sábado, 2 de julho de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 02/07/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Folha de São Paulo em PDF, Sabado, 02 de Julho de 2011

Camareira muda versão, e ex-chefe do FMI é libertado:
O ex-diretor-gerente do FMI Dominique Strauss-Kahn, acusado de atacar sexualmente uma camareira de hotel em Nova York em 14 de maio, foi liberado da prisão domiciliar, devido a dúvidas sobre a credibilidade da suposta vítima.
Ele teve retirada a tornozeleira eletrônica e receberá de volta US$ 6 milhões pagos em fiança.

Veja também:

ANÁLISE/NELSON DE SÁ
Cobertura nos EUA 'condenou' francês como pervertido

Câmara de SP dá aval a incentivo fiscal ao Itaquerão

Cinzas do vulcão chileno fazem 5 companhias cancelarem voos

Nascem menos crianças em bairros pobres do Rio e de SP

Vice afirma que Chávez vai retornar em até seis meses

Governo ameaça tirar apoio à fusão do Pão de Açúcar

BNDES estuda financiar 90% de estaleiro de Eike Batista

Pedestre de São Paulo terá de esperar menos para atravessar

Formato: PDF
Tamanho: 68.23 MB

Por que é importante apostar na prevenção do câncer de próstata?

Segunda causa de óbitos por câncer, superado apenas pelo de pulmão

Consumo de álcool, tabagismo e obesidade são os principais fatores de risco para o desenvolvimento de nove dos principais tipos de câncer no Brasil. Estudo divulgado, recentemente, pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta que o crescimento da doença está associado à exposição da população a fatores de risco cancerígenos. A taxa de mortalidade que mais cresceu foi a de câncer de próstata, que praticamente dobrou no sexo masculino (95,48%) em 25 anos (1979 a 2004) passou de 7,08 óbitos por 100 mil homens para 13,84 óbitos.

Os dados do INCA são preocupantes, pois, em números absolutos, o câncer de próstata é a segunda causa de morte da população masculina. O indicativo é grave e revela a pouca importância que o brasileiro dá à medicina preventiva, pois o tumor de próstata é passível de diagnóstico precoce, por meio de um exame de sangue e de um exame clínico.

Apostando na prevenção

A pesquisa do INCA sobre a distribuição dos tumores primários mais freqüentes, realizadas de 1999 a 2003, mostra que 30,96% dos casos de colo do útero foram

diagnosticados no estádio inicial e 27,23% nos estádios avançados. Nesta situação, foram diagnosticados 70,67% e 40,94% em reto e próstata respectivamente. Quanto mais cedo diagnosticado o câncer, maiores as chances de cura, a sobrevida e a qualidade de vida do paciente.

Segundo o estudo, é importante que a população em geral e os profissionais de saúde reconheçam os sinais de alarme para o câncer, como nódulos, febre contínua, feridas que não cicatrizam, indigestão constante e rouquidão crônica, antes dos sintomas que caracterizem lesões mais avançadas, como sangramento, obstrução de vias intestinais ou respiratórias e dor. Os principais sintomas do crescimento da próstata, segundo o urologista, são os de levantar várias vezes à noite para urinar, dificuldades no ato de urinar e dor à micção, que podem ocorrer nos casos benignos.

O câncer de próstata é silencioso, sem sinais evidentes a não ser em estágios mais avançados, quando já está infiltrado em órgãos adjacentes, ou quando suas metástases em ossos, pulmão fígado se manifestam. Um reforço nas ações de diagnóstico poderia, por exemplo, ajudar a reduzir o câncer de próstata, que, segundo a pesquisa, é detectado no estágio inicial apenas em 7% dos casos. Quando o diagnóstico do tumor primário é feito logo, 90% dos pacientes têm uma sobrevida maior que cinco anos. Já se for detectado tardiamente, essa proporção cai para a metade.

Para fazer o diagnóstico do câncer de próstata de forma precoce é necessário realizar o exame clínico de toque retal associado ao exame que revela a dosagem PSA (sigla de antígeno prostático específico) no sangue. Estes exames podem determinar a realização de uma ultra-sonografia pélvica (ou prostática transretal, se disponível). A ultra-sonografia, por sua vez, poderá mostrar a necessidade de se realizar a biopsia prostática transretal. Estes exames devem ser realizados todos os anos, a partir dos 50 anos. Embora a incidência do câncer de próstata não vá diminuir, por estar ligado ao envelhecimento, o diagnóstico na fase inicial pode reduzir significativamente a mortalidade.

Fatores de risco

A idade é um fator de risco importante, ganhando um significado especial no câncer da próstata, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam, após a idade de 50 anos. Histórico familiar de pai ou irmão com câncer da próstata, antes dos 50 anos de idade, pode aumentar o risco de câncer em 3 a 10 vezes em relação à população em geral. Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, não só pode ajudar a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas metabólicas.

Tratando a moléstia

O tratamento do câncer da próstata depende do estágio clínico da doença. Para doença localizada, cirurgia, radioterapia e até mesmo uma observação vigilante (em algumas situações especiais) podem ser oferecidos. Para doença localmente avançada, radioterapia ou cirurgia em

combinação com tratamento hormonal têm sido utilizados. Para doença metastática, o tratamento habitual é a hormonioterapia. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após discutir os riscos e benefícios do tratamento com o seu médico.

Você já conversou com um especialista sobre o câncer de próstata?

Fonte: Minha Vida

Webuser - 30/06/2011

Hustler - Setembro 2011

O 49th Show aéreo de Paris

Tsunami Japonês dentro de um carro - É de arrepiar!!!

Wilderness - Julho 2011


Jornal O Dia em PDF, Sabado, 02 de Julho de 2011

Petrobras abre 587 vagas
Estatal oferece 439 oportunidades a profissionais com Nível Médio e 148 para quem conta com graduação. Os salários chegam a R$ 6 mil. Inscrições a partir de 12 de julho
A Petrobras lançou novo concurso público com chances para profissionais com níveis Médio e Superior e ganhos de até R$ 6 mil. São oferecidas 587 vagas, distribuídas por todo o país. Do total de chances, 439 postos são para cargos de Nível Médio como técnico de contabilidade, técnico de segurança e técnico de manutenção, e 148 para Nível Superior, como engenheiro de petróleo, engenheiro de produção, geólogo e químico.

A empresa reserva ainda 11 vagas a candidatos portadores de necessidades especiais e mais cadastro de reserva para quem se classificar até a 5ª posição na listagem específica para pessoa com deficiência em funções de assistente social, estatístico, nutricionista, técnico de contabilidade, entre outros.

As inscrições começam no dia 12 de julho e vão até 31 de julho, por meio do portal da Fundação Cesgranrio, o www.cesgranrio.org.br. As taxas são nos valores de R$ 30 e R$ 45, dependendo do cargo.

A remuneração mínima inicial varia entre R$ 1.801,37 e R$ 2.615,86, para cargos de Nível Médio, e entre R$ 5.770,31 e R$ 6.217,19, para funções de Nível Superior. A Petrobras oferece ainda benefícios, como previdência complementar, plano de saúde e benefícios educacionais.

>>> Confira o edital completo AQUI.

TOME NOTA

CADASTRO
As inscrições no concurso começam no dia 12 de julho e devem ser feitas por meio do site da Fundação Cesgranrio, o www.cesgranrio.org.br. O prazo termina no dia 31 de julho. A taxa de participação é no valor de R$ 30, para Nível Médio, e de R$ 45 para Superior.

PROVAS
Os exames serão aplicados no dia 28 de agosto. Todos os candidatos farão provas objetivas. Os participantes que concorrem para o cargo de advogado terão de passar também por provas discursivas. Já a função de inspetor de segurança interna prevê ainda testes de capacidade física.

Formato: PDF
Tamanho: 23.98 MB

Jornal O Globo em PDF, Sabado, 02 de Julho de 2011

* Primeiro Caderno. Dólar recua ao nível de janeiro de 99. Com entrada de recursos estrangeiros, cotação ficou em R$ 1,558, em queda de 0,26%.

* Segundo Caderno. Morto há exatos dois anos, o autor esquizofrênico Rodrigo de Souza Leão ganha livro inédito, peça, mostra e filme.

* Ela. O modelo canadense Rick Genest, o Zombie Boy, posa na Praia de Ipanema com as roupas do verão 2012.

* Prosa & Verso. Um caderno especial sobre a 9ª Flip, que começa quarta-feira e homenageia Oswald de Andrade.

* O Globinho. Jaulas aquecidas, cobertores, sopas e outros cuidados com os bichos do zoo no inverno.

Formato: PDF
Tamanho: 27.22 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sabado, 02 de Julho de 2011

Sob pressão, BNDES ameaça desistir da fusão Carrefour-Pão de Açúcar:
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) quer deixar claro a todos os envolvidos: está fora do negócio com o Carrefour se não houver acordo entre os sócios Pão de Açúcar e Casino. É uma estratégia de saída do BNDES, que vem sendo duramente criticado por ter se comprometido a analisar um aporte de até R$ 4,5 bilhões na fusão entre a rede do empresário Abílio Diniz e os ativos do Carrefour no Brasil.
O banco divulgou duas notas seguidas à imprensa, na quinta-feira e ontem, informando que "o apoio ao projeto se baseia na premissa do entendimento amigável entre os atores privados". Uma fonte do banco confirmou ao Estado que, se a premissa não for atendida, a operação não terá prosseguimento. Segundo essa fonte, desde o início, o banco já impunha a condição de uma "oferta não hostil" e um "entendimento entre os sócios".
Os dois lados envolvidos na disputa estão fazendo pressão no banco. Ontem, em São Paulo, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, reuniu-se com Diniz, que preside o conselho de administração do Pão de Açúcar. Na segunda-feira, será a vez de Coutinho receber o presidente do Casino, Jean-Charles Naouri, que vem de Paris especialmente para o encontro. Coutinho vai ouvir os argumentos dos executivos e expor a posição do banco, mas não atuará como facilitador do acordo.
Diniz pediu a reunião de ontem porque ficou preocupado com o recuo do BNDES expresso na nota divulgada na quinta-feira. O empresário está assustado com a repercussão negativa do caso e publicou anteontem em seu Twitter. "Estou sendo muito criticado, mas acredito que a fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour será boa para o País e para os brasileiros".
Ao aceitar avaliar a fusão entre o Pão de Açúcar e os ativos do Carrefour no Brasil, o BNDES foi envolvido em uma disputa societária. Pelos contratos em vigor, o Casino tem o direito de assumir o controle do Pão de Açúcar em 2012 por conta de um negócio fechado por Diniz em 2005. A operação com o Carrefour, no entanto, dilui a participação do grupo francês.
O BNDES mantém sua posição de que o negócio pode ser lucrativo para a BNDESPar, braço do banco de participação em empresas, que atua apenas com recursos captados no mercado. Também acredita que a operação vai ajudar a evitar a "desnacionalização" do varejo no País. Mas não está disposto a arbitrar uma briga entre sócios.
O banco estatal também tem sido pressionado pelo governo federal a deixar mais claro que condiciona sua participação na fusão a um acordo entre os acionistas. Conforme uma fonte, a própria presidente Dilma Rousseff manifestou preocupação com o fato de que a repercussão negativa da operação ter exposto o BNDES à desconfiança de estaria ajudando Diniz a vencer o Casino na disputa pelo controle da maior varejista do País.
Os termos de análise do negócio no banco abrem uma porta de saída para o BNDES. Pelo documento de "enquadramento" da operação, feito a pedido do BTG Pactual (um dos sócios), o aval da direção do banco só acontecerá depois de um acordo definitivo entre os acionistas. "Se houver litígio, a aprovação só sai depois de tudo superado, inclusive uma eventual disputa na Justiça. Se a Justiça der razão ao Diniz e isso for incontestável, então o BNDES poderá aprovar", explica uma fonte.
Venezuela. Os diretores do BNDES ficaram preocupados após uma reunião que executivos do Casino tiveram com técnicos do banco na quarta-feira. Segundo uma fonte que participou do encontro, os franceses explicaram que Diniz não cumpriu suas obrigações contratuais de informar o sócio sobre as negociações com o Carrefour. Os executivos disseram ainda que o Brasil pode sair do episódio com a imagem de um país que não respeita contratos, como a Venezuela ou a Rússia.
Ainda conforme essa fonte, os diretores do banco demonstraram surpresa na reunião, porque o Pão de Açúcar teria dito que a operação era praticamente consenso. O Estado apurou com executivos do BNDES que Diniz estimulou o otimismo do banco de que conseguiria um acordo, inclusive costurando compensações que o Carrefour ofereceria ao Casino. E que a entrada do BNDES (leia-se o governo) no negócio seria uma forma de influenciar o Casino.
Só que até agora não funcionou. O Casino teve uma reação enfurecida ao perceber que sua participação estava sendo diluída. A empresa publicou um comunicado raivoso na imprensa acusando Abílio Diniz de agir ilegalmente e se "armou" para a briga, com a compra de ações preferenciais do Pão de Açúcar no mercado e até levantando dinheiro na Colômbia para eventualmente adquirir a parte de Diniz no negócio.

Formato: PDF
Tamanho: 39.88 MB

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 01/07/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Folha de São Paulo em PDF, Sexta, 01 de Junho de 2011

De Havana, Chávez conta pela TV que tem câncer:
Em discurso gravado em Havana (Cuba) e transmitido em rede de TV, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse ontem ter sido operado para retirar um tumor cancerígeno. Ele não esclareceu que órgãos foram afetados nem que tipo de tratamento está fazendo. Até ontem, o governo venezuelano dizia que o diagnóstico era de um "abscesso pélvico" [acúmulo de pus].

Veja também:

PF investigará invasão dos e-mails de Dilma

Acidentes de trânsito sem vítima terão BO pela internet

Juíza condena TAM por falta de alerta sobre cinto

Reviravolta deve marcar caso do ex-chefe do FMI

Jobim elogia FHC e diz que hoje tem de tolerar idiotas

Em fusão, BNDES apoia empresa que é 61% francesa

RUY CASTRO: Amado nas ruas, Chico Buarque descobre que é odiado on-line

De avião, desmatador bombardeia floresta com herbicida, acusa Ibama

Formato: MP3
Tamanho: 62.8 MB

Jornal O Dia em PDF, Sexta, 01 de Julho de 2011

Prefeitura do Rio lança pacotão de benefícios:
Rio - A partir de hoje os 160 mil servidores da Prefeitura do Rio terão à mão mais quatro benefícios que vão facilitar a vida dos funcionários ativos e aposentados do município. Os profissionais poderão usufruir de auxílio-medicamentos no valor de R$ 2.400 ao ano, do Previ-Rio Creche de R$ 250 mensais, auxílio-órtese e prótese de até R$ 15 mil, além de uma carta de crédito mais gorda para a compra da casa própria, com subsídio de até R$ 30 mil.

Em entrevista exclusiva à Coluna, o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo Carvalho, informou que a prefeitura identificou quais seriam as novas e principais necessidades de seus funcionários para que fossem adicionadas à cartela de programas já oferecidos pelo Previ-Rio.

“A nossa preocupação foi beneficiar, principalmente, os funcionários mais humildes. O grande foco desse pacote foi a redução das exigências para a carta de crédito, por exemplo. Diante dos valores mais altos no mercado imobiliário no Rio, se tornou fundamental efetivar o acesso para a compra da casa própria”, avalia o secretário.

O decreto com as regras do pacotão de benefícios deve ser publicado hoje no Diário Oficial do Município. Os servidores interessados em contar com os auxílios terão que procurar o Previ-Rio.

Casas de até R$ 350 mil financiadas

Com as novas medidas, servidores ativos e inativos segurados do Funprevi, o fundo de pensão da prefeitura, poderão financiar imóveis nos valores de até R$ 350 mil. Para ter direito à carta de crédito, o funcionário deve ter renda máxima de R$ 1.200 e poderá contar com subsídio máximo de R$ 30 mil. As taxas de juros serão de 3%, 6% e 8% ao mês, dependendo do valor do bem. Já o tempo de financiamento vai de 20 a 30 anos, este último para imóveis de até R$ 60 mil.

CONFIRA

PREVI-RIO CRECHE
Vale de R$ 250 mensais para quem tem dependente de um a seis anos de idade e renda inferior a três salários mínimos (R$1.635). Voltado a servidores que trabalham longe da Cidade Nova ou não podem custear o transporte dos filhos até a creche Paulo Niemeyer. Média de beneficiados: 3.661 ativos e inativos (3.751 dependentes).

AUXÍLIO-MEDICAMENTO
Ajuda de R$ 2.400 ao ano, paga em 12 parcelas mensais iguais, para tratamentos de doenças como câncer, alienação mental, cegueira, entre outras. É para servidores com renda até quatro mínimos (R$ 2.180). Para a concessão do benefício, o funcionário deverá apresentar laudo médico atestando ser portador de doença. Média de beneficiados: 154 servidores.

AUXÍLIO-ÓRTESE E PRÓTESE
Benefício de até R$ 15 mil para aquisição de órtese e prótese não cirúrgica e outros equipamentos auxiliares de locomoção, como cadeira de rodas. O benefício inclui ainda prótese ocular. Antes o valor concedido era de R$ 7.300 por servidor inscrito. O pagamento do auxílio será efetuado na conta bancária do funcionário. Média de beneficiados: 263 servidores.

CARTA DE CRÉDITO
As faixas de valores financiados são agora três: de até R$ 60 mil, de R$ 60 mil a R$ 140 mil, e de R$ 140 mil a R$ 350 mil. Servidores de menor renda poderão ganhar subsídio de R$ 30 mil. Essa concessão varia de acordo com o salário. Taxas de juros são de 3%, 6% ou 8% ao mês e o tempo de financiamento vai de 20 anos a 30 anos.

Formato: PDF
Tamanho: 20 MB

Jornal O Globo em PDF, Sexta, 01 de Julho de 2011

* STF livra juízes de dar expediente integral
O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu ontem, liminarmente, a decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)que obrigava tribunais de todo o país a funcionar das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira. A regra entraria em vigor na próxima segunda-feira, mas agora está suspensa até que o plenário do STF analise o assunto. A decisão de Fux atendeu a pedido da Associação dos Magistrados Brasileiros, que alegou não ter o CNJ competência para determinar o horário dos tribunais, pois, pela Constituição, eles teriam autonomia administrativa. Os juízes se queixaram até do calor para não trabalhar à tarde. Fux argumentou que os tribunais disseram não ter como cumprir a medidado CNJ. Página 3

Veja também:

* Acordo evita perda de R$ 9 bi para Rio

* De Cuba, Chávez admite ter câncer

* Surge no Caju o hospital favela

* Flu vence, e Conca deve ir para a China

* Diniz declara guerra ao Casino

Formato: PDF
Tamanho: 22.5 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 01 de Julho de 2011

Velocidade em três anos terá de quintuplicar:
A velocidade de conexão do serviço ofertado pelo Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) terá de ser quintuplicada nos próximos três anos.
A partir do início de outubro, as empresas terão de oferecer aos clientes um serviço com velocidade de 1 megabit por segundo (Mbps). Gradativamente, esse valor terá de subir, até chegar a 5 Mbps em 2014, quando o governo espera que o serviço de banda larga popular esteja disponível em todos os municípios do País.
Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, cerca de 70% dos domicílios que não têm acesso à internet devem aderir ao plano lançado, oficialmente, ontem. Atualmente, o serviço só está presente em 27% dos lares brasileiros.
O ministro fez questão de frisar que a oferta de banda larga para o PNBL não terá injeção de dinheiro público. Bernardo anunciou, no entanto, que a Eletrobrás poderá se associar à Telebrás para ofertar banda larga em todo o País no atacado.

A possibilidade de associação das duas estatais para expandir a rede de fibras óticas e explorar comercialmente o serviço foi bem recebida pela presidente Dilma Rousseff. "A Eletrobrás pode ser sócia em uma nova empresa para fazer a expansão e a exploração. A conversa foi bem recebida pela presidenta", revelou Bernardo.

Segundo o ministro, está sendo negociada uma proposta de acordo comercial em que a Eletrobrás, em vez de simplesmente "entregar as fibras" para a Telebrás, fará um "esforço conjunto" na comercialização. "A Telebrás faria os acordos econômicos, mas a Eletrobrás seria integrante. Pode ter uma terceira empresa só para explorar essas fibras. Aí sim justificaria a Eletrobrás colocar dinheiro (no negócio)", explicou Bernardo.

Preço menor. Ao investir em redes de fibra ótica para venda de capacidade no atacado, o ministro estima que haverá uma redução de 30%, em média, dos preços cobrados atualmente. Bernardo fez questão de esclarecer, no entanto, que a proposta do governo de investir R$ 1 bilhão por ano em fibras óticas não foi abandonada.

A oferta de banda larga no varejo, segundo o presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, vai permitir que vários empreendedores, sobretudo pequenos provedores de internet, possam se desenvolver no mercado, ao adquirir capacidade de rede por valores inferiores aos praticados atualmente. No caso da banda larga no varejo, Valente destacou que o objetivo é "incluir pessoas" que não têm acesso ao serviço hoje.

As empresas que descumprirem o termo de compromisso assinado com o governo estarão sujeitas a sanções.

A pressa do governo para publicar o termo de adesão ao PNBL é porque ontem vencia o prazo de vigências das antigas metas de universalização das concessionárias de telefonia fixa. Como as empresas estavam resistentes em aderir ao PNBL, o governo fez uma negociação cruzada, ao retirar algumas metas em troca da adesão ao programa.

Formato: PDF
Tamanho: 30 MB

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Jornal O Dia em PDF, Quinta, 30 de Junho de 2011

Milhões à espera em aplicação que foi esquecida:
Rio - Os brasileiros que declararam Imposto de Renda entre 1967 e 1981, e aplicaram parte do imposto em fundo de investimento, conhecido como 157, podem ter algum dinheiro guardado em banco. Conforme a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), ainda existem cerca de 3,4 milhões de aplicações com um patrimônio de R$ 800 milhões, aguardando resgate por parte dos aplicadores. Clique aqui para saber mais! Durante aquele período, a Receita Federal oferecia a possibilidade de investir uma parte dos vencimentos retidos pelo IR no fundo de ações. O 157 deixou de existir em 1985, mas muitos contribuintes não sacaram o dinheiro, que ficou aplicado em um banco escolhido pelo próprio correntista na época.

INFORMAÇÕES NAS AGÊNCIAS

Quem tem mais de 50 anos de idade é bem provável que seja um desses investidores. Segundo a CVM, se o cotista souber em qual banco efetuou a aplicação, pode dirigir-se até ela e pedir o resgate. É necessário apresentar identidade, CPF e comprovante de residência.

Quem não lembrar o nome da instituição bancária ou se tem ou não direito a resgatar o fundo deve consultar o site www.cvm.gov.br, no link ‘Consulta Fundo 157’. Ali, por meio do CPF, ele saberá se tem cotas a resgatar e em qual a instituição bancária está depositada (confira tabela). Também pode obter informações pelo 0800 722 5354. De qualquer forma, deverá ir até a agência e solicitar o resgate.

As informações da CVM são baseadas em dados fornecidos pelos bancos em abril de 1996. Quem já resgatou as aplicações, a partir daquela data, não tem mais direito.

Entidade alerta os cotistas contra falsos agentes intermediários

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão do governo que regula o mercado financeiro, alerta os cotistas para não caírem possíveis golpes. A entidade informou que não autoriza intermediários que apresentam como seus representantes e cobrem pelo resgate das aplicações no antigo Fundo 157. A CVM lembra que para recuperar os valores os cotistas não precisam fazer depósito prévio em conta corrente que seria utilizado para pagamento de impostos ou taxas referentes à operação.

Segundo a CVM, somente o contribuinte ou o seu representante legal pode resgatar as cotas do Fundo 157, diretamente na instituição bancária, administradora do fundo. Ao saber que ainda possui algum dinheiro a receber, o cotista pode fazer o resgate a qualquer momento.

Após ir ao banco, munido de documentos, o prazo de resgate é de até cinco dias. Em caso de morte do cotista, o dependente ou representante do espólio pode providenciar o resgate.

Formato: PDF
Tamanho: 33 MB

Jornal O Globo em PDF, Quinta, 30 de Junho de 2011

* Primeiro Caderno. Cabral diz que vai‘rever conduta’e agora defende código de ética. Governador nega beneficiar empresas e misturar público com privado.

* Segundo Caderno. A libertação do artista chinês Ai Weiwei é saudada em Nova York com exposição de fotografias da cidade clicadas por ele entre 1983 e 1993.

* Esportes. Botafogo e Fla vencem, mas Vasco perde.

* Revista Boa Viagem. Inspirada nos guepardos, nova área temática do Parque Busch Gardens, na Flórida, inclui montanha-russa que leva o visitante a se sentir como um felino em caça.

* Especial Tablets. O mercado vive uma febre de tablets. São muitas opções de modelos, acessórios e aplicativos, mas o consumidor paga o dobro com os impostos.

Formato: PDF
Tamanho: 35 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 30 de Junho de 2011

Pimentel ataca bancos e defende apoio do BNDES ao Pão de Açúcar:
BRASÍLIA - Diante das reações negativas quanto à participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na fusão entre o grupo Pão de Açúcar e a parte brasileira do Carrefour, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, decidiu atacar os bancos brasileiros. "Tudo seria resolvido se o setor financeiro privado do Brasil fizesse o papel dele, que é financiar o capital brasileiro", reclamou. "Como ele não faz isso, o BNDES tem de atuar."

Ele fez essa afirmação ao final de uma reunião na Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados, em que a operação foi criticada por parlamentares da oposição. O BNDES informou nesta terça-feira que poderá participar com até 2 bilhões de euros na transação, o que representa cerca de R$ 4,5 bilhões. "Por que aplicar recursos dessa monta em um setor consolidado como o varejo?", questionou o líder do PSDB na casa, Duarte Nogueira (SP). Ele alertou que a fusão entre as duas redes de supermercado levará à redução da concorrência e provocará desemprego no setor.

O deputado Guilherme Campos (DEM-SP) afirmou que o grupo Pão de Açúcar teria condições de buscar financiamento no mercado. "Não precisaria de recursos do BNDES." O ministro afirmou, por diversas vezes, que ainda não é certo que o banco estatal entrará no negócio. "Ela está sendo avaliada pela diretoria", disse. "A operação não foi realizada ainda, não há compra de ações por parte do BNDES."

Mérito. Mesmo assim, o ministro defendeu uma eventual participação do banco. "Se a operação vier a ser realizada, ela tem uma importância estratégica", disse. "É a associação de um grande grupo nacional com um ou dois grupos estrangeiros, que abriria uma porta importantíssima para a colocação de produtos brasileiros industrializados no mundo inteiro." Segundo o ministro, esse seria o "grande interesse" do governo na operação.

Pimentel acrescentou que o negócio não está fora dos padrões das demais operações feitas pelo BNDES. Disse ver "mérito" na proposta, usando a mesma expressão dita anteontem pelo presidente do banco, Luciano Coutinho.

Um eventual prejuízo à concorrência tampouco preocupa o ministro. Ele citou dados das empresas pelos quais a concentração de mercado sob o poder da nova empresa é entre 25% e 30%. "É muito pouco, não acho que haja grande risco à concorrência", comentou.

Duarte Nogueira rebateu o argumento de Pimentel . "Não estamos internacionalizando o Pão de Açúcar, estamos desnacionalizando-o", afirmou.

Formato: PDF
Tamanho: 41 MB

Chihuahua patorando ovelhas

Trailer: Mission Impossible – Ghost Protocol

Veja - Ed. 2223 (29/06/2011) - Completa


quarta-feira, 29 de junho de 2011

Folha de São Paulo em PDF, Quarta, 29 de Junho de 2011

BNDES libera R$ 4 bi para Abilio comprar o Carrefour:
O empresário Abilio Diniz se associou ao banco BTG Pactual e ao BNDES para comprar as operações do Carrefour no Brasil. A negociação foi conduzida sem a participação da francesa Casino, sócia do grupo Pão de Açúcar, que é contrária à fusão e pretende utilizar seu poder de veto para inviabilizar o acordo. A empresa resultante teria 32% do varejo supermercadista brasileiro e 11,7% do grupo Carrefour no mundo.

Veja também:

Câmara muda regra de obra da Copa

Francesa será 1ª mulher a chefiar o FMI; Brasil espera reformas

Governo vai fixar metas de atendimento para o SUS

Conselho aprova ligar Rodoanel à marginal Tietê

Fiesp diz aceitar aviso prévio de até dois meses

Perdidos no mar, pescadores bebem urina para viver

Brasil estreia na Copa feminina

Formato:
Tamanho: 70 MB

Jornal O Dia em PDF, Quarta, 29 de Junho de 2011

Bueiro explode em rua do Flamengo
Rio - Um bueiro explodiu, nesta terça-feira, depois de soltar muita fumaça e pegar fogo na Rua Senador Vergueiro, no Flamengo. Com a explosão, um orelhão foi atingido e totalmente destruído. Membros do Corpo de Bombeiros e da Light estão no local. Em comunicado, a Light informou apenas que enviou técnicos ao local em decorrência da fumaça liberada pelo bueiro, segundo a empresa, causada por um problema em uma câmara subterrânea.

"Técnicos da Light estão atendendo uma ocorrência em uma câmara subterrânea da companhia na Rua Senador Vergueiro, no Flamengo, onde foi verificada a presença de fumaça. Não houve feridos. O fornecimento de energia elétrica está interrompido para trechos dos bairros de Flamengo e Botafogo", informou a companhia.

O problema teria forçado a companhia a cortar a energia elétrica de trechos entre Botafogo e Flamengo.

Formato: PDF
Tamanho: 26 MB

Jornal O Globo em PDF, Quarta, 29 de Junho de 2011

* Primeiro Caderno. Governo quer reduzir pensão por morte.
Proposta, com objetivo de cortar gastos, também eleva tempo de contribuição das mulheres.

* Segundo Caderno. A festa do diálogo entre as mídias. O Multiplicidade, evento internacional que mistura música, projeções e arte digital, chega à sétima temporada levando ao extremo a interatividade.

* Carro Etc. Férias tranquilas na estrada. Um caderno especial mostra como se prevenir contra as situações mais comuns de enguiços e acidentes, para não estragar as férias de julho.

Formato: PDF
Tamanho: 23.6 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 29 de Junho de 2011

Fusão no varejo depende do BNDES - O BNDESPar, braço financeiro de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e o BTG Pactual anunciaram uma proposta de fusão entre o Grupo Pão de Açúcar e a operação brasileira do Carrefour financiada, em sua maior parte, com recursos públicos do BNDES. O valor da operação de fusão com o grupo francês Carrefour é de 2,5 bilhões (ou R$ 5,6 bilhões), segundo a proposta.

Em nota divulgada ontem, o BNDES considera a possibilidade gastar sozinho até 2 bilhões (R$ 4,5 bilhões) na operação. "O processo está enquadrado (sob análise), porque o banco enxerga mérito nele", afirmou o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, ontem no começo da noite na chegada ao evento Destaque Agência Estado Empresas 2011.

A nova companhia, batizada de NPA (Novo Pão de Açúcar), que pode nascer da união das duas gigantes do varejo brasileiro, deve ser a maior acionista individual do Carrefour na França, com participação de 11,7%, se o acordo for aprovado por todos os acionistas do Grupo Pão de Açúcar e do Carrefour.

Na proposta apresentada à direção do Carrefour na França e aos acionistas do Grupo Pão de Açúcar, entre os quais o sócio francês Casino, consta que o BNDESPar está disposto a injetar 1,7 bilhão (R$ 3,85 bilhões) na compra de ações da nova empresa. O BTG Pactual, por sua vez, pretende aplicar 300 milhões (R$ 680 milhões) na NPA. Além disso, o BTG deu sinal verde a um financiamento de 500 milhões (R$ 1,1 bilhão), com prazo de cinco anos e a taxas de mercado, para capitalizar a nova companhia.

"O Casino recebeu hoje (ontem) a proposta junto com Abilio (Diniz)", disse Pérsio de Souza, sócio da Estater, empresa responsável pela engenharia financeira para a fusão das duas empresas. Desde maio, o Casino, grupo francês que detém 36,9% do Pão de Açúcar e poderá exercer a opção de obter o controle acionário da empresa em 2012 segundo acordos já firmados, trava uma batalha jurídica contra o sócio brasileiro por causa das negociações secretas que ocorrem com o Carrefour.

Ontem, o Casino divulgou uma nota na qual considera a proposta de união das duas empresas uma "transação financeira ilegalmente planejada entre o Carrefour e Abilio Diniz", que controla do Pão de Açúcar.

O BTG Pactual, que tem como um dos sócios Cláudio Galeazzi, ex-presidente do Pão de Açúcar, diz que se interessou pelo negócio há cerca de um mês, depois que as relações azedaram entre o Casino e o Pão de Açúcar.

Formato: PDF
Tamanho: 38 MB

Cycle World - Agosto 2011


Época – 27 de Junho 2011 Edição 684


segunda-feira, 27 de junho de 2011

Fail Compilation Junho 2011

Folha de São Paulo em PDF, Segunda, 27 de Junho de 2011

Sob pressão, seguradoras reembolsam mais o SUS:
A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) arrecadou de janeiro a maio deste ano R$ 25 milhões como ressarcimento por internações em hospitais públicos dos detentores de planos de seguradoras privadas, relata Dimmi Amora.
Esse valor é superior à soma dos anos de 2008, 2009 e 2010. Foram cobrados R$ 97 milhões ao todo.

Veja também:

Brasileiro vai dirigir na ONU luta contra a fome

Bagdá se divide entre pobreza e mundo de faz de conta

Morre aos 65 Paulo Renato, ministro do governo FHC

GILBERTO DIMENSTEIN
Avaliação criada por ele foi marco do ensino público

ENTREVISTA DA 2ª - CEZAR PELUSO
Segurança do Estado justifica papéis sigilosos

Palmeiras joga mal e perde para o Ceará por 2 a 0

Aplicativo criado por brasileiro faz sucesso ao dar ar retrô a fotos

MARCIA DESSEN: Pós-graduação completa eleva salário em 80%

Formato: PDF
Tamanho: 76.7 MB

Jornal O Dia em PDF, Segunda, 27 de Junho de 2011

União, Estado e municípios oferecem 50.074 chances:

SELEÇÕES ABERTAS

AERONÁUTICA
Vagas: 215
Escolaridade: Nível Fundamental
Prazo: 4 de julho
Edital: www.fab.mil.br

PREFEITURA DE PORCIÚNCULA
Vagas: 61
Escolaridade: níveis Fundamental (completo e incompleto), Médio e Superior
Salário: de R$ 545 a R$1.598
Prazo: de 27 de junho a 21 de julho
Edital: www.idecan.org.br

POLÍCIA CIVIL — PERITO LEGISTA
Vagas: 44
Escolaridade: Nível Superior
Salário: R$ 3.474,37
Prazo: até o dia 30 de junho
Edital: www.concurso.fgv.br

INSTITUTO ESTADUAL
DE ENGENHARIA E
ARQUITETURA — IEEAR
Vagas: 100
Escolaridade: Nível Superior
Salário: até R$ 5.069,76
Prazo: até 10 de julho
Edital: www.ceperj.rj.gov.br

PREFEITURA DE PINHEIRAL
Vagas: 183
Escolaridade: todos os níveis
Salário: de R$ 545 a R$ 2.747,20
Prazo: até 30 de junho
Edital: www.ibam-concursos.org.br

INFRAERO
Vagas: cadastro reserva
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salário: até R$ 4,8 mil
Prazo: até as 14h de 8 de julho
Edital: www.concursosfcc.com.br

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS — FINEP
Vagas: cadastro de reserva
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salário: R$ 6 mil
Prazo: até 3 de julho
Edital:www.cesgranrio.org.br

CONCURSOS PREVISTOS

UNIVERSIDADES FEDERAIS
Vagas: cerca de 13 mil
Escolaridade: Nível Superior
Salário: de R$ 782,50 a R$ 3.916,88

IBGE — TEMPORÁRIOS
Vagas: 4.400
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Edital: previsto para julho

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL
Vagas: cadastro reserva
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salários: R$ 4.656,09 e R$ 7.214,52
Edital: em agosto

PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO — PROFESSOR I E II
Vagas: 7.700
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salário: de R$ 1.026, 37 a R$ 3.605

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RIO
Vagas: 44
Escolaridade: Nível Médio e Superior
Salário: de R$ 1.680,39 e R$ 1.849,94
Prazo: em breve

MINISTÉRIO DO TRABALHO
Vagas: 600
Escolaridade: Nível Superior
Salário: R$ 13 mil
Prazo: em 2012

INSS — PERITOS
Vagas: 500
Escolaridade: Nível Superior
Salário: R$ 4 mil

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO
Vagas: 178
Escolaridade: Médio e Superior
Salário: até R$ 19 mil

DEGASE
Vagas: 1.236
Escolaridade: níveis Médio e Superior

SECRETARIA ESTADUAL DE FAZENDA — SEFAZ
Vagas: 30
Escolaridade: Nível Superior
Salários: R$ 4.200

ALERJ — GESTOR PÚBLICO
Vagas: 20
Escolaridade: Nível Superior

PREFEITURA DE JAPERI
Vagas: 593
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salários: R$ 789,52 a R$ 2.143,88

SECRETARIA ESTADUAL
DE EDUCAÇÃO
Vagas: 300
Escolaridade: Nível Médio

SEAP — RJ (SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA)
Vagas: 650
Escolaridade: Nível Médio
Salários: R$ 3.215,31

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E DOS SERVIDORES DE SÃO GONÇALO
Vagas: 40
Escolaridade: Médio e Superior

GUARDA MUNICIPAL DO RIO
Vagas: 308
Escolaridade: todos os níveis
Salários: R$ 703,64 a R$ 1.467,95
Edital: em breve

GUARDA DO RIO — AGENTES
Vagas: até 2 mil
Escolaridade: Nível Médio
Salários: R$ 1.207

GUARDA MUNICIPAL DE NITERÓI
Vagas: 200
Escolaridade: Nível Médio
Salários: R$ 1.100

POLÍCIA MILITAR DO RIO
Vagas: 490
Escolaridade: Nível Médio
Salário: de R$ 850 a R$ 1.200

POLÍCIA CIVIL
Vagas: 854
Escolaridade: Nível Superior
Salários: de R$ 1.954 a R$ 8.945,81

POLÍCIA FEDERAL
Vagas: 1.352
Escolaridade: Nível Superior
Salário: R$ 7.514, 33

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO
Vagas: 6.804
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salários: de R$ 4 mil a R$ 7 mil
Prazo: sem previsão

PROCON-RJ
Vagas: 181
Escolaridade: níveis Médio e Superior
Salários: de R$ 1.911 a R$ 5.460
Prazo: até junho

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS
Vagas: 400
Escolaridade: Nível Superior
Prazo: em breve

Formato: PDF
Tamanho: 15 MB

Jornal O Globo em PDF, Segunda, 27 de Junho de 2011

* Primeiro Caderno. PT e PSDB se unem na defesa de avaliações na educação. Ministros de Dilma e tucanos dão adeus a Paulo Renato Souza.

* Segundo Caderno. Compositores marcados por apenas um sucesso realizam projetos para mostrar que suas obras são mais amplas.

* Esportes. Rodada de vitórias para os cariocas. Botafogo derrota Gremio e entra no G-4. Vasco e Flu vencem fora.

Formato: PDF
Tamanho: 13 MB