sábado, 27 de agosto de 2011

Jornal O Dia em PDF, Sabado, 27 de Agosto de 2011

Gianecchini recebe alta hospitalar:
'Eu estou muito forte: São Paulo - O ator Reynaldo Gianecchini recebeu alta do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na tarde desta sexta-feira. Ao sair pela porta da frente, Gianecchini falou rapidamente com a imprensa e comentou sobre o carinho que está recebendo do público e dos amigos neste momento.
"Eu estou muito forte, e boa parte dessa força vem do amor e do carinho que estou recebendo das pessoas, pelas mensagens, pelas flores, por tudo. Eu estou realmente tocado por isso". Agora, o ator retornará ao hospital para fazer as sessões de quimioterapia. "Nesse momento, vou precisar ficar um pouquinho afastado para fazer meu tratamento. Mas muito obrigado pelo carinho de todos", afirmou. No dia 10 de agosto, Gianecchini foi diagnosticado com um linfoma Não-Hodgkin. "Estou pronto para a luta e conto com o carinho e o amor de todos vocês", afirmou Gianecchini, em nota enviada pela Rede Globo na ocasião. O ator, de 38 anos, passou por uma cirurgia de hérnia ingual há cerca de um mês e sofreu duas reações, uma infecciosa e uma alérgica. De acordo com a assessoria de imprensa do artista, ele deu entrada na unidade hospitalar no dia 1º de agosto devido a uma faringite crônica e foi tratado com antibióticos.

Formato: PDF
Tamanho: 23.04 MB

Jornal O Globo em PDF, Sabado, 27 de Agosto de 2011

* Primeiro Caderno. Interventor encontra ralos para corrupção na Conab. Serviço jurídico do órgão, foco de desvios, tem 90% de terceirização.

* Segundo Caderno. Livro de ficção lançado nos EUA conta a história de um “turista sexual convicto” de passagem pelo Rio.

* Esportes. Quem procura, acha. Anderson Silva é o destaque hoje do UFC Rio, na Barra.

* Ela. “Axilas”, conto do novo livro de Rubem Fonseca, explora o ponto do corpo que virou fetiche.

* Prosa & Verso. Os best-sellers Michael Connelly e Scott Turow estão entre as atrações da 15ª Bienal do Livro, que começa quinta-feira.

* Globinho. No lançamento de “O Rei Leão” em 3D, uma lista dos longas de animação mais legais do mundo selvagem.

* Revista Decoração. Modos de usar. Arquitetos dão ideias de como aproveitar os espaços em apartamentos com medidas reduziadas.

Formato: PDF
Tamanho: 23.04 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sabado, 27 de Agosto de 2011

Prefeitura de SP sofre fraude recorde:
Durante 17 anos, quadrilha forjou pagamento de taxas para construção de edifícios; prejuízo pode chegar a R$ 100 milhões - Uma quadrilha que passou os últimos 17 anos forjando o pagamento de taxas para a construção de prédios em São Paulo causou rombo de ao menos R$ 50 milhões - e o prejuízo pode chegar aos R$ 100 milhões, informou a Corregedoria-Geral do Município. Segundo a Prefeitura, trata-se do maior golpe já aplicado por particulares contra os cofres municipais. A investigação encontrou indícios de que quatro construtoras - Marcanni, Zabo, Porte e Onoda - apresentaram à Prefeitura guias com autenticação bancária falsa para obter o aval para levantar edifícios acima do gabarito permitido na cidade - a chamada outorga onerosa. A Prefeitura já encontrou cerca de 900 documentos suspeitos. O mais antigo deles é de 1994 e envolve fraudes no carnê do IPTU. Ontem, a Polícia Civil prendeu quatro envolvidos no esquema. A quadrilha pode ter mais 20 integrantes. As construtoras se dizem vítimas. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3)

Obras terão embargo

A partir de segunda-feira, a Corregedoria-Geral do Município vai embargar obras em andamento de construtoras que obtiveram autorização e alvará por meio da fraude. "Bloquearemos as obras até que tudo seja devidamente pago aos cofres públicos", disse o corregedor-geral, Edilson Bonfim. (Págs. 1 e Cidades C3)
ONU quer Kadafi vivo, em meio a onda de execuções
A praça diante do antigo quartel de Muamar Kadafi, em Trípoli, tornou-se um cemitério a céu aberto. Vários cadáveres apresentavam marcas de tortura e execução. Num hospital, foram encontrados dezenas de corpos abandonados. A ONU pediu que a vida de Kadafi fosse poupada, para que ele seja julgado. (Págs. 1 e Internacional A14,A18 e A19)


Tropa de paz pode ser enviada

O secretário-geral da ONU vai propor o envio de missão de paz à Líbia para evitar que o país mergulhe numa espiral de violência. (Págs. 1 e Internacional A18)
Ataque à ONU na Nigéria mata 18
A explosão de um carro-bomba dentro da sede da ONU em Abuja, capital da Nigéria, deixou pelo menos 18 mortos e 60 feridos. Insurgentes islâmicos conhecidos como Boko Haram reivindicaram a autoria do atentado. (Págs. 1 e Internacional A24)
À espera do furacão
Em Nova York, famílias estocam água: governo determina paralisação de metrôs e aeroportos. (Págs. 1 e Internacional A26)
Arrecadação já faz governo cumprir meta
A forte arrecadação de impostos nos últimos meses melhorou as contas públicas e o governo conseguiu, de janeiro a julho, cumprir 80% de toda a meta fiscal do ano. Contribuiu para isso o pagamento bilionário de tributos feito pela Vale. (Págs. 1 e Economia B1)
Ministério responderá por desvio de ONG (Págs. 1 Nacional A4)

18 mil famílias vão receber Bolsa Verde (Págs. 1 e Vida A28)

Celso Ming
A tabela da felicidade futura

Forte otimismo e alto grau de confiança permeiam a sociedade brasileira e ajudam a empurrar a economia. Mas tem um lado ruim. Págs. 1 e Economia B2)
Anthony Shadid
A incerteza árabe

A transição prolongada de países árabes para uma nova ordem poderá ser tão tumultuosa para a região como o momento do Egito foi eletrizante. (Págs. 1 e Visão Global A22)
Notas & Informações
Bernanke não promete nada

Presidente do BC dos EUA limitou-se a reafirmar a provável manutenção de juros muito baixos. (Págs. 1 e A3)

Formato: PDF
Tamanho: 46.12 MB

Webuser - 25 Agosto 2011



sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 26/08/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

500 pessoas em 100 segundos

Não brinque com trens

Melhores imagens da semana - 26/08





Jornal O Globo em PDF, Sexta, 26 de Agosto de 2011

ONU libera US$1,5 bi para governo de rebeldes líbios - Em mais uma vitória para os rebeldes da Líbia, o Conselho de Segurança da ONU aprovou a liberação de US$ 1,5 bilhão em recursos para ajuda humanitária e auxílio a civis. Na ofensiva diplomática em torno dos insurgentes ao regime de Muamar Kadafi, a Líbia voltou a fazer parte da Liga Árabe, que anunciou apoio integral ao Conselho Nacional de Transição (CNT) como seu representante legítimo. Já o Brasil deu o primeiro passo para reconhecer os insurgentes: o chanceler Antonio Patriota disse que o país está solidário com as aspirações de liberdade e democracia dos líbios, mas repetiu que o país reconhece Estados e não governos. Por isso, vai acompanhar a decisão da ONU em setembro. Em pesados combates, auxiliados por agentes especiais do exterior e da Otan, os rebeldes prosseguem numa caçada implacável para localizar o ditador em 40 pontos da capital. Até o zoológico foi vasculhado. Páginas 28 a 31

Filha morta de Kadafi seria diretora de hospital:
Para o mundo, Hana, a filha adotiva de Kadafi vítima do bombardeio dos EUA, morreu em 1986, e foi o pretexto para a vingança do ditador, no atentado de Lockerbie. Mas médicos garantem que ela era a jovem cirurgiã recém-formada que comandava até domingo passado o principal hospital da Líbia. Após o início da invasão de Trípoli, Hana teria ordenado aos médicos que deixassem morrer os rebeldes feridos. “Ela fugiu”, contou um deles a DEBORAH BERLINCK. Página 28

Formato: PDF
Tamanho: 24.04 MB

Hustler - Novembro 2011



Jornal O Dia em PDF, Sexta, 26 de Agosto de 2011

INSS começa a mudar a aposentadoria em dezembro
Alternativa ao fator previdenciário pode fazer segurados trabalharem por quase 50 anos
Rio - A fórmula para calcular a aposentadoria dos novos trabalhadores começa a mudar em dezembro. Ontem, o ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, informou que o governo apresentará, ainda neste ano, proposta que substituirá o fator previdenciário. As alternativas estão em estudo. Entre elas, a que vai fazer o tempo de contribuição para o INSS chegar a quase 50 anos.

A iniciativa considera a fórmula 95/105, que é a soma da idade e das contribuições dos segurados. A idade mínima também não é uma saída descartada pelo governo.

“Ainda não há uma definição do que irá substituir o fator. Não pode haver uma eliminação pura e simples, é preciso achar uma alternativa melhor, mas que não deixe o governo desprotegido quanto à sua receita, que é fundamental para o pagamento dos benefícios”, explicou o ministro, após anunciar o resultado da arrecadação do Regime Geral de Previdência.

Garibaldi disse que a demora na definição da proposta ocorre por não tratar de debate interno, só do governo. O ministro lembrou que as discussões passam pela Casa Civil, Previdência, Fazenda e Planejamento. Aposentados e centrais sindicais também participam das negociações: “O governo precisa agora apresentar sua proposta”.

Déficit de R$ 2,08 bi em julho

As contas da Previdência apresentaram déficit de R$ 2,08 bilhões em julho deste ano. Segundo o resultado do Regime Geral divulgado ontem, a arrecadação no período foi de R$ 19,75 bilhões e as despesas, de R$ 21,84 bilhões. Na comparação com o mês anterior, quando o déficit ficou em R$ 1,9 bilhão, houve um aumento de 9,5%. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando o déficit chegou a R$ 2,74 bilhões, houve queda de 24%.

Benefício pode sofrer desconto

Valores pagos indevidamente pelo INSS podem ser descontados dos benefícios de segurados. A decisão é do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, em relação à apelação de um aposentado do Rio. Para o desembargador federal André Fontes, ficou provado no processo que atrasados recebidos foram creditados a mais. Pela decisão da Segunda Turma Especializada, o desconto deve ser parcelado e não pode ultrapassar 10% do valor do benefício.

Formato: PDF
Tamanho: 21.09 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 26 de Agosto de 2011

Avaliação mostra que metade dos alunos de 8 anos não aprende o mínimo
Prova ABC, feita por 6 mil estudantes das redes pública e privada das capitais, revela que 44% leem mal, 46% escrevem errado e 57% têm sérias dificuldades em matemática. ''Estamos produzindo crianças escolarizadas que são analfabetas'', diz especialista. Metade das crianças brasileiras que concluíram o 3.º ano (antiga 2.ª série) do ensino fundamental em escolas públicas e privadas não aprendeu os conteúdos esperados para esse nível de ensino. Cerca de 44% dos alunos não têm os conhecimentos necessários em leitura; 46,6%, em escrita; e 57%, em matemática.

Isso significa que, aos 8 anos, elas não entendem para que serve a pontuação ou o humor expresso em um texto; não sabem ler horas e minutos em um relógio digital ou calcular operações envolvendo intervalos de tempo; não identificam um polígono nem reconhecem centímetros como medida de comprimento.

"Esse panorama mostra que a exclusão na educação, que deveria servir como um mecanismo compensatório das diferenças socioeconômicas, começa desde cedo", afirma Priscila Cruz, diretora executiva do Todos Pela Educação. "A grande desigualdade que tende a se agravar no ensino médio já se faz presente nos primeiros anos do fundamental. Isso é visível nas diferenças entre as regiões do País."

Os resultados descritos são da Prova ABC (Avaliação Brasileira do Final do Ciclo de Alfabetização) e foram divulgados ontem. O exame, conforme o Estado adiantou em dezembro, é uma nova avaliação nacional, organizada pelo Todos Pela Educação, Instituto Paulo Montenegro/Ibope, Fundação Cesgranrio e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). É a primeira vez que são divulgados dados do nível de alfabetização das crianças ao final do ciclo.

A prova foi aplicada no começo deste ano para 6 mil alunos de 250 escolas, apenas das capitais. Somente uma turma por unidade foi sorteada para participar e cada aluno resolveu 20 questões de múltipla escolha de leitura ou de matemática. Todos fizeram a redação, que teve como proposta escrever uma carta a um amigo contando sobre as férias.

Os resultados, divulgados por regiões, estão nas escalas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) para leitura e matemática. O nível de 175 pontos foi estipulado como a pontuação que representa que o aluno aprendeu os conteúdos exigidos para a série.

Disparidades. Os dados da Prova ABC mostram a distância entre o sistema público e o privado e, também, as diferenças bruscas existentes entre as regiões do País. Em algumas, menos de um terço dos estudantes aprendeu o mínimo. É o caso da Região Norte, onde apenas 21,9% dos alunos das escolas estaduais e municipais cumpriram a expectativa de aprendizado em matemática. No Nordeste, essa taxa é de 25,2% para a disciplina e de 21,3% em escrita na rede pública.

"No caso de matemática, que tem a situação mais grave, mesmo a taxa total da Região Sul, que é a melhor, é baixa: 55% dos alunos aprenderam os conteúdos previstos", exemplifica Ruben Klein, consultor da Cesgranrio.

Ele destaca que mesmo entre as escolas particulares a diferença regional se impõe. Enquanto a rede privada nordestina teve média de 67,7 na prova de escrita -numa escala de 0 a 100, em que o ideal é 75 -, a rede particular do Sudeste alcançou 96,7 e a do Sul, 87,5. A nota do Nordeste indica que os alunos apresentam deficiências na adequação ao tema e ao gênero do texto, na coesão e na coerência e possuem ainda falhas na pontuação e na grafia.

Para João Horta, especialista em avaliações do Inep, os dados podem servir para a formulação de políticas públicas. "A partir do momento que identificamos as dificuldades enfrentadas, podemos gerar metas para tentar reverter essa situação preocupante", afirma ele, que acredita que a educação integral pode ajudar a solucionar o quadro. "Aumentar o número de horas dentro da escola pode minimizar as diferenças, colocando equipes para ajudar os professores nesses momentos adicionais."

Formato: PDF
Tamanho: 34.37 MB

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 25/08/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Veja | 24 de Agosto de 2011 Edição 2231 - Completa


Cão leal (Dono morreu na guerra).

Krishna Janmashtami



Jornal O Globo em PDF, Quinta, 25 de Agosto de 2011

Rebeldes ainda combatem, mas já prometem eleições
Conselho opositor oferece anistia e recompensa por Kadafi: vivo ou morto

Embora ainda haja combates intensos em Trípoli e em outras cidades do país, o conselho rebelde mostrou ontem que tem pressa em iniciar a transição e anunciou para daqui a oito meses as primeiras eleições livres da Líbia. Ofereceu também anistia e uma recompensa de US$ 1,7 milhão a quem capturar ou matar o ditador Muamar Kadafi. Numa ofensiva diplomática, líderes do conselho foram ao Qatar e à França, na tentativa de assegurar recursos de US$ 5 bilhões para o seu governo. Os EUA pediram ao Conselho de Segurança da ONU que descongele US$ 1,5 bilhão em fundos líbios para financiar o governo rebelde. (Págs. 1, 31 a 34 editorial "O risco de a Líbia virar outro Iraque")


Uma vez Flamengo...

Filho de um ex-diplomata de Kadafi que serviu no Brasil e desertou, Mohamed Firjani foi um dos milhares de líbios que entraram na fortaleza do ditador e viram como era a vida de luxo que ele levava com seus filhos, relata Deborah Berlinck. "Kadafi acabou!", exultava ele, que fez questão de vestir a camisa rubro-negra ( Págs. 1 e 31)


Artigo
"Nós fomos libertados de nossos próprios medos" (Ghazi Gheblawi, cirurgião ensaísta e poeta líbio) (Págs. 1 e 34)


Isso não é Roma antiga, diz Dilma
Classificada ontem como a terceira mulher mais poderosa do planeta pela revista “Forbes”, a presidente Dilma Rousseff disse que a faxina ética não é meta de seu governo, mas sim a faxina contra a pobreza. E que não quer ranking de demissões. “Isso não é de fato Roma antiga”, afirmou. (Págs. 1, 4 e 9)

Briga entre ‘safado’ e ‘débil mental’
Os senadores Humberto Costa, líder do PT, e Mário Couto (PSDB) quase trocaram tapas ontem, durante bate-boca sobre corrupção que começou na tribuna e acabou no cafezinho. O petista xingou o tucano de débil mental e foi chamado de safado. (Págs. 1 e 3)


Denunciados no STF renunciam a comissão
PT e PMDB obrigaram ontem os deputados João Paulo cunha, réu no mensalão e Eduardo Cunha, alvo de inquérito no STF, a desistir de comandar a comissão sobre mudanças no Código de Processo Civil. (Págs. 1, 3 e Merval Pereira)

Historiador: Cadeia da Legalidade criou ilusões na esquerda (Págs. 1 e 12)

Cacciola faz planos sobre o seu futuro e procurador teme fuga. (Págs. 1 e 25)


Formato: PDF
Tamanho: 32.52 MB

Jornal O Dia em PDF, Quinta, 25 de Agosto de 2011

Brasileiros do MMA: 'Éramos popstars no exterior, agora somos aqui também'
Rio - Os lutadores brasileiros ficaram impressionados com o público presente em Copacabana para o treino aberto do MMA, nesta quarta-feira. Apesar de Anderson Silva ser a estrela máxima do evento, Mauricio Shogun teve que se virar para atender ao pedido dos fãs e foi até a grade, onde distribuiu autógrafos e tirou fotos. “Fiquei impressionado com o calor humano, e sei que sábado será 100 vezes maior. Eu brincava que nós éramos popstars só no exterior, mas agora parece que somos por aqui também”. A opinião foi compartilhado por Rodrigo Minotauro, que também foi para a galera. “Sou da galera. Eu nunca tive a oportunidade de lutar em solo brasileiro na minha vida. É um sonho realizado”.

Anderson Silva admitiu que não tinha ideia da popularidade que o MMA havia atingido no Brasil e tampouco da idolatria em torno dele. Não tinha até esta quarta-feira. Mesmo em dia de chuva, 5 mil fãs estiveram na arena montada na Praia de Copacabana para ver o novo ídolo do esporte brasileiro. Pior para o adversário de Anderson na luta de sábado, o japonês Yushin Okami, que teve de aturar as vaias e provocações da torcida, que cantou. “Ô japonês, pode esperar, a sua hora vai chegar”.

O clima de futebol, aliás, deu a tônica do treino. Depois de uma chegada apoteótica, quando cinco mil vozes gritaram em uníssono o apelido de Anderson — “Spider, Spider!” —, o lutador surgiu no palco com um uniforme do Corinthians, time pelo qual luta. E, como a praia era carioca, foi o que bastou para a disputa pela liderança do Brasileirão refletir no MMA.

“Mengo, Mengo”, gritavam os rubro-negros, para em seguida provocar ainda mais o corintiano, lembrando o rebaixamento do Timão, em 2007. “Ão, ão, ão, Segunda Divisão”.

Como um verdadeiro ídolo, Anderson entrou na brincadeira. Fez algumas caretas e depois provocou. “Eu imaginava que já pudesse haver uma vaia ou outra, mas a rivalidade tá forte. Todos nós sabemos que é isso é muito saudável”, afirmou Anderson, que comparou a luta contra Okami em casa a um clássico do futebol. “Com essa torcida, vai ser como um Brasil e Argentina dentro do Brasil”.

Formato: PDF
Tamanho: 20.97 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 25 de Agosto de 2011

Chanceler de Kadafi admite derrota, mas conflito continua
Membros do governo já não têm contato entre si; ditador segue desaparecido e há recompensa pela captura

Abdul Ati al-Obeidi, chanceler de Muamar Kadafi, admitiu ontem que o regime instalado há 42 anos na Líbia caiu diante da ofensiva rebelde. As declarações foram feitas horas após a tomada de Bab al-Azizia, o quartel-general do regime em Trípoli. Segundo o chanceler, os ministros perderam o contato entre si, o que demonstra a dissolução da administração. Combatentes rebeldes, brigadas e mercenários leais ao ditador, no entanto, travavam ontem intensas batalhas na disputa pelo controle de pontos estratégicos da capital Líbia. O ditador continua desaparecido, mas pede ao povo que resista e promete voltar ao poder. Os rebeldes seguem tentando capturá-lo. Empresários líbios ofereceram ontem recompensa de US$ 1,7 milhão a quem entrega-lo “vivo ou morto”. (Págs. 1 e Internacional A13 a A18)


Brasil vai discutir transição

Os governos da França e da Grã-Bretanha anunciaram uma "conferência de amigos da Líbia" no dia 1º, em Paris, para discutir a transição no país. O Brasil participará (Págs. 1 e A18)

Ministro pagou empresa da campanha com verba oficial
Três dias após as eleições de 2010, o ministro das Cidades, Mário Negromonte (PP) – à época deputado federal que tentava a reeleição-, usou verba da Câmara para ressarcir despesas com empresas de táxi aéreo que prestou serviços à sua campanha. A Aero Star Táxi Aéreo Ltda. emitiu dois recibos, de R$ 18.300 e R$ 8.850, para Negromonte, que entregou as notas à Câmara para comprovar a despesa da "cota para exercício da atividade parlamentar". (Págs. 1 e Nacional A4)

Maluf negociou para sair da lista da Interpol
Paulo Maluf negociou com a Justiça dos EUA para ter seu nome retirado da lista dos procurados pela Interpol em todo o mundo e poder viajar. No final, desistiu do acordo. (Págs. 1 e Nacional A10)

Descoberto rio sob o Rio Amazonas
Pesquisadores do Observatório Nacional encontraram evidências de um rio subterrâneo de 6 mil quilômetros bem embaixo do Rio Amazonas, informa o repórter Alexandre Gonçalves. A descoberta foi com base em dados obtidos pela Petrobrás enquanto procurava petróleo. (Págs. 1 e A22)

Cacciola cumprirá pena em liberdade condicional (Págs. 1 e Economia B7)

Taubaté vai pagar piso de R$ 3,3 mil a professor (Págs. 1 e Vida A25)

Trem ligará São Paulo a Jundiaí em 25 minutos (Págs. 1 e Cidades C1)

José Serra
50 anos e um falso dilema

A explicação de Jânio Quadros para a renúncia enfatizou sempre a contradição até hoje invocada para justificar malfeitos. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Veríssimo
Foi pessoal

Em 1986, fui atacado pelo Kadafi na Itália. Quinze anos depois, estava eu em Nova York quando fui, de novo, sorrateiramente agredido. (Págs. 1 e Caderno2 D12)

Notas & Informações
Desoneração desastrada

O governo terá de consertar o Plano Brasil Maior se quiser preservar sua parte mais inovadora. (Págs. 1 e A3)

Formato: PDF
Tamanho: 46.09 MB

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 24/08/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Trailer - GHOST RIDER: SPIRIT OF VENGEANCE


Amateur Photographer (2011-08-27)



Jornal O Dia em PDF, Quarta, 24 de Agosto de 2011

Posto do INSS no Rio aceita pedido de revisão pelo teto:
Rio - Aposentados do INSS que estão de fora da lista da correção do teto podem entrar com pedido administrativo em agências da Previdência no Rio. Nos 96 postos no estado (29 na capital), os segurados que não tiveram o direito reconhecido da revisão, que chega a 39,35%, devem preencher formulário com dados pessoais e protocolá-lo em uma das agências.

Para fazer o pedido, é preciso levar carteira de identidade, CPF e o número do benefício. O segurado fará descrição do que pretende no formulário. O INSS ressalta que não há documento padrão para pedido de revisão do teto.

O instituto recomenda, no entanto, que o aposentado espere a análise dos 11.600 benefícios de segurados que preenchem os requisitos mas não foram incluídos na lista de 107 mil nomes.

Pelo acordo da Previdência com Justiça, quem fez pedido administrativo receberá o que é devido pelos últimos cinco anos considerando a data do protocolo no posto. O segurado com processo no Judiciário tem direito aos cinco anos antes da ação. Os beneficiários que não fizeram pedido administrativo ou não entraram com processo receberão até cinco anos antes da Ação Civil Pública do TRF da 3ª Região, feita em maio.

Segurado não precisa de intermediário

Entrar com requerimento administrativo ou fazer algum outro serviço nas agências da Previdência não precisa de intermediários. O alerta é do presidente do INSS, Mauro Hauschild. Segundo ele, os segurados podem esclarecer dúvidas pela Central 135 e serem atendidos nos postos com hora marcada. O presidente ressalta que os aposentados correm risco ao recorrer a terceiros que se oferecem para facilitar o andamento de processos mediante pagamento pelos serviços.

Quadrilha provoca prejuízos de R$ 8 milhões no Paraná

Operação da Força Tarefa Previdenciária contra fraudadores cumpriu ontem sete mandados de busca e apreensão no Paraná. O grupo colheu provas sobre a atuação de quadrilha que teria fraudado 80 benefícios. Estima-se que o prejuízo seja de R$ 8 milhões. As investigações começaram em outubro de 2010, a partir de denúncias sobre concessões de pensão por morte e aposentadorias por tempo de contribuição. A quadrilha seria formada por contadores que falsificariam documentos comprovando vínculos inexistentes. Os dados seriam inseridos nos sistemas do INSS.

Formato: PDF
Tamanho: 25.53 MB

Jornal O Globo em PDF, Quarta, 24 de Agosto de 2011

* Primeiro Caderno. Rebeldes líbios tomam QG, mas não encontram Kadafi. Ditador diz que retirada foi tática; Conselho promete novo governo até amanhã.

* Segundo Caderno. O brasileiro Carlito Carvalhosa inaugura no MoMA, em Nova York, uma instalação que mistura arte e experiência sensorial.

* Carro Etc. Aceleramos o Audi R8 GT na pista de pouso mais longa do Brasil. O supercarro de R$ 1 milhão alcançou 320km/h.

Formato: PDF
Tamanho: 21.75 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 24 de Agosto de 2011

Líbia: rebeldes buscam US$ 2,5 bi em fundos congelados:
O Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia planeja pedir a seus aliados internacionais a liberação de um montante inicial de US$ 2,5 bilhões em fundos líbios congelados. O pedido deve ser feito durante uma conferência em Doha, no Catar, nesta quarta-feira. O Conselho quer obter os recursos antes do festival religioso do Eid, que marca o fim do mês sagrado do Ramadã.

A informação foi divulgado pelo site do jornal britânico "Financial Times", que cita Mahmoud Jibril, líder do conselho executivo do CNT. Entre os países que estarão representados na conferência incluem-se EUA, Reino Unido, França, Itália, Turquia, Catar e Emirados Árabes Unidos, diz o jornal.

O presidente do CNT, Mustafa Abdel Jalil, havia pedido mais cedo ao secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, a liberação de ativos líbios congelados por causa de sanções da ONU. As informações são da Dow Jones. (Hélio Barboza)

Formato: PDF
Tamanho: 28.48 MB

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Ganhe prêmios sem sorteio!!!


E se você é como eu, que gosta de ganhar prêmios pela internet precisa conhecer o Instituto QualiBest.

No Instituto QualiBest você participa de pesquisas sobre produtos e serviços brasileiros, vai juntando pontos e troca por prêmios.

Ao se cadastrar no Instituto QualiBest você ganha 40 pontos. Em cada pesquisa, que leva no máximo 10 minutos, você ganha de 40 a 100 pontos. E todo dia tem pesquisa nova. Quando juntar no mínimo 250 pontos, você já pode trocar por prêmios bem legais ou por vale compras do Submarino.

Você também pode participar de grupos de discussão online que valem de 400 a 4000 pontos!

Clique AQUI e cadastre-se AGORA mesmo, pois o número de participantes é limitado!

Animais no noticiário


Veja | 24 de Agosto de 2011 | Edição 2231 | Scan




Jornal O Globo em PDF, Segunda, 22 de Agosto de 2011

Prisão de filhos de Kadafi põe regime perto do fim:
Com apoio de bombardeios da Otan, as tropas rebeldes avançaram mais de 50 quilômetros ontem até a emblemática Praça Verde, no Centro de Trípoli, fechando o cerco ao regime de Muamar Kadafi, há 42 anos no poder. A entrada na capital foi comemorada, assim como nas cidades já tomadas pelos rebeldes. O Conselho Nacional de Transição (CNT) anunciou a prisão de dois filhos — Saif al-Islam, que tem prisão decretada pelo Tribunal Penal Internacional, e al-Saad. Um terceiro, Mohammed, teria se rendido. Segundo o CNT, a guarda presidencial se rendeu, e a TV e a rádio estatais estão sob seu controle. O paradeiro do ditador líbio ainda é desconhecido, mas o avanço obrigou o governo a declarar, pela primeira vez, que Kadafi estaria disposto a negociar pessoalmente com o CNT. Em tom irado, à tarde, na TV, ele conclamou a população a reagir. Segundo a rede al- Jazeera, a União Africana teria oferecido refúgio em Angola ou Zimbábue para o ditador, e dois aviões
da África do Sul teriam aterrissado em Trípoli. Páginas 25 e 26

Formato: PDF
Tamanho: 14.85 MB

Jornal O Dia em PDF, Segunda, 22 de Agosto de 2011

Balas usadas na morte de juíza são da Polícia Militar
Projéteis recolhidos pelos peritos na cena do crime haviam sido comprados pela PM. Parte da munição teria ido para quartel de São Gonçalo, onde há suspeitos lotados - Rio - As balas usadas no assassinato da juíza Patrícia Acioli são da Polícia Militar. Os agentes da Divisão de Homicídios (DH) já sabem que os cartuchos de calibre 40 arrecadados no local da execução, em Piratininga, Niterói, são de um lote de 10 mil projéteis vendido pela Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC) à PM. O próximo passo da investigação é descobrir quais foram os batalhões abastecidos. Informalmente, a Secretaria de Segurança levantou que parte da munição foi distribuída para três unidades — uma delas seria o 7º BPM (São Gonçalo).
No local onde a juíza foi assassinada, no dia 11, policiais da DH encontraram cápsulas de dois calibres: 40 e 45. No entanto, só os projéteis de calibre 40 são usados pela PM. Os de calibre 45 são exclusivos das Forças Armadas. A magistrada foi atingida por 21 disparos. Segundo fontes ligadas à investigação e à cúpula da Secretaria de Segurança, como os cartuchos têm número de lote, os investigadores pediram informações à fabricante do material e souberam o nome do comprador. Na sexta-feira, a PM foi consultada pela Secretaria sobre a distribuição do lote para fazer o levantamento. Numa verificação superficial, viu que parte dos cartuchos é do estoque enviado a unidades do Interior.

Para os investigadores, a informação é importante, uma vez que há suspeitas de que entre os autores do crime estejam homens que respondiam a processos na 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, onde Patrícia atuava. Ela participou de julgamentos de integrantes de grupos de extermínio, milícia e contravenção. Entre os envolvidos, há policiais do 7º BPM.

Corregedor na mira de milícia

Na semana em que a juíza foi morta, outra autoridade recebeu ameaças. Informações passadas ao Disque-Denúncia no dia 18 dão conta de plano para matar o corregedor-geral da PM, coronel Ronaldo Menezes.

Segundo o relato, o crime estaria sendo tramado por policiais civis e militares (entre estes, um PM reformado), todos ligados a uma milícia de Ramos, Zona Norte. Dois dos policiais citados já foram presos pela Polícia Federal.

Ainda segundo a denúncia, o motivo do crime seria a suposta prisão dos envolvidos, determinada pelo coronel Menezes. Procurado, o oficial não comentou o assunto.

Outro pedido de escolta negado

Em processo de março de 2009, o Tribunal de Justiça negou escolta para Patrícia Acioli. O despacho foi dado pela juíza Sandra Kayat, por ordem do então presidente do TJ e atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Luiz Zveiter. A decisão foi tomada ‘por não se vislumbrar a necessidade de adoção de qualquer medida extraordinária de segurança’.

Zveiter afirmou que a escolta de Patrícia foi retirada, em 2007, antes de sua gestão no TJ. Advogado da família da juíza, Técio Lins e Silva disse que vai pedir cópia do processo para ver se as informações podem ajudar nas investigações.

Formato: PDF
Tamanho: 22.01 MB