do Flamengo. Com um gol do camisa 10, o time rubro-negro venceu o Boavista por 3 a 2, fora de casa, manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca e se classificou com uma rodada de antecipação às semifinais da Taça Guanabara.Somado a Ronaldinho, Deivid e Negueba também marcaram e levaram a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo chegar aos 18 pontos após seis rodadas de competição. Com apenas um jogo para completar, o time da Gávea não pode mais ser alcançado pelo próprio Nova Iguaçu, que venceu no último sábado o Resende por 2 a 1.

Além da classificação, o Flamengo assegurou também a primeira colocação do Grupo A. O segundo posto ao final desta rodada é ocupado pelo próprio Resende, que depende apenas de uma vitória na última rodada contra a própria equipe rubro-negra para avançar à próxima etapa do primeiro turno do Campeonato Carioca.

O Boavista, por outro lado, precisa torcer para o algoz desta tarde de domingo no próximo final de semana, além de vencer o Nova Iguaçu, o único concorrente na briga pela outra vaga às semifinais da Taça Guanabara.

Formato: PDF
Tamanho: 20 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Segunda, 07 de Fevereiro de 2011

Egito 'não será mais o mesmo país', diz Obama
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, avaliou neste domingo que o Egito não será mais o mesmo país que era antes das manifestações populares pela democracia ocorridas nas últimas duas semanas. Em entrevista concedida ao canal de televisão Fox, Obama disse estar claro que o povo egípcio deseja liberdade e eleições livres e justas. O vice-presidente egípcio, Omar Suleiman, e representantes da oposição acordaram neste domingo realizar reformas constitucionais e colocar fim à Lei de Emergência, vigente no país desde 1981.

Questionado sobre quando o presidente do Egito, Hosni Mubarak, deixaria o cargo, como exige a oposição, Obama disse que neste momento somente Mubarak sabe quais decisões pretende tomar com relação a seu futuro.

Obama declarou-se confiante em que, como resultado dos protestos, o Egito terá um governo representativo com o qual os EUA poderão trabalhar como parceiros. As informações são da Associated Press.

Formato: PDF
Tamanho: 22.7 MB

Momentos