sábado, 28 de maio de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 28/05/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Obama: seis dias, quatro nações

Download_Foo_Fighters_Medium_Rare_2011


Lista de Músicas

01 Band on the Run [5:08]
02 I Feel Free [2:56]
03 Life of Illusion [3:40]
04 Young Man Blues [5:46]
05 Bad Reputation [2:34]
06 Down In The Park [4:09]
07 Baker Street [5:38]
08 Danny Says [2:59]
09 Have A Cigar [4:03]
10 Never Talking To You Again [1:54]
11 Gas Chamber [0:58]
12 This Will Be Our Year [2:34]

Folha de São Paulo em PDF, Sabado, 28 de Maio de 2011

Laudo confirma falha em sonda de avião da Air France:
A queda do voo 447 durou três minutos e 30 segundos. É o que registra relatório preliminar do BEA, órgão francês que apura causas do acidente com o Airbus A330 da Air France que ia do Rio a Paris e caiu no oceano a 200 km/h matando 228 pessoas em 31 de maio de 2009. O texto confirma que defeitos nas sondas que medem a velocidade do avião foi o ponto de partida para a queda.

veja também:

Governador do PT afirma que renda de Palocci 'chama atenção'

Advogado do ministro define investigação como irregular

Fifa ameaça excluir SP da Copa por atraso no Itaquerão

Kit que presidente vetou será refeito ainda neste ano

Líder de grupo agrário é morto a tiros em Rondônia

Ingleses e espanhóis decidem na Europa

Em 24 horas, iPad 2 já sumiu das lojas virtuais e prateleiras

Formato: PDF
Tamanho: 75 MB

Jornal O Globo em PDF, Sabado, 28 de Maio de 2011

Crise com o PMDB afasta Dilma do vice-presidente:
Na noite da votação do Código Florestal, na terça-feira, por orientação da presidente Dilma Rousseff, o ministro Antonio Palocci (Casa Civil)ligou para o vice-presidente da República, Michel Temer, e ameaçou demitir ministros do PMDB caso o partido votasse a favor da anistia a desmatadores, desobedecendo ao governo. Palocci disse que o primeiro a sair seria o ministro da Agricultura, aliado de Temer. “Você acha que eu vou brigar por um ministério de merda?!”, reagiu o vice, segundo relato de JORGE BASTOS MORENO na coluna Nhenhenhém. Palocci acabou pedindo desculpas e, no dia seguinte, propôs uma conversa de Temer com Dilma,
mas o vice se recusou a se encontrar com a presidente. O embate que afastou o vice da presidente quase implodiu a aliança do PT com seu principal parceiro e teve outras consequências imediatas: a união de todo o PMDB e a intervenção do ex-presidente Lula, que correu a Brasília para alertar aliados sobre o risco de uma crise institucional de resultados imprevisíveis. Ontem, Palocci mandou à Procuradoria Geral da República explicações sobre seu enriquecimento desde que deixou a Fazenda, em 2006, mas não enviou a lista de clientes de sua consultoria.

Formato:PDF
Tamanho:30,36 Mb

Jornal O Dia em PDF, Sabado, 28 de Maio de 2011

Três minutos e meio de agonia na queda do Airbus
Ocupantes estariam vivos até o choque no mar. Falha técnica teria levado a erros de piloto - Rio - Escritório de investigação francês que apura o acidente com o voo 447 da Air France em 1º de junho de 2009, o BEA divulgou ontem relatório sobre o que se passou na cabine antes de a aeronave cair. Foram três minutos e meio perdendo altitude até bater e se romper no mar com 228 pessoas a bordo, a 200 km/h. O fato de não ter registro de despressurização, levando a crer que as vítimas estavam vivas durante a queda, fez parentes reviverem o drama. Segundo especialistas, diálogos entre pilotos apontam para falha técnica seguida de decisões equivocadas da tripulação como origem da tragédia. Segundo o diretor do BEA, Jean-Paul Troadec, um dos pilotos disse: “Não estou entendendo mais nada”. Pouco mais de três horas após decolar do Galeão, no Rio, com destino a Paris, começaram os problemas. O comandante Marc Dubois dormia fora da cabine, quando o avião enfrentou turbulência. Os copilotos que o substituíam desviaram 12 graus à esquerda, mas o avião balançou mais e, em seguida, a tripulação reduziu a velocidade.

Nesse ponto, sensores de velocidade (Pitot) falharam, passando informações erradas à cabine; o piloto automático desligou-se sozinho e soou o alarme de ‘stol’ (perda de estabilidade por baixa velocidade). A partir daí, os copilotos tentam retomar o controle do avião, ‘empinando’ o nariz da aeronave, posição em que fica até o fim, e chamam o comandante, que não consegue reverter a situação.

Polêmica decisão de ‘empinar’ avião

A decisão de elevar o ‘nariz’ do avião ao soar o alarme de ‘stol’ virou o centro da discussão. Especialistas acreditam que os copilotos reagiram mal à queda de velocidade. O correto seria abaixar o ‘nariz’, para ganhar velocidade e retomar o controle. Mas outros pilotos dizem que falhas técnicas podem ter feito com que a tripulação não entendesse a dimensão do cenário. “Eles perderam a indicação de velocidade e altura”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Pilotos, George Sucupira. A Air France defende a equipe, elogiando o ‘profissionalismo’ diante das falhas.

Peça suspeita seria trocada na véspera da tragédia

A notícia com os minutos da queda da aeronave fez com que muitos parentes das vítimas além de lembrarem de seus familiares, reconstruíssem a cena de terror ao ver o avião cair. “O sofrimento foi muito e isso é desesperador. Meu pai está em estado de choque”, revelou a nutricionista Sylvie Mello, irmã do procurador Carlos Eduardo Mello, que ia para lua de mel em Paris.

O primo da psicóloga Luciana Seba, Roched Seba, diz que prefere não pensar: “Eu prefiro nem pensar nesse tempo (da queda). A perda e a dor já são lembrados todos os dias”.

A notícia de que a queda levou 3 minutos e meio levou familiares de volta à terapia.“Muitos já estavam se acostumando a dor, mas com tudo isso tiveram grave queda no quadro psicobiológico”, contou o advogado João Trancredo, que defende famílias de 15 vítimas do voo. Até agora, 146 corpos continuam desaparecidos e 82 foram resgatados, 29 deles este ano.

Segundo Sylvie e João Tancredo, a Air France divulgou para as famílias que na véspera do acidente seria trocada a peça suspeita de ter causado a tragédia, o sensor pitot. A recomendação para a troca virou determinação: em 5 de junho, a companhia avisou aos pilotos que faria a substituição dos pitots.

Formato: PDF
Tamanho: 25 MB

Abertura do São João de Estância acontece dia 31 de maio

A abertura oficial do São João de Estância, será dia 31 de maio com a tradicional Salva de São João, a partir das 19h, trazendo para as ruas da cidade o cortejo junino, a inauguração do Arraial do Progresso na praça Barão do Rio Branco, e em seguida shows com bandas de renome nacional como Calcinha Preta e Cavaleiros do Forró, no forródromo.

O São João 2011 em Estância será um dos maiores do Estado, com atrações de renome nacional como as já citadas acima, Adelmário Coelho, Forró Maior, Forró da Discarada, Cintura Fina, Gatinha Manhosa, Rogério e Banda, e também com atrações locais a exemplo da banda Forró da Folha, Xoxotear, Fauna e Flora, Bicho Danado, entre outras, além de muitas atrações artísticas e culturais.

A ornamentação e a estrutura da festa será devidamente organizada, utilizando à criatividade e a decoração conforme as tradições juninas. As comidas e bebidas típicas dessa época junina já começam a aparecer para dar um delicioso sabor de festa com muita energia em pratos feitos de milho, macaxeira, puba e amendoim, regados a saborosos licores que somente Estância sabe produzir.

O Prefeito de Estância, Ivan Leite, incentiva e investe nas tradições culturais do município, pois sabe da importância de estimular o turismo e manter as festas em nossa cidade.

O objetivo é realizar uma grande comemoração junina, com atrações de destaque, de nível nacional e local, incentivar as quadrilhas juninas e as batucadas, valorizando as nossas tradições. A previsão é que durante o mês de junho mais de 70 mil pessoas visitem a nossa cidade.

Investir em festividades é atrair mais turistas, consequentemente melhorando o comércio local e gerando mais empregos e renda para os estancianos.

A Prefeitura de Estância realiza um dos melhores São João de nosso Estado, resgatando autoestima dos estancianos e atraindo milhares de turistas.

Fonte:Ascom Prefeitura de Estância

Jornal O Estado de SP em PDF, Sabado, 28 de Maio de 2011

PMDB segura CPI contra Palocci e faz Planalto refém:
BRASÍLIA - Pressionado pelo Planalto, o PMDB fez um pacto temporário com sete senadores rebeldes da sigla para evitar que sejam favoráveis à instalação de uma CPI que investigue o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, deixando o Palácio do Planalto totalmente refém dos humores do partido. Dirigentes da sigla aproveitaram, ainda, para avisar a presidente Dilma Rousseff que não aceitarão retaliações por terem confrontado o governo na votação do Código Florestal.

Na aritmética da pressão, se os sete senadores peemedebistas, que normalmente divergem da orientação da cúpula do partido, se somarem aos 19 senadores de oposição (PSDB, DEM, PPS e PSOL) e demais insatisfeitos da base, a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito contra Palocci passa a ser factível. São necessárias pelo menos 27 assinaturas na Casa para abrir uma investigação.

"Se contemporizando já está difícil, não é hora de colocar combustível nessa relação. Não dá para aceitar isso", diz um cacique do partido, sobre as ameaças verbalizadas por Palocci nesta semana ao vice-presidente da República, Michel Temer, de demitir ministros do PMDB diante de infidelidade do partido na votação do Código Florestal.

Segundo informação publicada na coluna de Dora Kramer, no jornal O Estado de S. Paulo, no dia da votação do código Palocci telefonou para Temer e deu o duro recado de Dilma. Palocci teria insistido ainda sobre a possibilidade de demissão do ministro da Agricultura, Wagner Rossi, indicação pessoal de Temer. O vice-presidente interpretou a ação como ameaça.

Temer fez um café da manhã, na quinta-feira, no Palácio do Jaburu, quando juntou os sete peemedebistas incomodados como governo Dilma: Jarbas Vasconcelos (PE), Roberto Simon (RS), Luiz Henrique (SC), Casildo Maldaner (SC), Ricardo Ferraço (ES), Waldemir Moca (MS), Eduardo Braga (AM). Eles se comprometeram a não assinar o requerimento da CPI - houve uma "fuga", porque Jarbas assinou, mas, mesmo assim, Palocci ligou ontem no final da tarde para Temer e agradeceu pelo serviço de contenção política.

Aviso. Nesta sexta, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou não acreditar em retaliação por conta da ameaça de demissão dos ministros do PMDB. "Nem conversei com o presidente Temer, não tenho conhecimento desse fato e não acredito em retaliação contra o PMDB em decorrência da posição dos senhores deputados", disse. "Seria uma providência que jamais seria bem recebida pelo partido. Não acredito em nenhuma retaliação do governo pela posição que o PMDB possa ter", acrescentou.

Formato: PDF
Tamanho: 60 MB

Consumo exagerado de sal aumenta chances de infarto

Retenção de líquido causa hipertensão, que pode provocar derrame

Consumir sal em excesso faz mal a saúde. Boa parte da população já está acostumada a ouvir a dica de especialistas, normalmente unânimes em recomendar o seu uso moderado. No entanto, por ser algo tão arraigado aos costumes diários, pouca gente presta atenção no aconselhamento, o que é um erro e pode provocar graves problemas de saúde.

O consumo nacional per capita chega a 12 gramas diários. De acordo com o estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a quantidade não deveria ultrapassar os 2 gramas (pouco mais de uma colher de chá), sendo que nesta quantidade já devem estar inclusos o sal dos alimentos industrializados, ou seja, é bem pouquinho mesmo. Os perigos de salgar demais a comida podem ser devastadores a médio e longo prazo. E, claro, o seu coração sentirá e responderá ao consumo exagerado dele.
Vilão das artérias
Antes de condenar o uso da sal, é necessário lembrar que, se usado com moderação, ele não faz mal. Isso porque o sal é rico em sódio, ou seja, uma substância essencial para manter o equilíbrio de líquidos no corpo e ajudar na transmissão de impulsos nervosos e no relaxamento muscular. O problema está no consumo em excesso. Ao consumir além do recomendado ele reterá líquido e, consequentemente, aumentará o volume de sangue nas artérias. O desequilíbrio na concentração de plasma sanguíneo faz com que o coração acelere os batimentos, o que provoca a hipertensão.

Controle a pressão
A relação entre o consumo excessivo de sódio e o aumento da pressão arterial é velha conhecida da ciência. "Quanto mais as pessoas abusam do saleiro, mais alterados ficam as funções da artéria carótida, como a elasticidade e a rigidez", explica o endocrinologista Flávio Sarno. Segundo o profissional, isso prova que o excesso de sódio aumenta o risco de doenças cardiovasculares.
Especialistas são unânimes em apontar que nada provoca mais danos à saúde do coração que a hipertensão (o que significa, basicamente, uma pressão arterial acima dos padrões normais). Segundo o médico, a pressão ideal é uma máxima de 12 e uma mínima de 8.

Para ser considerado um quadro de hipertensão, ela deve alcançar 14 por 9 ou mais. Se isso acontecer, o sangue está circulando com uma velocidade e uma força além das que seriam recomendáveis. Os danos, normalmente, são catastróficos.

"As paredes arteriais sofrem uma espécie de erosão que resulta na formação de sulcos, o que vira um depósito de gorduras que causam infarto. A hipertensão também pode arrebentar uma artéria, ou seja, o popular derrame", diz Sarno.

Diminua o consumo de sal
Para blindar o seu coração contra os males provocados pelo sal é necessário reduzir o seu consumo. Uma alimentação balanceada pode garantir a sua longevidade. Portanto, evite alimentos com muito sódio, como embutidos, salgadinhos e temperos prontos (molhos e até o tempero do macarrão instantâneo). Para temperar saladas dê preferência a azeite e ervas secas. Compre sal marinho ou sal light em vez do sal tradicional. O primeiro tem outros nutrientes que fazem bem ao organismo e o segundo, por levar cloreto de potássio, tem teor de sódio menor. O estranhamento da falta de sal na comida dura pouco. A mudança vale a pena e o seu coração agradece.
Fonte: Minha Vida

Download_Aerosmith_Tough_Love:_Best_Of_The_Ballads_(2011)

Lista de Músicas

01 Angel
02 Amazing
03 Love In An Elevator
04 Cryin'
05 What It Takes
06 Rag Doll
07 Crazy
08 Deuces Are Wild
09 Livin' On The Edge
10 Blind Man
11 Janie's Got A Gun
12 Dream On

iPad - Uso Terapêutico - GRAACC

Projeto do GRAACC que visa a utilização do iPad para fins terapêuticos.
Este projeto nasceu da parceria entre Brinquedoteca (Patricia Pecoraro e Dora), Equipe Multidisciplinar, Registro Hospitalar GRAACC (Arnaldo Pires), Voluntariado (Caroline) e parceiros externos Spring Films (Betinho e Daniel) e Influência Estúdio Criativo (Rico Machado e Kadu Vassoler).

Tartaruga rápida

Mau tempo continua na região central dos EUA

Resumo Semanal (19)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

noite da Xoxota Louca

Folha de São Paulo em PDF, Sexta, 27 de Maio de 2011

Ministério Público decide investigar ganhos de Palocci:
O Ministério Público Federal abriu investigação para apurar se a evolução patrimonial do ministro Antonio Palocci de 2006 a 2010 é compatível com os ganhos da sua empresa, a Projeto. O chefe da Casa Civil multiplicou seu patrimônio por 20 quando acumulou as funções de deputado e consultor, revelou a Folha. No ano passado, a empresa do ministro faturou R$ 20 milhões.

Dilma ouve Lula e defende ministro

Intervenção de ex-presidente foi mal necessário, avaliam aliados

Kit do MEC fazia "propaganda", afirma presidente

Ex-líder militar do conflito na Bósnia é preso após 16 anos

Empresa promete fazer Itaquerão por R$ 600 mi

Interior de SP lança mais casas do que a capital

RODOLFO LANDIM: Brasil tem muito a fazer em educação, que é o maior ativo de qualquer país

Querem gravar o rótulo de 'nazi' na testa de Danilo Gentili

Principal:
Formato: PDF
Tamanho: 60 MB

Jornal O Dia em PDF, Sexta, 27 de Maio de 2011

PM pune 11 oficiais que trabalharam para Liesa:
Rio - A tropa da segurança privada da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) dançou. O comandante da PM, Mário Sérgio Duarte, puniu administrativamente os 11 oficiais da ativa que prestaram serviço no Carnaval de 2009 à liga criada pelos contraventores do jogo do bicho. São dois coronéis, dois tenentes-coronéis, cinco majores e dois tenentes advertidos com a repreensão — uma penalidade classificada como leve, mas que suja a ficha funcional do militar e o impede de ocupar cargos no Estado-Maior. Entre os punidos está o coronel Robson Rodrigues da Silva, comandante das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

A decisão do comando da PM foi publicada, dia 19, no boletim interno da corporação. Mário Sérgio entendeu que os oficiais, mesmo de folga, infringiram o regulamento disciplinar ao prestar serviço à MJC Eventos e Serviços. A empresa foi encarregada pela Liesa do controle dos acessos e da recepção a autoridades na Sapucaí. Aos oficiais da ativa, o código disciplinar da PM proíbe o segundo emprego — mais conhecido como ‘bico’ —, mesmo temporário. A sindicância constatou que os oficiais trabalharam durante os desfiles e chegaram a usar coletes com os logotipos da Riotur e da Liesa. A apuração levou mais de um ano e outros policiais (cabos e sargentos, em sua maioria) também foram alvo da investigação.

Os oficiais punidos ocupam cargos de destaque na cúpula da PM. Além do comandante das UPPs, o coronel médico Antônio Carlos Barbosa de Souza foi nomeado superintendente de saúde da Subsecretaria Militar, o tenente-coronel Aleucy Bento dos Santos é da Diretoria de Finanças, enquanto seu colega de patente, Luiz Cláudio dos Santos Silva, foi cedido à Secretaria Municipal de Ordem Pública.

Beltrame determinou fiscalização na Avenida

A participação de policiais no Sambódromo passou a ser fiscalizada com rigor desde que José Mariano Beltrame assumiu a Secretaria de Segurança. Este ano o coronel Mário Sérgio devolveu o camarote cedido pela Liesa à PM.

O receio da autoridades é a proximidade dos agentes com a Liesa, considerada o braço carnavalesco dos bicheiros. Nem mesmo a oficialização da parceria entre a Liga e a Riotur na apresentação das escolas do grupo especial afastou as restrições.

A empresa MJC Eventos e Serviços é a ponte entre a Liesa e a contratação dos seguranças para o Carnaval. Ela é dirigida pelo coronel da reserva da PM Celso Pereira de Oliveira, que busca na corporação a mão de obra qualificada para o serviço. O pagamento do ‘bico’ chega, no máximo, a R$ 800 pelo dia de serviço.

Cargos importantes

Coronel Robson Rodrigues da Silva — Comandante das UPPs
Coronel Antônio Carlos Barbosa de Souza — Superintendência de Saúde
Tenente-coronel Aleucy Bento dos Santos — Diretoria de Finanças
Tenente-coronel Luiz Cláudio dos Santos Silva — Secretaria de Ordem Pública
Major Jorge de Figueiredo Marques — Diretoria Geral de Pessoal
Major Fabiana Silva de Souza Chagas — 4º BPM (São Cristóvão)
Major Renato Assis Ferreira — Diretoria Geral de Pessoal
Major Antônio Jorge Goulart Matos — Coordenadoria de Inteligência
Major Carlos Eduardo Silva — Batalhão de Polícia Rodoviária
Tenente Leandro da Silva Dias — Academia da Polícia Militar D. João VI
Tenente Anderson Silva Santos - 2º Comando de Policiamento de Área (CPA), Baixada Fluminense

Formato: PDF
Tamanho: 26.8 MB

Jornal O Globo em PDF, Sexta, 27 de Maio de 2011

Dilma e Palocci atendem Lula e dão explicações:
Após o ex-presidente Lula cobrar reação mais forte da presidente Dilma Rousseff e do ministro Antonio Palocci, os dois falaram pela primeira vez ontem, 11 dias depois, a respeito das suspeitas que recaem sobre o aumento do patrimônio do hoje chefe da Casa Civil. Dilma abordou a crise num evento público, mas Palocci, apenas numa reunião fechada com senadores do PT. Dilma usou o mesmo argumento de Lula para defender Palocci, com a concordância do ministro: chamou as denúncias de “luta política” e disse que “a oposição tenta o terceiro turno” das eleições. Os dois disseram que Palocci dará todas as explicações aos órgãos de controle. Páginas 3 e 4
e editorial “Não ser tutelado nem refém de clientela.

* Kit anti-homofobia era já a partir de 11 anos:
Motivo de polêmica no Congresso, o kit “Escola sem homofobia” não se destinava só
ao ensino médio, como informava o MEC, mas também a alunos do 6oao 9oano do ensino
fundamental — a partir de 11 anos, portanto. Entidades gays criticaram a decisão da
presidente Dilma de suspender a distribuição do kit e disseram que o MEC aprovou o material. Dilma disse que o governo não fará propaganda de opção sexual. Páginas 9 a 11

Formato: PDF
Tamanho: 24.5 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 27 de Maio de 2011

Após ação de Lula, Dilma rompe silêncio e Palocci diz que ter dinheiro não é crime: BRASÍLIA - Dois dias depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter desembarcado em Brasília para pôr um freio de arrumação no governo e espantar a crise política, a presidente Dilma Rousseff deixou o gabinete, rompeu o silêncio de quase duas semanas e saiu em defesa do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. Em almoço com petistas, do qual o ministro também participou, Dilma disse que a oposição quer um terceiro turno. O ministro, também alertado por Lula, explicou os rendimentos aos correligionários e disse que "não é crime ganhar bem". Veja também:
"Quero assegurar a vocês que o ministro Palocci está dando todas as explicações para os órgãos de controle, inclusive para o Ministério Público. Espero que esta questão não seja politizada", disse Dilma, em entrevista espontânea aos jornalistas nesta quinta-feira, 26, um procedimento que a presidente costuma evitar.

Uma hora depois, em almoço com 15 senadores da bancada do PT, no Palácio da Alvorada, a presidente foi mais enfática. "A oposição está querendo o terceiro turno e nós precisamos tomar cuidado", afirmou ela, de acordo com relato de petistas, numa referência à derrota do PSDB na eleição do ano passado.

Aos senadores do PT, que na terça-feira, 24, tiveram encontro com Lula, Palocci deu esclarecimentos sobre sua evolução patrimonial, disse que nunca feriu a ética e sentenciou: "Não é crime ganhar bem".

Exposição. Sempre orientada por Lula, Dilma convocou uma cerimônia pública no Planalto para reaparecer na cena política. Na solenidade, ela fez questão de sentar-se ao lado de Palocci, acusado de multiplicar o patrimônio em 20 vezes, em apenas quatro anos, de 2006 e 2010. Depois da solenidade, a presidente foi ao encontro dos repórteres, enquanto Palocci saía discretamente do Salão Nobre.

Em tom veemente, ela considerou "lamentável" denúncia apresentada no dia anterior por tucanos, dando conta de que Palocci teria feito tráfico de influência junto à Receita Federal para antecipar a devolução de impostos da empreiteira WTorre. A empresa foi cliente da Projeto Consultoria, de propriedade de Palocci, até o ano passado.

Pela denúncia apresentada pelo deputado Fernando Francischini (PSDB-PR), a WTorre fez doação para a campanha de Dilma logo após receber o crédito da Receita Federal. A acusação, porém, foi rebatida pelo Fisco, já que o pagamento à WTorre ocorreu após decisão judicial.

Formato: PDF
Tamanho: 37 MB

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 26/05/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Playboy - BR - Edição 432 (05/2011) - Versão Completa (210 Páginas)


Folha de São Paulo em PDF, Quinta, 26 de Maio de 2011

Após derrota, Dilma cede a aliados no Congresso:
Derrotada pela primeira vez em uma votação no Congresso, com seu principal ministro enfraquecido e em meio a um ambiente de crescente rebelião entre aliados, a presidente Dilma Rousseff foi obrigada a fazer concessões ao Legislativo. Na votação do Código Florestal, em que o governo perdeu, católicos e evangélicos ameaçaram convocar Antonio Palocci (Casa Civil) para explicar seu patrimônio.

Planalto decide que vai avaliar toda divulgação sobre 'costumes'

PSDB diz que Palocci pode ter ajudado WTorre junto à Receita

Força dos Brics não ameaça influência dos EUA, diz Obama

Anvisa dá aval para vacina contra HPV para homens

Matéria-prima de genérico aumenta deficit comercial do setor de saúde

Para Peluso, caso Pimenta indica que lei tem de mudar

JANIO DE FREITAS: O Lula que faz calúnia fácil volta agora para ajudar chefe da Casa Civil

Em 20 questões, tire suas dúvidas sobre programas de milhagem

Formato: PDF
Tamanho: 87.5 MB

Jornal O Dia em PDF, Quinta, 26 de Maio de 2011

Vasco vence o Avaí e está na final da Copa do Brasil:
Florianópolis - Com uma atuação impecável, o Vasco manteve vivo o sonho de acabar com o jejum de oito anos sem conquistas na elite do futebol e faturar o título inédito da Copa do Brasil. A vaga na final foi garantida ontem, com uma vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, na Ressacada, na partida de volta das semifinais. O adversário na decisão será o Coritiba, que derrotou o Ceará por 1 a 0, no Couto Pereira. Os jogos da decisão serão disputados no dia 1º e 8 de junho (a ordem do mando de campo será sorteada hoje).

Precisando vencer ou empatar por pelo menos dois gols para chegar à final, o Vasco abriu o placar logo aos três minutos: Felipe cobrou falta na área, e Revson, de cabeça, marcou contra. Logo em seguida, outra boa chance, num chute cruzado de Eder Luis, que parou em boa defesa do goleiro Renan.

Do outro lado, Fernando Prass apareceu aos 17, quando Julinho recebeu na esquerda e pegou de primeira. O Vasco voltou a assustar aos 22, quando Allan recebeu de Alecsandro e chutou cruzado. Renan defendeu pé e, ao tentar rebote, Diego Souza caiu pedindo pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

O segundo gol por pouco não saiu aos 27, quando Alecsandro recebeu de Eder Luis na pequena área, mas mandou para fora, perdendo grande chance. Renan continuou tendo trabalho: aos 30, ele fez boa defesa numa bomba de Eder Luis.

Quatro minutos depois, o goleiro do Avaí não evitou um lindo gol de Diego Souza, que recebeu belo passe de Alecsandro e tocou por cima de Renan. O Avaí poderia ter descontado antes do intervalo, com um chute de Julinho, que acertou a trave.

Com os dois gols marcados pelo Vasco no primeiro tempo, o Avaí precisava virar a partida e partiu para cima, deixando espaços: aos nove minutos, Diego Souza quase marcou o terceiro, após uma bela jogada, mandando na trave.

Logo em seguida, o técnico Ricardo Gomes tirou Eder Luis, machucado, para a entrada de Bernardo. Aos 13, outra bola na trave, dessa vez num chute de Ramon. O Avaí poderia ter descontado com Estrada, aos 26, mas Dedé apareceu para fazer o corte e salvar o Vasco.

Já no finzinho, aos 38, Alecsandro chegou a comemorar um gol, mas o juiz errou ao anular e marcar impedimento no lance. Mas a vitória e a vaga na final já estavam garantidas.

Formato: PDF
Tamanho: 32 MB

Jornal O Globo em PDF, Quinta, 26 de Maio de 2011

* Primeiro Caderno. Na primeira crise do governo Dilma...
Lula toma rédeas, comanda líderes e dá pito em ministros.
Dilma e Palocci seguem orientação do ex-presidente imediatamente

Menos de seis meses após deixar o Palácio do Planalto, o ex-presidente Lula atua em Brasília, há dois dias, como se ainda ocupasse o cargo. Ontem, comandou reunião com líderes e presidentes dos partidos aliados, na casa do presidente do Senado, José Sarney, numa espécie de intervenção branca no governo Dilma. Na presença do vice-presidente, Michel Temer, Lula pediu que todos apresentassem as queixas contra o governo, prometendo encaminhá-las e convencer Planalto e ministros a receber parlamentares. Até já repreendeu o chefe da Casa Civil, Antonio Palocci,
de quem cobrou mais atenção à base, justamente num momento em que o governo Dilma enfrenta sua pior crise, com as suspeitas que pesam sobre o aumento do patrimônio do ministro. Lula exigiu dos aliados ajuda a Palocci, mas ouviu muitas reclamações contra o governo. A intervenção de Lula surtiu efeito imediato: hoje, Dilma almoça com a bancada do PT no Senado e, semana que vem, com líderes dos demais partidos aliados. Palocci também procurou parlamentares para marcar jantares. Página 3 e Dos Leitores

* Segundo Caderno. As tradicionais orquestras, com formações menores, voltam a fazer parte do panorama musical brasileiro.

* Esportes. Vasco vence Avaí e decide Copa do Brasil.

* Revista Boa Viagem. Com melhorias após a Copa e preços mais em conta, África do Sul está mais atraente para o visitante.

Formato: PDF
Tamanho: 34.9 MB

PC World - New Zealand (2011-06)

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 26 de Maio de 2011

Lula relata a Palocci insatisfação de aliados:
BRASÍLIA - Preocupado com as insatisfações e ameaças da base governista no Congresso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu nesta quarta-feira, 25, a senha da operação destinada a abafar a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o patrimônio do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. Em conversa reservada com Palocci, na terça-feira, 24, Lula foi taxativo: avisou que ou o ministro atendia os parlamentares ou até aliados poderiam endossar uma CPI no Senado, encurralando o Planalto.

O ex-presidente relatou o diálogo que teve com Palocci durante café da manhã com dez líderes de partidos aliados do governo, nesta quarta, na casa do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). "Você tome cuidado porque sua situação no Congresso não é boa. Todo mundo está insatisfeito com sua conduta", disse Lula a Palocci, de acordo com relatos de senadores.

Na tentativa de evitar a CPI, Palocci passou a telefonar para os senadores e pedir apoio. Disse estar sendo vítima de uma "campanha de difamação" e se prontificou a marcar conversas privadas com os parlamentares, para esclarecer as denúncias que pesam contra ele.

Lula jantou com a presidente Dilma Rousseff, Palocci, Gilberto Carvalho (ministro da Secretaria-Geral da Presidência), Miriam Belchior (Planejamento) e com seu assessor Luiz Dulci, na terça-feira, no Palácio da Alvorada. Cobrou de Dilma e Palocci mudanças urgentes na articulação política do governo, disse que era preciso atender os aliados na montagem do segundo escalão e acenou com um cenário nada animador. Para Lula, se o governo não agir rápido para conter os dissidentes da base aliada e estancar a crise, a CPI no Senado pode sair.

Queixas. Na manhã de terça-feira, um dia depois de almoçar com senadores do PT, o ex-presidente ouviu mais queixas dos líderes da base aliada - do PMDB ao PTB, passando pelo PR e PP- e assumiu as rédeas da coordenação política do governo. Em tom de apelo, Lula pediu um "voto de confiança" em Palocci e, mais uma vez, tentou contornar a crise política, sob o argumento de que o alvo da oposição é o governo Dilma.

"Palocci é o homem que prestou muitos serviços ao nosso governo e não podemos desampará-lo", disse o ex-presidente. Enquanto o café era servido, com pastel de queijo e bolo de aipim, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) "monitorava" o andamento das comissões no Senado, pelo celular, na tentativa de barrar qualquer pedido de convocação de Palocci.

Formato: PDF
Tamanho: 45 MB

47 belas fotos cênicas

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 25/05/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Folha de São Paulo em PDF, Quarta, 25 de Maio de 2011

Novo Código Florestal é aprovado na Câmara:
A Câmara dos Deputados aprovou o texto da reforma do Código Florestal com alterações que significaram a primeira derrota do governo na Casa. Uma emenda aprovada por 273 votos a 182 rachou a base aliada, levando PT e PMDB a lados opostos. A reforma irá agora para o Senado, onde o governo tentará reverter a derrota e ainda ampliar a punição aos agricultores reincidentes em crime ambiental.

Caixa agora culpa Palocci por quebra de sigilo de caseiro

Petistas acusam Prefeitura de SP de vazar dados do ministro

FERNANDO RODRIGUES: Dilma e Serra não valem meio Obama na web

Jornalista é preso 11 anos após matar a ex-namorada

Cresce no Brasil o número de casos de câncer por sexo oral

Tornado deixou cenário 'irreal', diz brasileira nos EUA

Palestina não deve ter militar, diz premiê de Israel nos EUA

Morre Abdias do Nascimento, 97, símbolo da luta contra o racismo

Formato: PDF
Tamanho: 75 MB

Macworld - Julho 2011

Jornal O Dia em PDF, Quarta, 25 de Maio de 2011

Novas regras para cartões evitarão dívida fora de controle:
Rio - O Banco Central divulgou medidas para evitar que os usuários de cartões de crédito se enrolem com dívidas fora de controle devido às altas taxas de juros. Uma delas é que, a partir de 1º de junho, o pagamento mínimo das faturas será de 15% do valor total. Atualmente, o consumidor pode quitar só 10% dos gastos e deixar o saldo restante para os meses seguintes — o que significa entrar no rotativo. A partir de dezembro, o mínimo subirá para 20%.

Na fatura de R$ 1 mil, por exemplo, pagando mínimo de 10% (R$ 100), o saldo devedor será de R$ 900. Corrigido com juros médios de 12%, o boleto seguinte fica em R$ 1.120. Já ao pagar um mínimo de 15% (R$ 150), o saldo seria R$ 850. Usando os mesmos juros médios, no mês seguinte, a próxima fatura ficaria em R$ 952.

Pelas novas regras, também está prevista a simplificação das tarifas, que permitirá identificar melhor serviços cobrados e facilitará a comparação entre as taxas dos bancos. O BC determinou ainda que a quantidade de tarifas nos cartões básicos de crédito e nos diferenciados caia para cinco. No segundo caso, operadoras podem oferecer opcionais como milhagens, mais os devidos custos. Hoje, são cobradas 80 tarifas diferentes.

Cancelamento imediato

Na avaliação do presidente do BC, Alexandre Tombini, as novas regras para os cartões de crédito vão contribuir para a inclusão e educação financeira da população: “Isso servirá para evitar o endividamento grande das famílias”.

A partir do mês que vem, os bancos serão obrigadas a cancelar imediatamente o cartão, caso o cliente o solicite. Para tanto, o consumidor deverá quitar o saldo devedor.

Isenção de IOF no especial

Clientes nas modalidades pessoas física ou jurídica que entraram no cheque especial e querem negociar o débito a partir de hoje serão beneficiados por novas regras anunciadas ontem pela Receita. O órgão esclareceu que dívidas com mais de 365 dias ficam isentas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). A cobrança será feita apenas sobre o primeiro ano de saldo devedor.

Os bancos deixarão de debitar mensalmente o IOF das contas devedoras. O cálculo é computado diariamente, mas o imposto é debitado no início de cada mês. O IOF do especial pessoa jurídica é de 0,0041% ao dia ou 1,5% ao ano. De pessoa física, é de 0,0082% ao dia ou 3% ao ano.

Confira as mudanças

Mínimo — O pagamento mínimo passa a ser de 15% do valor da fatura. Hoje, é de 10%. A partir de dezembro, o mínimo sobe para 20%.
- O objetivo é contribuir para a redução do endividamento.

Tarifas — Só cinco tarifas poderão ser cobradas, a partir de 1º de junho, de cartões básicos e diferenciados:
- Anuidade;
- Emissão de 2ª via;
- Saque de dinheiro;
- Uso do cartão para pagamento de contas;
- Em caso de pedido de avaliação emergencial do limite de crédito;
- Dessa forma, vão desaparecer 70 outros tipos de tarifas que eram cobradas nos cartões de crédito;
- Tabela com tarifas cobradas pelos cartões deverá ser divulgada nas agências bancárias e na Internet, facilitando a comparação;

Informações — Todas as faturas devem conter as seguintes informações:
- O limite de crédito total e os limites individuais para cada tipo de operação feita pelo cliente com o cartão de crédito;
- Despesas feitas, identificando-se os parcelamentos;
- Operações de crédito contratadas e seus valores;
- Encargos, incluindo os cobrados no mês seguinte, caso o cliente opte pelo pagamento mínimo da fatura;

Extrato — O extrato anual de tarifas terá informações sobre juros e encargos de todas as operações do cliente relativas ao ano anterior.
- Os bancos terão que cancelar imediatamente o cartão de crédito assim que o cliente pedir. O consumidor é obrigado a pagar as parcelas restantes.

Tipos — Os bancos poderão oferecer apenas dois tipos de cartões: básico e diferenciado.
- O modelo básico será oferecido obrigatoriamente a pessoas físicas e deverá ser usado para pagamentos de compras e parcelamento. Não terá programas de vantagens, como pontos para conversão em milhagens;
- O cartão diferenciado pode ficar atrelado a programas de benefícios, como acúmulo de pontos para trocar por viagens, milhas de companhias aéreas e outros tipos de prêmio.

Anuidade — No cartão de crédito básico, valor deverá ser necessariamente menor que o do produto diferenciado.

Formato: PDF
Tamanho: 25.9 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 25 de Maio de 2011

Na esteira da operação abafa, governo acusa PSDB de vazar dados de Palocci: BRASÍLIA - Na tentativa de reverter o desgaste provocado pela crise política que ameaça o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, o governo decidiu apontar o dedo para o PSDB. Em estratégia combinada com a presidente Dilma Rousseff e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, acusou nesta terça-feira, 24, a Secretaria de Finanças de São Paulo de violar o sigilo fiscal de Palocci. Veja também:
linkVereadores do PT querem ouvir aliado de Serra na Câmara

"Temos informações de que dados do Imposto sobre Serviço (ISS) da empresa de Palocci vazaram na Secretaria de Finanças da Prefeitura", afirmou Carvalho ao Estado.

Na tática para desviar o foco da crise e transferir para o colo do PSDB o rumoroso escândalo, que tem como epicentro a evolução patrimonial de Palocci nos últimos quatro anos, o discurso do governo, agora, é o de que o faturamento de R$ 20 milhões da empresa de consultoria Projeto, do ministro da Casa Civil, só poderia ser obtido por meio de arapongagem na Prefeitura.

Lula adotou o mesmo tom ao almoçar, nesta terça, com senadores do PT. "Quem acusa tem de provar", disse o ex-presidente, dando a senha de como deve ser a reação petista. Mesmo sem citarem em público o nome do secretário de Finanças, Mauro Ricardo Costa, auxiliares de Dilma fazem questão de lembrar, nos bastidores do Planalto, que ele é homem da confiança do ex-governador José Serra (PSDB). Mauro Ricardo foi secretário da Fazenda quando Serra era governador.

Na semana passada, o presidente do PT, Rui Falcão, conversou com o prefeito Gilberto Kassab (ex-DEM) sobre a suspeita de quebra do sigilo fiscal da Projeto. Antes disso, um emissário de Palocci também telefonou para Kassab e o alertou sobre os riscos de vazamentos dos valores de tributos municipais recolhidos pela Projeto, entre 2006 e 2010. A informação daria um "cálculo aproximado" sobre o faturamento da empresa. Kassab escalou assessores para acompanhar o caso. O prefeito, que deixou o DEM para fundar o PSD, tem boa interlocução com o governo Dilma e o novo partido pode vir a integrar a base aliada.

Em nota, a Secretaria de Finanças informou que "todos os acessos ao ambiente da empresa Projeto no sistema da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços, no período de 1.º de janeiro de 2010 a 17 de maio de 2011, foram realizados pela própria empresa ou por servidores, de forma motivada para realização de procedimentos demandados pelo próprio contribuinte (retificação de lançamento e pagamento de tributo)". A Prefeitura também disse lamentar que as afirmações do secretário-geral da Presidência tenham sido feitas "sem a correspondente comprovação dos fatos".

Mérito. Sem entrar no mérito das denúncias contra Palocci, Carvalho fez nesta terça uma analogia entre a situação atual e a da campanha do ano passado, quando amigos e parentes de Serra, então candidato do PSDB à Presidência, tiveram o sigilo fiscal violado. À época, surgiram denúncias de que arapongas contratados pela campanha de Dilma montaram dossiê contra Serra.

Formato: PDF
Tamanho: 28.7 MB