sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 16/09/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Jornal O Dia em PDF, Sexta, 16 de Setembro de 2011

Careca, Reynaldo Gianecchini é flagrado com Marília Gabriela em São Paulo:
São Paulo - Reynaldo Gianecchini, que está fazendo quimioterapia para tratamento de um câncer linfático, foi flagrado com a cabeça raspada, no bairro Jardins, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira. O ator está completamente careca e circulou de braços dados com sua ex-mulher, a apresentadora Marília Gabriela. Eles almoçaram no restaurante Quattrino e em seguida passearam pela rua Oscar Freire.

Uma internauta, que estava no local, comentou: "Acabei de ver a Marília Gabriela com o Gianecchini no Quattrino. Nostalgia, sim ou com certeza?'.

Gianecchini fez a segunda sessão de quimioterapia no Hospital Sírio-Libanês na semana passada. Esta é a primeira vez que o ator é fotografado desde que recebeu alta do hospital, no dia 26 de agosto, onde permaneceu internado por quase um mês.

Descoberta do câncer

Gianecchini descobriu o câncer no sistema linfático durante sua internação, no Hospital Sírio-Libanês, para o tratamento de uma faringite crônica. Ele deu entrada na unidade no dia 1º de agosto, porém, somente no dia 10 do mesmo mês é que a doença foi confirmada como um tipo de linfoma não-Hodgkin.

No último dia 26, alguns dias após ter iniciado o tratamento de quimioterapia, Giane recebeu alta. “Estou forte e essa minha força vem em grande parte por esse amor e carinho que eu recebo dos amigos”, agradeceu, otimista, na ocasião. Segundo informações, ator já raspou a cabeça para não notar a evolução da queda dos fios.

Cirurgia espiritual

O ator foi buscar no espiritismo o auxílio para a cura de seu câncer linfático. O médium João Berbel, do Instituto Medicina do Além, de Franca (interior de São Paulo), que também operou o pai do ator, realizou a cirurgia espiritual durante uma visita a Giane ainda no Hospital Sírio-Libanês. “Sabemos que este é um dos tipos de câncer que mais agride o corpo humano e é raro. A cirurgia espiritual entra como um complemento ao tratamento da medicina convencional”, explica o espírita.

Segundo ele, operar um câncer espiritualmente é mais fácil do que tratar de uma gripe. “A cirurgia espiritual é feita para curar as enfermidades. Espiritualmente é mais fácil curar um câncer que um resfriado. E este mistério ainda desafia a medicina”, completa Berbel, que atende em seu instituto cerca de 5 mil pessoas por semana.

Mestre João, como é conhecido, explica que a cirurgia espiritual é feita através da fé e do amor. Ela é executada pelos amigos espirituais que, no caso do médium, é guiado pelo espírito de Ismael Alonso, que, em vida, foi médico e morreu em 1964. “Assim como tratamos do seu pai, rogamos a Deus e aos bondosos irmãos espirituais que tenham compaixão do irmão Gianecchini”.

A cirurgia espiritual não é feita no corpo físico, mas sim no corpo espiritual, conhecido também como perispírito, onde, para os espíritas, está a origem das doenças. Durante a operação não há cortes ou dor e, após a intervenção, não é possível ver cicatrizes no corpo do paciente. São os espíritos amigos que realizam a cirurgia. O doente, não podendo se dirigir ao local onde ocorre o tratamento espiritual, pode ser atendido à distância. Para isso, basta que um representante do enfermo esteja presente. É através do carinho e do amor deste parente, amigo ou conhecido que o paciente será beneficiado.

Formato: PDF
Tamanho: 23.27 MB

Jornal O Globo em PDF, Sexta, 16 de Setembro de 2011

Governo taxa carro importado para segurar invasão asiática

Impacto no preço deve chegar a 28%. Objetivo é aumentar produção nacional

De olho no crescimento das vendas de carros importados, o Ministério da Fazenda elevou em 30 pontos percentuais o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para proteger a industria nacional. Nos modelos mais baratos, de mil cilindradas, o IPI passará de 7% para 37%. Nos mais caros, o imposto, que hoje oscila de 11 % a 13%, ficará entre 41 % e 43%. Com isso, a expectativa é que o preço do carro importado suba 28%. A alta do imposto deve barrar a invasão de veículos chineses e coreanos, principalmente. Se não quiser se sujeitar ao aumento do imposto, as montadoras terão de utilizar pelo menos 65% das peças nacionais ou produzidas no Mercosul. Também serão obrigadas a investir em inovação tecnológica. O Brasil é o quinto maior mercado consumidor de automóveis e o sétimo produtor. Só no primeiro semestre, importou US$ 5,2 bilhões, com aumento de 46,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já as exportações tiveram queda de 7,8%. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o Brasil deve chegar à quarta posição entre os produtores. (Págs. 1 e 23)

Dilma: "Viva o PMDB; viva o povo brasileiro"

Um dia após demitir o segundo ministro do PMDB por suspeita de mau uso de dinheiro público, a presidente Dilma participou de encontro do partido e foi toda elogios aos peemedebistas. Afirmou que a legenda é fundamental para seu governo e concluiu: "Viva o povo brasileiro, viva o PMDB, viva o Brasil”. Em posição contrária à do PT, o PMDB aprovou "carta compromisso" em que defende a liberdade de imprensa. (Págs. 1 e 3)

Quem é o ministro Gastão

Deputado em quinto mandato, Gastão Vieira foi duas vezes secretário no governo Roseana Sarney no Maranhão. Sua atuação na Câmara é mais voltada para educação, mas ele disse não se sentir um "genérico" por assumir o Turismo. (Págs. 1, 4, 5 e Miriam Leitão)

Copa: faltam 1.000 dias, 52 obras, 12 estádios, leis e uma seleção...

Brasil tem inúmeros desafios até 2014

O Brasil tem mil dias, a partir de hoje, para corrigir problemas em inúmeras áreas e poder encantar o mundo na Copa 2014. Se 52 obras de infraestrutura das 81 previstas nem começaram, no caso da legislação é pior: o projeto com as garantias para a Fifa nem foi enviado ao Congresso. Os estádios avançam, mas a seleção de Mano Menezes...(Págs. 1 e Caderno Esportes)

Milicianos protegem camelôs no Centro

O Setor de Inteligência da Guarda Municipal investiga a proteção de milicianos a camelôs estrangeiros que atuam na Rua Uruguaiana, fora da área da Unidade de Ordem Pública (UOP) do Centro. O secretário Alex Costa disse que em 30 dias entregará um relatório às polícias Civil e Federal para uma ação conjunta contra os crimes de contrabando e imigração ilegal. (Págs. 1 e 14)

Municípios vão perder R$ 24 bi com royalties

Nova proposta faz municípios produtores de petróleo reduzirem fatia de 26,25% para 6%. Até 2020, haveria perda de R$ 24 bi, sobretudo para Rio, Campos, Macaé e Rio das Ostras. (Págs. 1, 27, 29, Flávia Oliveira e editorial "União é que deve ceder mais")

Brasil aprova feijão alterado geneticamente

O feijão resistente à praga do mosaico dourado é o primeiro transgênico inteiramente nacional a ter sua produção e venda aprovadas no país. O grão foi desenvolvido pela Embrapa. (Págs. 1 e 34)

Formato: PDF
Tamanho: 24.78 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Sexta, 16 de Setembro de 2011

Governo eleva IPI e carro importado pode ficar até 28% mais caro

Alta, de 30 pontos porcentuais, não atinge carros com ao menos 65% do conteúdo nacional

O governo anunciou um aumento de 30 pontos porcentuais no IPI dos automóveis e caminhões. A medida deverá atingir principalmente os importados, sobretudo os chineses e coreanos. Isso porque ficarão de fora do aumento os modelos que tiverem no mínimo 65% de conteúdo nacional, cujas fabricantes tenham elevado investimentos em pesquisa e desenvolvimento e que aceitem pelo menos 6 de 11 requisitos referentes a etapas de produção que precisam ser cumpridas no País. O aumento do IPI, se repassado ao preço, provocará uma elevação de 25% a 28%, segundo estimou a Fazenda. (Págs. 1 e Economia B1)

Caso pode parar na OMC

O aumento do IPI pode ser questionado na Organização Mundial do Comércio, avaliam especialistas. Segundo fontes, o governo resolveu correr o risco. (Págs. 1 e Economia B3)

Para Dilma, o Brasil agora "não quebra mais"

A presidente Dilma Rousseff disse ontem que, ao contrário do passado, quando o País sofria baques à medida que as crises externas avançavam, “o Brasil não quebra mais". O comentário foi feito em evento do PMDB. Dilma repetiu a retórica de seu antecessor, Lula, que convocou os brasileiros a manter o consumo e aquecer a economia na turbulência de 2008-2009. "A melhor resposta para a crise é continuar crescendo, distribuindo renda, continuar consumindo", afirmou. (Págs. 1 e Economia B7)

BCs agem para ajudar bancos da Europa

Cinco grandes bancos centrais do mundo formalizaram ontem um acordo para fornecer liquidez em dólares ao sistema financeiro europeu. A ação coordenada terá, além do Banco Central Europeu, o Fed (EUA), o Banco da Inglaterra, o Banco do Japão e o Banco Nacional da Suíça. Serão realizadas três operações até o fim do ano. Os mercados comemoraram. As ações dos bancos europeus dispararam. Analistas avaliam que um agravamento da situação poderia levar a Europa a viver uma nova crise de crédito. (Págs. 1 e Economia B9)

Presidente diz que PMDB é "parceiro fundamental"

Após a demissão de outro ministro do PMDB, a presidente Dilma Rousseff elogiou o partido: "O PMDB é o parceiro fundamental no meu governo". O novo ministro do Turismo, Gastão Vieira, disse à rádio Estadão ESPN que não se considera um “ministro genérico". (Págs. 1 e Nacional A4)

Feijão transgênico é liberado para venda (Págs. 1 e Vida A18)

Estrangeiro usa laranja para comprar terras (Págs. 1 e Nacional A10)

Reforma de avião militar dá lucro à Embraer (Págs. 1 e Economia B13)

Anvisa bane Bisfenol A de mamadeiras (Págs. 1 e Vida A16)

Engavetamento de 300 carros

O maior engavetamento da história do Sistema Anchieta-Imigrantes, ocorrido ontem, envolveu ao menos 300 veículos, matou uma pessoa e feriu 29. A série de colisões começou por volta das 12h45, perto do km 41, em São Bernardo, no sentido São Paulo. Houve batidas num raio de 2 km. A Policia Militar responsabilizou a neblina - a visibilidade era de 10 metros em alguns trechos. A Imigrantes ficou totalmente interditada. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3)

Cameron e Sarkozy viram "heróis" na Líbia

Principais defensores da intervenção da Otan na Líbia, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, foram recebidos como heróis ontem em Trípoli e Benghazi. Os primeiros chefes de governo a visitar a Líbia prometeram ajuda econômica e disseram que não desistirão da caça a Muamar Kadafi e aos kadafistas. (Págs. 1 e Internacional A12)

Fernando Gabeira

Miséria e corrupção

O que falta à presidente é a aceitação da evidência avassaladora de que a corrupção contribui para agravar a miséria no País. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

E a faxina prossegue

Como nunca antes neste país, a regra é tratar a coisa pública como propriedade privada. (Págs. 1 e A3)

Formato: PDF
Tamanho: 45.41 MB

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 14/09/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Porsche

Jornal O Dia em PDF, Quinta, 15 de Setembro de 2011

Ex-companheira e empresária da cantora Joanna dá sua versão para briga entre as duas: Rio - O que começou como um lindo romance entre a cantora Joanna e sua ex-empresária, Maria Marta Vieira, foi parar no 3º Juizado da Violência Doméstica Contra a Mulher de Jacarepaguá. Foram 20 anos de relação — sendo 15 deles com Marta cuidando da carreira de Joanna — até 2009, quando se separaram, mas continuaram sob o mesmo teto, — período no qual criaram uma empresa, tiraram muitas fotos e trocaram cartas de amor. Porém, conforme publicado em 18 de agosto na coluna ‘Justiça e Cidadania’, de O DIA, Maria Marta entrou na Justiça contra a ex alegando ter sido agredida — a Lei Maria da Penha também é aplicada para relações homoafetivas. “Ela me pegou pelas mãos e começou a me chutar. Me bateu de quase me matar. Fiquei cheia de marcas nos pulsos e de esganamento no pescoço. Não sei como, mas ela ainda foi cantar em Volta Redonda no dia seguinte”, desabafa Maria Marta.

Procurada por nossa equipe, Joanna não quis comentar as declarações da ex-companheira. Na delegacia, a cantora declarou que agiu em legítima defesa, e descreve Marta como ciumenta e possessiva. A briga teria acontecido em 11 de janeiro de 2010. “Existem vários processos em razão desse caso, que deveriam estar reunidos em um só, mas foram separados. Isso foi uma atitude atípica do Judiciário”, ressalta a advogada de Maria Marta, Tereza Gavinho.

Enquanto a audiência não é marcada, Marta busca acessar o conteúdo de um CD que Joanna anexou ao processo como prova em seu favor. Ela conta que, impedida pela juíza do 3º Juizado da Violência Domestica, buscou o direito de vistas ao CD através de mandado de segurança, o que foi concedido pelo desembargador Siro Darlan. Ela aguarda, agora, a liberação pela juíza. “Não sei o conteúdo, mas pode ser a gravação de um recado bem malcriado que eu deixei para a Joanna quando soube que ela já estava com outro empresário. Preciso ter acesso para preparar uma contraprova. Não posso ir para a audiência sem saber do que precisarei me defender”, diz a empresária.

Formato: PDF
Tamanho: 19.72 MB

Jornal O Globo em PDF, Quinta, 15 de Setembro de 2011

Mais um fora do barco - Dilma perde 5º ministro e pede ficha-limpa a PMDB

Faxina derruba Novais, que pagou a governanta e motorista com verba pública

Alvo de novas denúncias de mau uso de dinheiro público com o qual pagava a sua governanta e até ao motorista de sua mulher -, o ministro do Turismo, Pedro Novais, perdeu o cargo ontem. Ele assumirá em meio ao escândalo de ter pagado, também com verba pública, uma festa num motel, e desgastou-se com a Operação Voucher, que descobriu esquema de propinas no Turismo. Foi o quinto ministro a cair - o quarto sob suspeita de corrupção. Dilma deu ao PMDB a tarefa de indicar o substituto, mais exigiu um ficha-limpa. Já sem apoio do PMDB, Novais demitiu-se no segundo encontro com a presidente. O primeiro fora na chegada. (Págs. 1, 3 a 12, Merval Pereira e editorial "Uma enciclopédia de corrupção")

Foto legenda: Dilma visita um barco-escola: presidente perdeu ontem o quinto ministro, o quarto envolvido em denúncias de corrupção.
Marcos Valério condenado à prisão por enganar o BC (Págs. 1 e 15)

Copa: 64% das obras não saíram do papel

Quase quatro anos após o Brasil ser anunciado como sede da Copa de 2014, dos 81 empreendimentos previstos para o evento, como reforma de estádios, ampliação de aeroportos, intervenções urbanas e adequações em portos, 52 (64%) não começaram. O maior atraso é no transporte urbano. (Págs. 1, 25 e Carlos A. Sardenberg)

Dólar tem 10ª alta, maior série em 12 anos

Desde a maxidesvalorização do real, em 1999, o dólar não subia tantas vezes seguidas. A moeda fechou a R$ 1,724, na décima alta seguida. Quem viajar também gasta mais para comprar a moeda: o dólar turismo foi a R$ 1,83. (Págs. 1 e 30)

Juíza: polícia investiga mandante

A Divisão de Homicídios concluiu que há um mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli. Segundo a polícia, os três PMs já indiciados não agiram sozinhos. O comando da PM não afasta a hipótese de mais policiais envolvidos. (Págs. 1 e 16)

Crimes caem em favelas pacificadas

Na primeira vez em que divulgou índices de criminalidade nas favelas pacificadas, a Secretaria de Segurança mostrou queda em roubos e assaltos a transeuntes, e quatro mortes em duas de 13 UPPs. (Págs. 1 e 18)

A descida de Obama

Em busca do segundo mandato, em 2012, Barack Obama vive seu pior momento à frente da Presidência dos EUA. Enfrenta um preocupante índice de desemprego de 9,1%, a maior elevação da pobreza em 18 anos e desaprovação recorde. Até na Califórnia, forte reduto democrata, sua popularidade está em declínio. (Págs. 1, 34 e editorial "Reeleição torna-se difícil")

Foto legenda: Obama volta da Carolina do Norte: baixa popularidade e alto índice de desemprego e pobreza.
No Brasil, geração de empregos recua 36% e governo revê meta (Págs. 1 e 26)

Bancos franceses são rebaixados por crise grega

A agência de classificação de risco Moody's rebaixou a nota de dois grandes bancos da França: Crédit Agricole e Société Générale. As instituições, donas de bancos gregos, perderam mais da metade de seu valor na Bolsa desde julho. A nota do BNP Paribas, o maior do país, foi mantida, mas não se sabe até quando, já que detém € 5 bilhões de títulos da Grécia. (Págs. 1 e 31)

Enquanto isso, Sarkozy desembarca hoje na Líbia (Págs. 1 e 35)

Formato: PDF
Tamanho: 32.42 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quinta, 15 de Setembro de 2011

Cai o 5º ministro de Dilma; PMDB oferece 80 nomes para a vaga

Substituição de Pedro Novais no Turismo provoca disputa entre peemedebistas, e único consenso é que o escolhido tem de ser um dos deputados do partido

A presidente Dilma Rousseff demitiu ontem o peemedebista Pedro Novais (Turismo), o quinto ministro a cair em oito meses de governo. Novais não resistiu à revelação de que usou verba da Câmara para bancar sua empregada particular e o motorista de sua mulher. A nova baixa abriu disputa na cúpula do PMDB, com o vice-presidente Michel Temer e o líder na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), protagonizando uma queda de braço para fazer a sucessor de Novais. Alves queria o deputado Marcelo de Castro (PMDB-CE), que perdeu a liderança do governo no Congresso para o senador petista José Pimentel (CE), mas, diante da resistência do Planalto, foi desaconselhado por Temer a fazê-lo. Até as 20h de ontem, o único consenso na bancada do PMDB foi o de que o novo ministro deverá ser qualquer um de seus 80 deputados federais. Foi essa a solução que Temer levou a Dilma. (Págs. 1 e Nacional A4, A6 e A7)

Para presidente, Novais já deveria ter pedido antes para sair

Em conversa de 5 minutos, Dilma Rousseff recebeu aliviada a carta de demissão de Pedro Novais. Ela o segurou enquanto pode, para não abrir nova crise com o PMDB, mas avisou o vice Michel Temer, na terça-feira, que o partido precisava encontrar rapidamente outro nome. Para Dilma, Novais já deveria ter pedido para sair há muito tempo. (Págs. 1 e Nacional A6)

PIB e criação de empregos desaceleram

O mercado de trabalho abriu 190,4 mil vagas formais em agosto, reflexo dos preparativos para o fim de ano. Mesmo assim, foi o pior agosto dos últimos três anos. Pesquisa do Banco Central mostra que a economia cresceu apenas 0,01% no bimestre junho-julho. (Págs. 1 e Economia B1 e B4 a B7)

Esportes - A mil dias da Copa, o País se apressa

As 12 cidades-sede da Copa de 2014 farão festa, amanhã, para marcar os mil dias que as separam do início do evento. Um balanço das obras em andamento, porém, mostra que ainda há muito por fazer. A principal preocupação é com a mobilidade-urbana, mas os preparativos em portos, aeroportos e em alguns dos estádios também estão atrasados. (Págs. 1, El e E8)

Montadoras recuam e aceitam acordo por IPI

O governo deve anunciar amanhã o novo regime automotivo. As montadoras não queriam aceitar as contrapartidas - investimento em inovação e uso de mais peças nacionais - para terem redução de IPI, mas fecharam acordo depois que o governo ameaçou recuar. (Págs. 1 e Economia B9)

Cameron e Sarkozy são esperados hoje na Líbia (Págs. 1 e Internacional A12)

Crime hediondo: avança projeto de banco de DNA (Págs. 1 e Cidades C5)

Greve suspende serviço de Sedex dos Correios (Págs. 1 e Economia B6)

Aos 90, d. Paulo diz que não queria ser bispo (Págs. 1 e Vida A18)

Condição sanitária de 27% dos navios de cruzeiro é ruim

Relatório das inspeções feitas em 41 dos 45 navios de cruzeiro que estiveram na costa brasileira na temporada passada (outubro de 2010 a maio de 2011) mostra que 27% apresentaram número de irregularidades sanitárias superior ao considerado satisfatório pela Anvisa. Segundo a direção da agência, as navios que não atingiram a meta receberão um maior rigor na fiscalização da próxima temporada (2011/2012), que começa no mês que vem. (Págs. 1 e Vida A16)

Tutty Vasques

Não é faxina

O ministro do Turismo, que ninguém se iluda, não foi demitido: caiu de maduro, esborrachou-se como goiaba no pátio do governo. (Págs. 1 e Cidades C6)

Demétrio Magnoli

Palestina mutilada

Se triunfar o projeto na ONU, os palestinos viverão sob dupla ocupação: de Israel e de um governo impermeável à vontade dos governados. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

Política industrial ou lobby

Fazer lobby a favor deste ou daquele segmento é função de agentes privados, não de ministros. (Págs. 1 e A3)

Gilles Lapouge

Emergentes vão socorrer o euro?

Para a Europa, cheia de orgulho e cansada de glórias, é o cúmulo da humilhação receber ajuda de países exóticos. Mas é o que está ocorrendo. (Págs. 1 e Economia B10)

Formato: PDF
Tamanho: 37.50 MB

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 14/09/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Amateur Photographer - 17 Setembro 2011

Jornal O Globo em PDF, Quarta, 14 de Setembro de 2011

Radiografia – Saúde concentra um terço do desvio de verba federal

Em nove anos, pelo menos R$ 2,3 bi do setor foram para o ralo da corrupção

No momento em que a presidente Dilma desistiu de novo imposto para financiar a Saúde, dados do próprio governo federal mostram que, entre janeiro de 2002 e junho de 2011, pelo menos R$ 2,3 bilhões que deveriam ser usados para curar e prevenir doenças foram desviados para o ralo da corrupção. A Saúde responde sozinha por um terço (32,38%) dos recursos federais que se perderam neste período, considerando 24 ministérios e a Presidência da República. Ao todo, o governo perdeu R$ 6,89 bilhões em desvios, de acordo com a análise do TCU a partir de irregularidades investigadas pela Controladoria Geral da União. Para o Ministério Público, recuperar o dinheiro será difícil, bem como punir os culpados - muitas vezes pessoas encarregadas de prestar serviços ou controlar os recursos da Saúde, como prefeitos e donos de hospitais conveniados com o SUS. O Ministério da Saúde alegou que o valor dos desvios apontado representa apenas 0,045% do orçamento da pasta de 2002 a 2011 e que vem investindo em ações de transparência, como auditorias e fiscalizações. (Págs. 1 e 3)

No Rio, um novo modelo de gestão

Em meio a tumulto e polêmica, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou ontem por 50 votos a 12 o projeto de governo que autoriza a contratação de Organizações Sociais (OSs) para gerir unidades de saúde. Com a nova lei, o governo conta com mais uma forma de contratação, além de concurso público, cooperativas, fundações e CLT. A inovação permite também o estabelecimento de metas de desempenho. (Págs. 1 e 12)


Na Bahia, meningite já matou 68 este ano

Um surto de meningite já causou pelo menos 68 mortes este ano na Bahia, segundo o balanço da Secretaria estadual de Saúde com dados oficiais até o dia 26 de agosto. Esta semana, mais três mortes aconteceram no complexo hoteleiro da Costa do Sauípe. Foram registrados 598 casos da doença. Parentes dos doentes estão sendo acompanhados. (Págs. 1 e 4)

Chefe de UPP teria propina a domicílio

A promotora Isabella Pena Lucas, da Auditoria Militar - que investiga o esquema de corrupção na UPP do Fallet -, disse que há indícios de que os chefes da unidade, já afastados, recebiam propinas do tráfico até em casa. Numa das escutas telefônicas, o sargento que comandava o esquema dá a orientação aos policiais: "É para ele ficar quieto, paradinho, na base." (Págs. 1 e 13)


Ancelmo Gois

Mantega quer tirar R$ 2 bi de royalties de petróleo dos estados produtores já em 2012, diz Cabral (Págs. 1 e 14)
Atendimentos em hospitais caem com Lei Seca (Págs. 1 e 17)


Turco age para liderar islâmicos

O premier Tayyip Erdogan faz périplo por Egito e Tunísia - que já derrubaram ditadores - além da Líbia, e aproveita o vácuo de lideranças na região para exortar o mundo árabe a copiar sua democracia islâmica. (Págs. 1, 26 e editorial "Hora é de estadistas”)


Vítimas de pedofilia levam Papa a Haia

Duas associações de vítimas de pedofilia entraram no Tribunal Penal Internacional com um pedido para incriminar o Papa Bento XVI e três autoridades do Vaticano por terem tolerado crimes de abuso sexual. O Vaticano considerou absurda a denúncia. (Págs. 1 e 27)


Emergentes vão socorrer países europeus em crise

Brasil, China, Índia e Rússia estudam comprar títulos para socorrer países endividados da Europa. O ministro Mantega defendeu que europeus adotem incentivos ao setor produtivo, como fez o Brasil em 2008/2009. (Págs. 1, 19, 20 e Miriam Leitão)

Mancha no paraíso azul

Um mês após Ministério Público ter recebido documento com denúncias sobre poluição num dos santuários da Ilha Grande mais concorridos – um trecho conhecido como Lagoa Azul -, o problema será debatido hoje na Câmara de Vereadores de Angra dos Reis. Navios estão sendo acusados de despejar esgoto e outros poluentes. Um teste constatou 1.100 coliformes fecais por mililitro - índice considerado alto - entre a Ponta do Bananal e a Lagoa Azul. (Págs. 1 e 16)

EUA já têm 46 milhões de pobres

A parcela de americanos vivendo na pobreza atingiu 15% da população total, o que representa o maior nível desde 1993. Em números absolutos, são 46 milhões de pessoas, o maior em 52 anos. (Págs. 1 e 21)

Formato: PDF
Tamanho: 17.25 MB

Jornal O Dia em PDF, Quarta, 14 de Setembro de 2011

Miss Universo 2011 é vítima de racismo nas redes sociais
Rio - Logo após ser eleita a Miss Universo 2011, na noite desta segunda-feira, a angolana Leila Lopes foi vítima de racismo nas redes sociais. Um comentário de um usuário do Facebook causou polêmica na internet. "Leila Lopes é a Miss Universo! Conheci a preta mês passado e fez muito bem de ter prendido aquele cabelo de vassoura. Era a única elegante das 5 finalistas... todas com cara de brega. Ela não... parecia uma Barbie Black Label! HAHAHA Algo me diz que lutará pelas classes! Parabéns, macaca! :)", escreveu Marco Antonio Arcoverde Cals. Outros usuários da rede social resolveram denunciar seu perfil. O internauta se explicou. "É gente... tão compartilhando isso aqui! MUITO OBRIGADO facebook por ter colocado meu mural ABERTO PRA PÚBLICO como default SEM ME CONSULTAR pra QQ MANÉ ler post meu fora de contexto. Mais uma vez: Quem eu ♥ eu chamo de MACACA. Independente de cor, credo, formação, local onde reside ou se gosta da novela "Fina Estampa". Quem não, recebe OUTROS NOMES. Quem me conhece sabe disso, correto macacas? PS> E SIM, o cabelo solto dela não é dos melhores. E daí? Do meu irmão tb não é! :)", escreveu Marco.

A usuária do Facebook Clarisse Miranda Gomes, que fez campanha para denunciar o perfil do rapaz, se manifestou após a resposta dele. "Não quero espalhar o ódio, nem que o rapaz (do comentário infeliz) seja agredido na rua (NUNCA NA VIDA!!!), só acho o comentário e as desculpas foram péssimas e que o respeito ao próximo esta acima de tudo!!! Eu não acho "carinhoso" ser chamado de viado, viadinho, gorda (o), caolha, macaca, cabelo de vassoura e vários outros nomes... #prontofalei. Quem não respeita o próximo, não merece respeito! E isso vale pra tudo e pra vida!" , escreveu.

Além de receber muitos elogios por sua beleza e ficar entre os assuntos mais comentados no Twitter, Leila Lopes também teve seu nome relacionado a comentários preconceituosos. "Primero Obama depois miss Angola, agora o que falta? Que Deus baixe do céu e seja um negro? Por favor..." escreveu um internauta. Chamada de "diamante negro" pela imprensa de seu país, a Miss Universo diz que não se abala com o preconceito. "Felizmente o racismo não me atinge. Acho que os racistas precisam procurar ajuda, não é normal em pleno século XXI ainda pensarem nessa forma", disse. "Devemos todos nos respeitar, independente da raça, do sexo e do meio social."

Leila Lopes quer usar sua fama e beleza para lutar por causas sociais como o combate a AIDS. "Me sinto orgulhosa. Não pela minha beleza, mas porque minha beleza vai ajudar a todos. Vou lutar contra a AIDS, porque este é o principal projeto em Angola".

Formato: PDF
Tamanho: 18.14 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Quarta, 14 de Setembro de 2011

Estoque de carros cresce com redução de crédito

Concessionárias já sentem queda na aprovação de financiamentos para carros populares e usados

Concessionárias de veículos sentiram uma freada dos bancos na aprovação dos financiamentos de carro popular e automóvel usado, comprados pela nova classe média. Pesquisa no varejo automotivo mostra que 38% desses empréstimos solicitados na primeira quinzena de agosto foram aprovados. No mesmo período de 2010, foram 70%, informa a repórter Márcia de Chiara. O maior rigor dos bancos na aprovação do crédito piora a situação dos estoques do setor automobilístico, já afetados pelo avanço das importações. Segundo a Anfavea (associação de montadoras), os estoques de veículos novos acumulados na cadeia automobilística chegam a 37 dias, enquanto o nível tido como normal varia entre 28 e 30 dias. (Págs. 1 e Economia B1)

Brics querem ajudar Europa

Grupo de países emergentes estuda usar parte de suas reservas internacionais para comprar títulos da dívida da zona do euro. (Págs. 1 e Economia B8)

Foto legenda: Dilma e a 'parceria' com os tucanos

No Palácio dos Bandeirantes, Dilma Rousseff cumprimenta o ex-governador José Serra em cerimônia de assinatura de convênio para o Rodoanel; na ocasião, a presidente qualificou o governador paulista, Geraldo Alckmin, de "excepcional parceiro". (Págs. 1 e Nacional A4)

Pobreza já atinge 15% da população americana

Em mais uma má notícia para o presidente Barack Obama, 46 milhões de americanos ou l5,l% da população estão abaixo da linha de pobreza. O número absoluto é recorde. Já o porcentual atingiu o seu maior patamar desde 1993. Lá, a linha de pobreza corresponde a uma renda anual de ate US$ 22.113 ou R$ 37 mil para uma família de quatro pessoas. (Págs. 1 e Economia B12)

Metrô nos Jardins terá verba de boom imobiliário

A Prefeitura de São Paulo quer usar o dinheiro do boom imobiliário da região da Faria Lima para aplicar R$ 1 bilhão em nova linha de metrô, informam Rodrigo Brancatelli e Rodrigo Burgarelli. O ramal Lapa-Moema passará em áreas valorizadas como o Jardim Europa. O metrô planeja ter, até 2020, 184 km de extensão. Hoje são 70. (Págs. 1 e Cidades C1 e C3)

Taleban ataca embaixada dos EUA e mata 6 no Afeganistão

Armados com granadas, rifles e coletes com bombas, rebeldes do Taleban atacaram a embaixada dos EUA e a sede da Otan em Cabul. Pelo menos seis pessoas morreram. O objetivo da ação foi lançar dúvidas sobre a capacidade do governo afegão de proteger a população e mostrar a capacidade do Taleban de se infiltrar em áreas fortemente guardadas. (Págs. 1 e Internacional A12)

Meta contra desmatamento pode subir

Depois de dois anos de quedas sucessivas no ritmo de corte da vegetação nativa no Cerrado, o governo estuda aumentar a meta de redução do desmatamento no bioma, o que mais sofre pressão para a abertura de áreas destinadas ao agronegócio. Em três anos, até 2010, a taxa de abate da vegetação do Cerrado caiu de 0,69% para 0,37%, em 2009, e 0,32%, no ano passado. Os satélites apontaram o Maranhão na liderança do desmatamento. (Págs. 1 e Vida A16)

Projeto prevê índice de turbulência de voos (Págs. 1 e Economia B14)

Rolf Kuntz

Uma lição na ata do Copom

Para bem administrar a moeda e o crédito, é melhor ficar de olho na política fiscal. Nos EUA e na Europa, esse cuidado foi esquecido. (Págs. 1 e Economia B8)

Notas & Informações

Parceria para o País

As consequências da parceria Dilma-Alckmin vão além do espaço federativo em que se manifesta. (Págs. 1 e A3)

Formato: PDF
Tamanho: 33.61 MB

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 13/09/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Quem será que ganha?!!!

Crash Carnage #58

Jornal O Globo em PDF, Terça, 13 de Setembro de 2011

Dilma desiste de 'nova CPMF' para financiar Saúde em 2012

Governo vai liberar bancadas para votar pela derrubada do tributo

Depois de a presidente Dilma ter acenado com a possibilidade de um novo imposto e dito que o erro da CPMF foi não ter sido destinada exclusivamente à Saúde, o governo ontem desistiu de defender a criação, ao menos neste ano, de um imposto para financiar o setor. Em reunião no Planalto, Dilma, ministros e líderes aliados também decidiram liberar as bancadas governistas para votar como quiserem a regulamentação da Emenda 29, que fixa percentuais mínimos de investimentos na Saúde e à qual o governo se opunha. O texto principal, aprovado em 2008, cria a Contribuição Social para a Saúde (CSS) nos moldes da antiga CPMF. Mas já há um acordo para aprovar destaque do DEM que elimina o artigo prevendo taxação de 0,1%, sobre movimentações financeiras, o que na prática inviabiliza o imposto. O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que o Planalto realizará ações para melhorar a gestão da Saúde. (Págs. 1 e 3)

Em vez de elevar, texto reduz verba

Da forma como está hoje, o texto de regulamentação da Emenda 29, que será votado dia 28 na Câmara, reduz as verbas da Saúde em vez de aumentá-las. Isso porque o relator mudou a base sobre a qual é aplicado o percentual destinado à Saúde. O texto poderá ser mudado no Senado. (Págs. 1 e 3)


Enem: maioria ainda abaixo da média

Percentual caiu em comparação com o ano anterior, mas continua crítico

O desempenho dos alunos nas provas objetivas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de 2010, melhorou em relação a 2009. Mais da metade (52,98%), porém, continua abaixo da média. No Rio, tradicionais escolas públicas, como o Colégio de Aplicação da Uerj, tiveram queda de rendimento, mas seus diretores não mostraram preocupação, pois descartam ranking como parâmetro para educação e formação cidadã. (Págs. 1 e 9 a 11)

Universidade vale mais no Brasil

Os trabalhadores que concluem o ensino superior no Brasil ganham, em média, 156% mais que os que têm apenas o ensino médio, mostra estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Este índice supera o verificado em 31 países desenvolvidos. (Págs. 1 e 11)

Enem & Vestibular

Vestibulandos se dividem entre abandonar as redes sociais ou utilizá-las também na hora de estudar. (Págs. 1 e Rio, 15)

Juíza: 3 PMs indiciados; polícia agora busca armas

Após a Justiça decretar a prisão de três PMs suspeitos de matar a juíza Patrícia Acioli, a Divisão de Homicídios - em busca das armas do crime apreendeu ontem 695 pistolas e revólveres no 7º BPM (São Gonçalo), onde eram lotados os policiais. Um carro do 12º BPM (Niterói) foi usado pelos suspeitos. (Págs. 1 e 13)

UPP recebe 30 novos policiais

A UPP dos morros da Coroa, do Fallet e do Fogueteiro, em Santa Teresa, ganhou novo comandante, o capitão Sérgio Stoll, e 30 novos policiais. Eles substituem os suspeitos de corrupção. (Págs. 1 e 13)

No Brasil, dólar não para de subir

Com novos rumores de calote da Grécia espalhando nervosismo nos mercados globais, o dólar subiu 1,78%, pela oitava vez seguida, a R$ 1,708. Desde dezembro, a moeda não ficava acima de R$ 1,70. No mês, a alta chega a 7,22%. (Págs. 1 e 21 a 23)

Justiça suspende obra sem licitação da Delta em Guarulhos (Págs. 1 e 24)

Formato: PDF
Tamanho: 21.82 MB

Jornal O Dia em PDF, Terça, 13 de Setembro de 2011

Cansado das brincadeiras do ‘Pânico’, Zeca Camargo grava vídeo que registra abordagem dos humoristas: Rio - O que começou como uma brincadeira leve se transformou numa guerra indigesta entre Zeca Camargo e o ‘Pânico na TV’. Após o apresentador do ‘Fantástico’ ter detonado o humorístico em seu blog, o programa da RedeTV! decidiu revidar, no domingo passado, debochando da dieta que o jornalista fez no quadro ‘Medida Certa’ e lançando uma nova campanha no Twitter para descobrir o tamanho da sua cinturinha, além de mostrar seu ‘cofrinho’ e pneuzinhos.
“Acho que eles (do ‘Pânico’) estão incomodados com o vídeo que coloquei no YouTube”, alfineta Zeca, referindo-se às imagens gravadas com seu celular que mostram um suposto produtor do humorístico, Fernando, tentando fazer com que ele coma um doce no aeroporto.
Há algumas semanas, o ‘Pânico’ persegue o apresentador, oferecendo-lhe guloseimas como coxinhas, pastéis e brownies. Irritado, Zeca fez duras críticas ao programa em seu blog na última quinta-feira, dia 8. No longo texto, ele disse que tem pena do humorístico. “Já é senso comum que o ‘Pânico’ anda meio sem inspiração desde que tomou aquela bola nas costas com a história das loiras estrangeiras”, escreveu ele, lembrando a história das moças que usaram o humorístico para fazer merchandising de uma marca de cerveja.

Zeca afirmou também que o programa não tem criatividade e manipula tudo o que ele fala quando é abordado. Por isso, gravou o encontro, para mostrar ao público que o que iria ao ar era diferente do que havia acontecido. “As pessoas que se aproximam de mim oferecendo comida são do programa e não fãs. Não é possível que achem que são pessoas comuns. Ninguém se comporta assim, dando plantão em aeroportos”, diz o apresentador.

GORDURINHAS
Zeca não viu o revide do ‘Pânico’ ao seu desabafo, mas acompanhou a polêmica na Internet. “Estava trabalhando”, alega ele, que no horário apresentava o ‘Fantástico’.

Emílio Surita, apresentador do humorístico, passou o tempo todo insinuando que faria uma revelação bombástica sobre o jornalista. No final, debochou da irritação de Zeca ao encontrar o produtor do programa e fez piada com seu peso, mostrando seu ‘cofrinho’ e suas gordurinhas.

Zeca garante não pensar em medidas drásticas contra o programa. “Levo no bom humor. Tenho coisas mais importantes para me preocupar”, ironiza.

REPERCUSSÃO
A campanha lançada pelo ‘Pânico’ — ideia de um internauta, aliás —, continuou rendendo na Internet. Na quinta-feira, Zeca Camargo postou em seu blog um extenso texto criticando o programa, intitulado “Algumas imagens que você não vai ver no ‘Pânico’ neste domingo”, além de um vídeo feito por ele mostrando a abordagem de um produtor da atração. Entre outras coisas, o jornalista afirmava que o programa tinha perdido a graça e citava uma notícia que dizia que o ‘Legendários’, da Record, tinha ultrapassado o ‘Pânico’ na audiência.

Formato: PDF
Tamanho: 24.06 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Terça, 13 de Setembro de 2011

Crise faz dólar fechar acima de R$ 1,70 pela 1ª vez no ano

Investidores temem calote da dívida grega e fogem para moeda americana; avanço foi de 3% em 2011

Pela primeira vez no ano, o dólar encerrou um dia acima de R$1,70. Em meio às tensões provocadas pela crise europeia, a moeda americana teve a sétima valorização em oito dias, cotada a R$ 1,715, alta de 2,02%. No ano, acumula avanço de 3,06% ante o real. Analistas não chegam a dizer que a tendência de subida veio para ficar, mas o cenário em que a moeda poderia se aproximar de R$ 1,50, uma das preocupações do governo, por ora está descartado. O desconforto causado pela valorização da moeda já leva analistas a pedir mudança de atitude por parte do Banco Central, que continua comprando dólares diariamente no mercado. A crise europeia é apontada como uma das razões da alta. O medo dos investidores cresceu com os rumores de que a Grécia poderia decretar um calote de sua dívida, o que agravaria a crise na zona do euro. O governo grego confirmou ontem que há ameaça de falência. (Págs. 1 e Economia B1, B3 e B4)

Triplica investimento europeu no Brasil

Com a crise na zona do euro, empresas europeias investiram USS 23,4 bilhões no Brasil de janeiro a julho. O valor é quase o triplo do investido em igual período do ano passado. (Págs. 1 e Economia B8)


Dilma desiste de patrocinar novo imposto para a saúde

Diante do cenário de derrota no Congresso e temendo ficar associada a uma medida impopular, a presidente Dilma Rousseff abandonou o patrocínio da criação de um imposto para a saúde e empurrou para 2012 a busca por fontes de receita para compensar a regulamentação da Emenda 29. No momento, a alternativa que tem uma "simpatia maior" dos parlamentares, segundo o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), é buscar recursos nos royalties do petróleo. (Págs. 1 e Nacional A4)

Foto legenda: Hora de reconstruir

População trabalha na limpeza e retirada de entulho no centro de Rio do Sul, em Santa Catarina; União vai liberar R$ 43 milhões para o Estado, em especial para os 19 municípios mais afetados pelas chuvas. (Págs. 1 e Cidades C5)


Decretada prisão de três PMs acusados de matar juíza

Três policiais militares tiveram prisão temporária decretada por participação no assassinato da juíza Patrícia Acioli há um mês, em Niterói. Indiciados por homicídio duplamente qualificado, o tenente Daniel dos Santos Benitez e os cabos Sérgio Costa Júnior e Jefferson Araújo Miranda, que atuavam em São Gonçalo, já estão presos pela morte de um jovem em junho. As prisões foram decretadas por Patrícia horas antes de ela morrer. (Págs. 1 e Cidades C1)

Edir Macedo é denunciado por crime financeiro

O bispo Edir Macedo foi denunciado criminalmente por evasão de divisas, lavagem de dinheiro e estelionato. O Ministério Público Federal estuda requerer a cassação da imunidade tributária da Igreja Universal do Reino de Deus, fundada por Macedo. (Págs. 1 e Vida A15)

Turquia usará fragatas para escoltar ajuda

A Turquia vai enviar três fragatas ao Mediterrâneo para escoltar o transporte de ajuda humanitária a Gaza. Se os navios encontrarem embarcações israelenses em águas internacionais, haveria autorização para abordagem. (Págs. 1 e Internacional A10)

Aliados de Kadafi resistem

Forças de Muamar Kadafi atacaram uma das mais importantes refinarias líbias. Pelo menos 17 opositores morreram. (Págs. 1 e Internacional A11)

Maioria está abaixo da média no Enem

Embora a nota do Enem 2010 tenha aumentado em relação ao ano anterior, 52,98% dos concluintes do ensino médio regular ficaram abaixo da média, de 511,21. Em 2009, a porcentagem foi de 55,45%. (Págs. 1 e Vida A14)

Colarinho-branco: juiz aplica fiança milionária (Págs. 1 e Nacional A8)

Tutty Vasques

‘Ilibada é a vovozinha!'

Dilma pode se tornar o primeiro caso no mundo de governante que, aclamado pela honestidade no trato com a coisa pública, reage com indignação. (Págs. 1 e Cidades C6)

Notas & Informações

Crise nos mercados sem rumo

Plano de Obama é esforço mais promissor, em vários meses, para impedir o agravamento da crise. (Págs. 1 e A3)

Turki Al-Faisal

Vetar Estado é perder aliado

Posição dos EUA contra a declaração de um Estado palestino na ONU fortaleceria o Irã e causaria danos na relação estratégica com sauditas. (Págs. 1 e Visão Global A12)

Formato: PDF
Tamanho: 44.65 MB

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Imagens engraçadas/curiosas - 12/09/2011

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos

Via Knuttz/Ueba

Exame Informática (2011-06)

Playboy-BR/Ed.436 (09/11) Versão Completa

D-Photo - No.44 (October/November 2011)

Driving In Asia 2

Marco zero - 11/09/01 - 11/09/11

Casa de Eventos Wilton - Sempre o Melhor Evento Super Carros

Imagens da semana - 09/09/11

Jornal O Dia em PDF, 12 de Setembro de 2011

Fred marca, Flu bate instável Corinthians e alcança série inédita:
O atual campeão brasileiro demorou, mas, enfim, entrou de vez na briga pelo título. Neste domingo, determinado desde o primeiro minuto, o Fluminense de forma guerreira chegou a sua quarta vitória consecutiva no segundo turno ao bater o líder Corinthians por 1 a 0. Destaque para a atuação de Fred, autor do gol decisivo, que comandou o time como nos velhos tempos. Com 37 pontos, o Tricolor encurtou a distância para a ponta da tabela.
Como Abel Braga havia prometido ao longo da semana, o Fluminense entrou em campo com uma postura ofensiva e não deu chances para o Corinthians. Com Mariano e Carlinhos pelas laterais, Lanzini no meio e Ciro, que perdeu duas chances claras de gol antes dos 15 minutos, no ataque, o Tricolor comandou o primeiro tempo. Mas o grande nome do time foi Fred.

Tricolor vence o Timão e acumula quarta vitória no Brasileiro
O centroavante, convocado para a seleção brasileira, mostrou muita vontade. Ele ajudou na defesa, organizou o meio de campo, orientou seus companheiros e foi decisivo na frente. Aos 22 minutos, o jogador, que já havia arriscado chute forte de esquerda de fora da área, cobrou falta. Para alegria dos tricolores, a bola desviou na barreira e traiu o goleiro Júlio Cesar antes de balançar a rede.

Líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tentava em vão cadenciar a partida. Estratégia que não oferecia riscos ao Fluminense. Tanto que o goleiro Diego Cavalieri nem chegou a fazer defesas na primeira etapa.

Na volta do intervalo, o time de Abel Braga diminuiu o ritmo e deu mais campo ao adversário. Recuados, Fred e companhia passaram a acreditar na força do sistema defensivo e a apostar nos contra-ataques. A tática deu certo, já que o adversário não conseguia penetrar na área do Tricolor e ficava preocupado para não ser surpreendido atrás.

A pouca vantagem no placar aumentou a disputa dentro de campo e a tensão nas arquibancadas. Enquanto os tricolores tentavam empurrar o time, cada bola e cada espaço em campo eram disputados pelos guerreiros das Laranjeiras, que só puderam comemorar os três pontos após o apito final.

Formato: PDF
Tamanho: 24.20 MB

Jornal O Globo em PDF, Segunda, 12 de Setembro de 2011

PM afasta comando de UPP em Santa Teresa

Denúncia de ‘mensalão' do tráfico abre a primeira crise

Uma investigação da Corregedoria da Polícia Militar sobre o pagamento de propina do tráfico a PMs levou ao afastamento de policiais, do comandante e do subcomandante da UPP de três morros de Santa Teresa - Coroa, Fallet e Fogueteiro -, onde vivem 13 mil pessoas. O "mensalão" pago por traficantes chegaria a R$ 53 mil. Trinta policiais estariam sob investigação, obrigando a PM a intervir pela primeira vez em uma comunidade já pacificada. A UPP atingida pelas medidas foi inaugurada há apenas seis meses. O comando da Policia Militar determinou que o Bope e o Batalhão de Choque permaneçam nos morros por tempo indeterminado. (Págs. 1 e 11)
Unidos por um dia

Lágrimas e luto marcam homenagens no décimo aniversário dos ataques

O dia foi de lágrimas e luto. Parentes das vítimas choraram diante do muro com os nomes dos 2.977 mortos da queda das Torres Gêmeas. Barreiras policiais cercaram o Marco Zero, onde pela primeira vez estavam Obama e Bush, protegidos por uma tela de vidro à prova de balas. No Pentágono, o secretário de Defesa, Leon Panetta, lembrou o custo humano das guerras. Foi um dia de união dos americanos diante do monumento inaugurado em Nova York. (Págs. 1 e 25 a 27)

Uma década perdida

O historiador britânico Timothy Garton Ash afirma, em entrevista, que o custo da Guerra ao Terror foi alto demais e que a década foi perdida para os americanos. (Págs. 1 e 26)
Enem reprova ensino das escolas públicas

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010 mostra que oito em cada dez escolas públicas ficaram abaixo da média. No Rio de Janeiro, o índice também foi alarmante: 76% das públicas não alcançaram a média nacional. Em contrapartida, as escolas particulares do Rio dominaram o ranking. O Colégio São Bento voltou a ser o primeiro colocado no país. (Págs. 1 e 3)

Renda cresce mais entre as mulheres

Com o avanço da escolaridade, a renda das mulheres brasileiras subiu 30,8% nos últimos cinco anos, enquanto a dos homens cresceu 22,7%. Na classe C, o ganho delas foi maior, de 48,6%. Já o deles ficou em 38,3%, diz a consultoria Data Popular. (Págs. 1 e 21)

Lei Seca aplica R$ 45 milhões em multas

As multas aplicadas pela Operação Lei Seca, desde março de 2009, já somam R$ 45,1 milhões. As infrações atingem tanto motoristas alcoolizados quanto os que se negaram a fazer o teste do bafômetro. Segundo o estado, seis mil vidas foram salvas. (Págs. 1 e 17)


Egito e Israel fazem reunião de emergência

Enviados especiais do premier Benjamin Netanyahu mantiveram um encontro com diplomatas do Cairo para restabelecer as relações entre os dois países, estremecidas pela invasão da embaixada de Israel. Mas os protestos continuaram e militares egípcios fecharam a rede de TV al-Jazeera sob a alegação que estava incentivando as manifestações. (Págs. 1 e 28)

Formato: PDF
Tamanho: 16.13 MB

Jornal O Estado de SP em PDF, Segunda, 12 de Setembro de 2011

Nota do Enem cai em 68% das escolas de elite de São Paulo

De 30 colégios com melhor desempenho no País, só 4 são do Estado; pela primeira vez é possível comprar o resultado

Trinta e quatro escolas de São Paulo tiveram queda nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010 - eles representavam 68% das 50 com melhor desempenho no ano anterior. Com isso, alguns colégios saíram da lista dos 30 mais bem colocados, sendo que apenas 4 do Estado permanecem nesse ranking. Uma das justificativas das escolas para explicar a piora no Enem é o fato de duas das principais universidades públicas do Estado - USP e Unicamp - não usarem a nota como critério de seleção no vestibular, o que desestimularia os melhores alunos a prestar o exame. Esta é a primeira vez que é possível comparar o desempenho das escolas no Enem de um ano para outro. Este ano, o Ministério da Educação também mudou a forma de divulgar os resultados, agrupando as escolas com índice semelhante de participação dos alunos. Dos 30 colégios com as melhores notas no País, 12 tiveram participação de todos os alunos e, em outros 14; pelo menos 75% deles fizeram a prova. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Análise - Ilona Becskeházy

O exame e a qualidade

Conversas com outros pais e análise do método pedagógico são a melhor forma de saber se a escola é boa. (Págs. 1 e X6)
EUA lembram 11 de Setembro sob temor e emoção

Sob um dos mais rigorosos esquemas de segurança da história de Nova York, as cerimônias de homenagem às vítimas do 11 de Setembro marcaram os dez anos do atentado. O presidente Barack Obama e seu antecessor, George W. Bush, foram coadjuvantes - as imagens principais eram as de familiares vendo os nomes dos mortos gravados em bronze em dois espelhos d'água com cascatas, no local onde desabaram as torres gêmeas. Durante as cerimônias em Nova York, Pensilvânia e Washington, porém, havia temor de um novo atentado. (Págs. 1 e Internacional A10 e A11)

Foto legenda: Gravado em bronze
Mulher presta homenagem a vítima do atentado, em Nova York: 137 pares de parentes se revezaram para ler os nomes dos mortos.
Inflação se espalha entre vários setores

O aumento de preços está cada vez mais espalhado entre os setores da economia, o que deve dificultar a trabalho do Banco Central de trazer a inflação para o centro da meta, de 4,5%, em 2012. Em agosto, a parcela de itens que tiveram alta no Índice de Preços ao Consumidor Amplo atingiu 64,32%, o maior nível para o mês desde 2001. (Págs. 1 e Economia B1)

José Roberto Mendonça de Barros

O Economista diz que a meta de inflação deve ficar para 2013. (Págs. 1 e Economia B4)
Em SC, cresce número de desabrigados pelas chuvas (Págs. 1 e Cidades C4)

Dilma diz na TV que não faz política de "toma lá da cá" (Págs. 1 e Nacional A7)

Filho de Kadafi foge da Líbia e consegue abrigo no Níger (Págs. 1 e Internacional A14)

Promotoria quer derrubar multas por inspeção veicular (Págs. 1 e Cidades C1)

Denis Lerrer Rosenfield

O Estado de direito e os índios

A questão indígena, em vez de ser equacionada na perspectiva de um problema social, está sendo encaminhada em termos ideológicos. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

Regime para a Copa na Justiça

O Congresso poderia ter produzido um novo sistema de licitações com menos pontos duvidosos. (Págs. 1 e A3)

Formato: PDF
Tamanho: 34.47 MB